Publicidade


Os primeiros 100 dias da gestão de Miguel Coelho foi investindo na educação

22 abr 2017|Postado em:Sertão


Publicidade



100 dias: Construção de uma Petrolina alfabetizadora

Investir em educação é investir no futuro. Essa frase já é um clichê para os gestores públicos, mas representa, de fato, a realidade. Segundo o educador Paulo Freire, a educação precisa assumir sua ação dialógica proporcionando empoderamento ao sujeito e colaborando para o desenvolvimento de cada cidadão.

Assim, a gestão do prefeito Miguel Coelho, nesses primeiros 100 dias, teve como primícias tornar Petrolina uma cidade educadora com foco na autonomia da alfabetização. Mas os desafios não são fáceis. Gerir uma rede com mais de 50 mil alunos foi uma tarefa árdua, mas que já dá sinais de êxito na ação transversal de que toda criança, logo no segundo ano, tenha a competência plena da compressão textual.

O primeiro passo foi a reativação dos Centros Municipais de Educação (CMEIs) – equipamentos adequados para auxiliar as crianças no início de sua vida escolar, mas que estavam subutilizados. Com essa ação, foram ampliadas mais de 17 mil vagas, possibilitando ainda que o programa Nova Semente fosse readequado e passasse a atender de forma gratuita, como deve ser o ensino público no Brasil.

Mais ações

Os estudantes da pré-escola e do Ensino Fundamental I estão recebendo kits escolares com cadernos, canetas, cola e lápis de cor, para auxiliar nas atividades de sala de aula. Os alunos do Ensino Fundamental II e Educação de Jovens e Adultos (EJA) vão receber, gratuitamente, suas carteirinhas estudantis de identificação.  Para os alunos que precisam de correção de fluxo, foi firmado um convênio com o Instituo Ayrton Senna no ‘Programa Se Liga’ e ‘Acelera’, que conta com a parceria do Governo do Estado e da Secretaria de Educação de Juazeiro na doação dos livros e formação dos professores do programa.

Geração de empregos

Publicidade


Novos auxiliares de limpeza e merenda, barqueiros e motoristas foram contratados em um processo seletivo simplificado e democrático, para atender as 110 unidades escolares, mais as 94 do Nova Semente, obedecendo os 200 dias letivos, como preconiza o MEC.

Os professores também receberam uma atenção especial da gestão, afinal, são os parceiros diretos na busca por uma cidade educadora: foi concedido o reajuste do piso como solicitado pela representação sindical. Além da implantação da gratificação por difícil acesso aos secretários escolares.

As unidades escolares receberam suas parcelas financeiras referentes às demandas para o início do ano do letivo, nova pintura de fachadas e a garantia de liberação de mais de R$ 1 milhão do MEC em recurso para compra de equipamentos de cozinha. As secretarias escolares receberam também, em tempo hábil, todos os diários e cadernos de planejamento.

Humanização

Os alunos da Escola Ariano Suassuna, zona oeste da cidade, ganharam um novo prédio, mais humanizado, onde concentrou os estudantes que, antigamente, eram divididos em  três anexos. A Escola Eduardo Campos também passou a funcionar em um novo espaço, possibilitando a ampliação de suas matrículas em mais de 400 novas vagas para atender  às crianças do Parque Residencial São Gonçalo.

Planejamento

Para atender a todas essas ações e garantir a implantação da nova política pública, a gestão da Secretaria de Educação, capitaneada por Maéve Melo, precisou realizar um planejamento financeiro e estratégico para assegurar o destravamento de obras no Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec), o georreferenciamento das rotas de transporte escolar do município, sede e interior.

Os próximos caminhos, que vão além de 100 dias, reservam para a educação de Petrolina um cenário bastante favorável. O projeto de leitura ‘Ser-Tão’ Literário vai mobilizar agentes em todas as unidades, colaborando e implantando ações para desenvolver o ensino e a compreensão para que a cidade alcance a nota sete no Ideb.

Texto: Welington Júnior

Assessor de Imprensa da Secretaria de Educação de Petrolina

Publicidade

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*