Publicidade


jul 29

29 julho 2020

Praticantes de atividades físicas querem a reabertura das academias em Afogados e região


Publicidade



Um perfil de discussão sobre o tema a “Volta das academias” gerou uma grande movimentação nesta quarta-feira (29), a grande maioria de Afogados da Ingazeira cobraram a reabertura, visto que a necessidade segundo os internautas já passou do tempo.

O que realmente preocupa é o fato dos aumentos de casos de Covid-19 na cidade e região, por outro lado, uma alegação de que outros locais com maior número de pessoas como supermercados, feira livre e lojas estejam funcionando quase que normalmente, vendo isso querem a volta das atividades.

 


Postado em Sertão | Por

jul 29

29 julho 2020

V GERES-Pacientes com sintomas já podem marcar seus testes para Covid-19


Testes estão à disposição e devem ser marcados através do serviço Atende em Casa, no site ou aplicativo

A V GERES está informando à população dos 21 municípios de sua abrangência que já estão disponíveis os testes para diagnósticos de Covid-19, conforme determinação do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde. Esta fase de ampla testagem a todos que apresentarem sintomas gripais iniciou no último dia 15 deste mês.

Segundo a gestora regional de saúde, Catarina Tenório, além da ampliação da testagem, o Estado mantém os exames para todos os casos graves e óbitos suspeitos para o novo coronavírus. Estão sendo ofertados testes do tipo RT-PCR (swab nasofaríngeo), indicado para quem está com sintomas gripais até o sétimo dia do início do quadro, podendo, porém, ser estendido até o décimo dia, caso persistam os sintomas; e o teste rápido, para os casos em que o paciente esteja há mais de sete dias do início dos sintomas e também com mais de 72h desde o desaparecimento dos sintomas.  

“As marcações para os testes devem ser feitos através do site ou aplicativo ATENDE EM CASA (www.atendeemcasa.pe.gov.br) ou por smartphones com sistema Android. O app está disponível para baixar na Play Store. Além de marcações, o serviço oferece consultas on-line com profissionais de saúde.

Municípios da V Regional de Saúde: Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Paranatama, Saloá, São João, Terezinha.  

 
ASCOM
Ronaldo César

Publicidade


Postado em Sertão | Por

jul 29

29 julho 2020

Gonzaga Patriota defende projeto que assegura testes de coronavírus pelo plano de saúde 

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3.885/2020 que assegura a realização do teste sorológico para Covid-19 pelo plano de saúde. A iniciativa é de autoria do deputado federal Gervásio Maia (PSB), e contou com a assinatura de coautoria do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB).

Publicidade


Os testes sorológicos, também conhecidos como testes rápidos, feitos a partir da coleta de sangue, detectam anticorpos – ou seja, se a pessoa já teve contato com o vírus -, mas apenas cerca de dez dias após o contato. Já os testes moleculares (ou RT-PCR), feitos a partir da coleta de mucosa do nariz e da garganta, permitem a detecção do vírus já nos primeiros dias da doença.

 

“Com o atual cenário provocado pela pandemia do novo coronavírus a testagem em massa é uma saída para a gente conseguir controlar a disseminação desse vírus e com o apoio dos planos de saúde podemos mudar esse cenário e combater de maneira mais eficaz essa doença”, avalia Patriota. 

Deputado Federal Gonzaga Patriota
Assessoria de imprensa

Postado em Política | Por

jul 28

28 julho 2020

Governo e BNDES firmam acordo para realização de estudos para concessão de trechos de quatro rodovias estaduais

 

 

Concessão de272 quilômetros da PE-045, PE-050, PE-060 e PE-090 poderão gerar investimentos da ordem de R$ 850 milhões

O Governo de Pernambuco e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmaram acordo para a realização de estudos que irão avaliar a viabilidade de concessão de trechos de quatro rodovias à iniciativa privada. O contrato, firmado nesta semana, contempla 272 quilômetros da PE-045*, PE-050**, PE-060*** e PE-090****, que cortam 30 municípios pernambucanos. A expectativa é que a iniciativa gere investimentos de até R$ 850 milhões ao longo do prazo de concessão e que o leilão seja realizado até 2022.

Pelo acordo firmado, BNDES definirá o escopo dos estudos a serem realizados, contratará os consultores para suporte à execução do trabalho, coordenará e fiscalizará o trabalho o desenvolvido. Pelo lado do governo, a gestão será da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Habitação (Seduh), por meio do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco (PPPE), e da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos. O contrato firmado é decorrente de um acordo de cooperação técnica firmado em 2017 entre o governo e o banco com o objetivo de avaliar projetos de concessão que sejam viáveis e economicamente interessantes para o Estado.

Além de gerir os estudos, BNDES promete realizar roadshows junto a potenciais interessados na concessão e dará o apoio necessário à realização do procedimento licitatório para transferência do empreendimento à iniciativa privada.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Pernambuco, Marcelo Bruto, acredita que o projeto trará uma série de benefícios não só às rodovias, mas também às cidades que são cortadas por estas estradas. “Não se trata apenas de uma requalificação de estradas. A concessão traz a reboque a possibilidade de crescimento das economias locais, com a facilitação dos acessos, com o incremento da circulação de mercadorias e mais investimentos. É uma iniciativa que tem potencial para mudar a realidade de várias localidades espalhadas pelo Estado”, pondera o secretário.

“O Estado tem dedicado todos os esforços no sentido de inovar na gestão da malha viária, sobretudo, pela sua importância para o desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, os estudos a serem realizados serão fundamentais para que Pernambuco possa traçar estratégicas com o objetivo de garantir novos investimentos voltados para a infraestrutura viária. Temos expectativas muito positivas com relação ao projeto e de que ele traga inúmeros benefícios, como melhoria na trafegabilidade, segurança e conforto para a população”, acrescenta a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.

Além das rodovias estaduais mencionadas, o BNDES também estudará a possibilidade  de concessão para trechos de 719 km de extensão, das rodovias federais BR-101 e BR-232, localizadas em Pernambuco, no âmbito de contrato assinado entre o BNDES e o Ministério da Infraestrutura (MINFRA), em maio de 2020. O referido contrato contempla estudos para concessão de até 7.213,7 km de rodovias federais espalhadas por todo o Brasil.

“O BNDES está preparado para ajudar o País na retomada da economia, com um foco especial nas regiões Norte e Nordeste, gerando impacto social. Para isso, temos uma carteira de projetos em estruturação com potencial de gerar investimentos estimados em R$ 200 bilhões. A atuação do Banco segue o conceito de “one stop shop” para o cliente público, começando na concepção dos projetos, conjugando os objetivos das políticas públicas com a viabilidade do ponto de vista do futuro investidor. Em seguida é feita a estruturação propriamente dita, com o apoio de consultores especializados, caminhando até a fase da ida a mercado, com o leilão do projeto. O BNDES permanece atuando no pós-leilão, dando suporte caso haja qualquer judicialização. Caso necessário, o BNDES pode ainda prover o financiamento para implementação do projeto”, agrega o diretor de infraestrutura, concessões e PPPs do BNDES, Fábio Abrahão.

* Rodovia que liga Escada a Vitória de Santo Antão
** Rodovia que liga Limoeiro a Vitória de Santo Antão
***Rodovia que liga o Cabo de Santo Agostinho ao Litoral Sul
**** Rodovia que liga Carpina a Toritama

ASCOM

 


Postado em Notícias | Por

jul 28

28 julho 2020

Empresas já podem recontratar funcionários demitidos com menos de 90 dias

Portaria foi criada para movimentar a economia durante a pandemia, prevista para acabar em dezembro deste ano

 

Nesta nova fase de convivência, em quem as atividades estão voltando gradativamente, muitas empresas aderiram à quarentena estão podendo recomeçar com cautela. Para isso, algumas medidas econômicas estão sendo tomadas para diminuir o desemprego que só aumenta nos últimos meses.  Se antes era proibido readmitir o funcionário até 90 dias de demissão, agora já é possível rever esse quadro.

De acordo com o professor de Direito da Universo e especialista em Direito público, Rodrigo Duarte, antigamente muitas empresas tentavam driblar a previdência demitindo o funcionário, enquanto ele continuava trabalhando. “Muitos empreendedores faziam negociações para liberar o FGTS e seguro desemprego, e mantinham o funcionário trabalhando sem carteira assinada enquanto durasse o auxílio. Às vezes, o motivo era a diminuição salarial”, comenta.

Mas, a partir do último dia 14 de julho, foi liberada uma portaria que autoriza a admissão do funcionário antes dos 90 dias, enquanto durar a pandemia, prevista para acabar em dezembro deste ano. Essa contratação deve ser nos mesmos moldes da anterior, sem redução de salário. “A única exceção é se existir algum acordo coletivo junto ao sindicato”, alerta, acrescentando que a medida é eficaz na redução da taxa de desemprego.

ASCOM

Patrícia França


Postado em RECIFE | Por