Publicidade


nov 5

5 novembro 2018

Começou o Novembro Azul em Sertânia

Publicidade


Governo Municipal de Sertânia inicia campanha Novembro Azul

Depois do sucesso da campanha Outubro Rosa, o Governo Municipal de Sertânia, por meio da Secretaria de Saúde, lança o movimento Novembro Azul, voltado para o público masculino, com ênfase na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, que no Brasil é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma).

Os homens de Sertânia, a partir dos 40 anos podem procurar a Unidade Básica de Saúde da Família mais próxima para marcar o exame de PSA, que é uma substância produzida por uma célula presente na próstata. Tem como principal função verificar a presença de um câncer e pode ser avaliado através de um exame de sangue.

Outras ações foram programadas, no dia 21, os funcionários da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana receberão orientações sobre o câncer de próstata, também serão realizadas atividades físicas. Já no dia 22, nos postos de saúde, acontecerão palestras, consultas médicas e solicitação de exames.

No dia 23, os membros do CAPS também receberam informações sobre a campanha Novembro Azul e seu objetivo. A Secretaria de Saúde está adotando estratégias para fazer com que os homens tornem-se inseridos na atenção básica.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que até o fim de 2018, mais de 60 mil casos serão registrados no Brasil. No estado de Pernambuco a estimativa é de 68,20 casos para cada 100 mil habitantes. Se descoberto no inicio a chance de cura chega a 90%.

A campanha Novembro Azul nasceu na Austrália em 2003, quando um grupo de homens decidiu realizar um movimento com o propósito de arrecadar dinheiro para o combate ao câncer de próstata. A ação ganhou força e espalhou-se para vários outros países. A iniciativa aproveita também o ensejo do dia 17 de novembro, quando é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

COlaboração da Assessoria


Postado em Sertão | Por

nov 4

4 novembro 2018

Resultado do Serra da Sorte, domingo 04 de novembro de 2018

Mais ganhadores e prêmios valiosos no Serra da Sorte deste domingo, 04 de novembro, próxima semana tem muito mais, boa sorte !!

 


Publicidade


Postado em Sertão | Por

nov 1

1 novembro 2018

CPRH e Prefeitura de Serra Talhada promovem Campanha de Entrega Voluntária de Animais Silvestres

Acontecerá na próxima quinta-feira, 08 de novembro, às 10h, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação, o lançamento da Campanha de Entrega Voluntária de Animais Silvestres promovida pela Agência Estadual de Meio Ambiente e pela Prefeitura Municipal de Serra Talhada, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Publicidade

A atividade integra a programação da Semana da Biodiversidade,  promovida pela CPRH, tendo como objetivo combater, por meio de ações de educação ambiental, a posse ilegal de animais silvestres. Na ocasião, além de serem expostos os detalhes sobre a campanha, ocorrerá também uma capacitação sobre a “Defesa da fauna silvestre”, voltada para os mais diversos segmentos sociais do município.

No dia 30 de novembro, das 8h às 16h, o ponto de entrega dos animais silvestres funcionará na Secretaria de Meio Ambiente do Município, que fica  localizada na rua Rufino Nogueira, nº 900, Centro.Os animais silvestres entregues pela população serão encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco, o CETAS Tangara, unidade da CPRH, onde os mesmos passarão por reabilitação para que possam ser reintroduzidos  na natureza.

Embora criar, vender e comprar animais silvestres sejam crimes ambientais, as pessoas que entregarem voluntariamente os animais à CPRH  ficam isentas da responsabilidade criminal e administrativa.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Serra Talhada

 


Postado em Sertão | Por

nov 1

1 novembro 2018

Danilo Cabral organiza audiência pública  sobre liberdade de expressão em sala de aula

A Comissão de Educação da Câmara Federal, presidida pelo deputado Danilo Cabral (PSB/PE), aprovou um requerimento para a realização de audiência pública para tratar da coação, estimulada por agentes públicos, sobre a livre expressão de docentes em sala de aula.

O requerimento é de autoria do presidente da Comissão, Danilo Cabral, e convida representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação; da União Brasileira de estudantes secundaristas (UBES) e da Associação Nacional de Pós-Graduação.

A audiência pública vai tratar do estímulo ao “patrulhamento” de estudantes sobre manifestações políticas-ideológicas de professores em sala de aula. Na última semana, a deputada estadual eleita por Santa Catarina Ana Caroline Campagnolo (PSL) fez uma publicação em redes sociais, solicitando alunos de enviarem vídeos de professores em sala de aula que estejam fazendo “manifestações político-partidárias ou ideológicas”.

De acordo com o parlamentar, a ideia de limitar o conhecimento nas escolas não se encaixa nos moldes de governos atuais. “A dimensão da cidadania está associada à liberdade de pensamento, principalmente em sala de aula. Por se tratar de um tema de grande relevância e valia, a Comissão precisa participar desse debate”, explicou Danilo.

A data para a realização da audiência ainda será definida.

Deputado Federal Danilo Cabral (PSB-PE)

Assessoria de Comunicação

Postado em Política | Por

nov 1

1 novembro 2018

Paulo Câmara sanciona lei que torna a capoeira Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Pernambuco

A sanção da Lei, realizada no Palácio do Campo das Princesas, nesta quarta-feira, valoriza e reconhece a importância da manifestação cultural
 
Bem cultural caracterizado como jogo, luta e dança, a capoeira é, agora, Patrimônio Cultural Imaterial do Estado de Pernambuco. O governador Paulo Câmara sancionou a lei, nesta quarta-feira (31.10), no Palácio do Campo das Princesas, como forma de fortalecer os laços da cultura e da educação e perpetuar a importância da manifestação cultural na vida dos pernambucanos. O Projeto de Lei nº 1709 de 7 de dezembro de 2017 foi de autoria do deputado estadual Zé Maurício. O texto da lei será publicado no Diário Oficial do Estado de amanhã (1º de novembro).
 
“Fiz questão de sancionar essa lei pela importância do tema e por termos mais um patrimônio consolidado aqui em Pernambuco. Agora, vamos poder levar a capoeira para mais longe. Sabemos da importância da educação e da formação dos nossos jovens. A formação envolve atividades esportivas e culturais, e a capoeira representa isso. Vamos levar essa manifestação cultural para as nossas escolas e dar condições de nossos jovens conhecerem, se aprofundarem e se interessarem para que ela faça parte da vida deles. Queremos desenvolver atividades que tragam o bem e a capoeira faz exatamente isso”, ressaltou o governador Paulo Câmara.
 
Autor do projeto, o deputado Zé Maurício explicou que a proposta foi levada em consideração, primeiramente, pela importância cultural no Estado. “Sabemos que a capoeira tem uma forte incidência sobre a população pernambucana. Antigamente, a capoeira era marginalizada. Hoje, ela é reconhecida como um esporte tanto cultural como também musical. Em decorrência de todo esse processo, começamos a estudar para tornar a capoeira um bem imaterial cultural de Pernambuco. Em 2008, ela foi reconhecida pelo Iphan; em 2014, pela Unesco e, agora, com essa lei, ela será um bem imaterial de Pernambuco”, afirmou o parlamentar.
 
Contramestre de capoeira e pesquisador da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Henrique Kohl, mais conhecido como Tchê, relatou que a valorização da capoeira é uma demanda heterogênea acumulada historicamente e que chega para reconhecer a dimensão identitária do bem cultural no Estado de Pernambuco. “Essa lei vem para valorizar uma capoeira que chega a inúmeras esferas sociais, uma capoeira que estabelece relações horizontais, que tem dimensões educativa, inclusiva e cidadã muito fortes”, destacou o pesquisador, que presenteou o governador com um exemplar do livro Educação e Capoeira, de sua autoria.
 
Em nome dos mestres, contramestres e professores presentes, o Mestre Coca Cola agradeceu ao governador Paulo Câmara e frisou que a capoeira, a cada ano que passa, vem sendo mais reconhecida. “Nos sentimos honrados por estarmos vivendo esse momento. A cada ato como esse de que participo, me vejo saindo um pouco da senzala. A capoeira ainda está muito deslocada devido às consequências da sociedade, porém, cada dia mais, vamos saindo dessa realidade”, frisou. 
 
Estiveram presentes na solenidade, o deputado estadual Nilton Mota; o ex-deputado e ex-prefeito Severino Cavalcanti; os mestres de capoeira Galvão, Peu, Macarrão e Dendê; os contramestres Melodia e Topeira; e o professor Cajueiro.
 
Fotos: Roberto Pereira/SEI

Betânia Castro
Gerente de Relações com a Imprensa


Postado em RECIFE | Por

nov 1

1 novembro 2018

Patriota reuniu trade turístico para apresentar potencialidades de Afogados

Com a chegada de um voo regular da empresa azul ao Sertão do Pajeú, aumentou o interesse do trade turístico nas potencialidades da região. O Prefeito de Afogados da Ingazeira reuniu ontem (31) profissionais do turismo, no hotel Brotas, para apresentar ao segmento as potencialidades do município. Ele esteve acompanhado do Vice-Prefeito Alessandro Palmeira e da Secretária de Administração, Flaviana Rosa.

Para um público formado por agentes de viagem, guias turísticos, representantes do setor hoteleiro e jornalistas do segmento turístico, o Prefeito apresentou diversos vídeos mostrando o potencial da cidade e atrativos importantes como a Serra do Giz e suas inscrições rupestres, a beleza arquitetônica da catedral do Senhor Bom Jesus dos Remédios, o cineteatro São José, o museu do Rádio, a infraestrutura hoteleira e de receptivo. Tiago Késsio e Mateus Abel recitaram versos de poetas do Pajeú, mostrando a riqueza poética da região.

“O Pajeú como um todo tem muitos atrativos, seja em sua geografia privilegiada, seja na riqueza da sua cultura, dos seus poetas e cantadores, suas igrejas, a religiosidade do seu povo, enfim, temos muito a mostrar aos turistas. Precisamos aprender a vender bem nossas potencialidades. Esse encontro é uma troca. Mostramos o que temos e aprendemos como atrair os turistas, segmento importante para alavancar nossa economia,” destacou o Prefeito Patriota. 

Patriota também chefiou uma delegação de Afogados a um encontro do segmento do turismo realizado esta semana em Triunfo, no Centro de convenções do SESC, reunindo diversas Prefeituras do Pajeú cujos municípios serão beneficiadas com o Aeroporto sediado em Serra Talhada.

Afogados da Ingazeira apresentou o estande com as belas roupas da Moda Matuta, divulgação do Hotel Brotas e o empresário, Antonio Ângelo, que representou a rede gastronômica da cidade.

Durante o Voo do Desenvolvimento, aconteceram rodas de negócios entre as empresas participantes, e a roda de debate com os representantes da ABAV (Associação Brasileira de Agentes de Viagens), FECOMÉRCIO, Sebrae, CDL Serra Talhada, e os Prefeitos João Batista (Triunfo), Djalma Alves (Solidão) e José Patriota (Afogados).

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

Postado em Notícias, Sertão | Por

out 31

31 outubro 2018

Senador Armando Monteiro diz que fusão adotada por Bolsonaro não deu certo no governo Collor

Armando avalia como erro fusão de ministérios: “O Brasil não precisa de um czar na economia”

 

Senador critica extinção da Indústria e Comércio e avalia que “superministério foi adotado no governo Collor e não deu certo”

O senador Armando Monteiro (PTB) avaliou como um erro do governo eleito a ideia de criar o superministério da Economia, fundindo Fazenda, Planejamento e Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). Líder empresarial respeitado em todo o país e ex-ministro da Indústria, Armando criticou as declarações sobre o setor produtivo feitas pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. Na avaliação do senador pernambucano, a fusão dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente é uma medida “extravagante”, além de afirmar que as mudanças não trarão economia aos cofres públicos. Veja abaixo os principais trechos da entrevista concedida por Armando ao programa de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, do Recife, na manhã desta quarta-feira (31):

Sobre declarações de Paulo Guedes

“Eu responderia dizendo: vamos salvar a indústria apesar dos economistas. Eu vejo muito mal uma posição de alguém que ainda não assumiu a pasta, de alguém que não detém uma maior experiência na gestão pública, que não faz uma interlocução com os setores da chamada economia real e já sai, antes mesmo de assumir, revelando preconceitos, criando uma indisposição com os setores. É um mau sinal. Ele precisa compreender adequadamente a natureza das demandas”.

Superministério da Economia

“Essa ideia de superministério foi adotada ao tempo do Governo Collor e não deu certo. O Brasil não precisa de um czar na economia. Evidentemente que a política econômica precisa de uma coordenação fina entre a política monetária, a política cambial, a política fiscal, mas no mundo inteiro os setores produtivos se representam através de um canal próprio no governo, o que não significa dizer que não passe por uma mediação do ministro da Fazenda. Os países desenvolvidos possuem um Ministério da Indústria, porque você tem que ter essa interface com o setor produtivo”.

Extinção do Ministério da Indústria e Comércio Exterior

“Você deixar de ter um canal de interlocução com o setor produtivo, secundarizar isso, é preocupante. O que é que será agora a área de indústria e comércio exterior? Vai ser uma secretaria vinculada a esse superministério da Economia. Você vai conferir poderes demais a esse ministro e vai tornar essa interlocução com os setores produtivos uma coisa secundária. Na experiência internacional, isso não existe. Então, eu lamento que essa questão possa ser resolvida de supetão. Essa figura do superministro não funciona, a meu ver, e lamento mais ainda que o ministro já chegue revelando tantos preconceitos. Eu lamento que isso possa ter sido decidido dentro de um grupo tão pequeno, sem ouvir os setores produtivos”.  

Importância do Ministério

“O ministério tem uma estrutura, tem uma área que trata de política industrial e de todo o atendimento das demandas do setor industrial, tem uma área de comércio exterior, tem uma Secretaria de Comércio e Serviço que trata da situação da atividade comercial no país. Você recebe (demandas) de toda parte… da política comercial em relação ao mundo, a negociação dos acordos comerciais, toda a política de defesa comercial, antidumping, para proteger setores da indústria de práticas desleais de comércio. Portanto, o Mdic tem uma estrutura que foi formada ao longo do tempo. É uma estrutura que atua fortemente na definição das políticas industriais, na gestão de todos os problemas na interlocução da indústria com o governo, na promoção dos acordos comerciais, na definição de políticas de defesa comercial e toda a interlocução também com o setor comercial brasileiro. É uma entidade que cumpre um papel muito importante, não estou dizendo isso porque fui ministro, é porque essa estrutura foi ao longo dos anos se fortalecendo”.

Fusão de Agricultura e Meio Ambiente

“Parece-me uma coisa totalmente equivocada. Você veja, por exemplo, meio ambiente não se refere apenas à Agricultura. Qualquer obra de infraestrutura passa por uma avalição de meio ambiente. Se você discute, por exemplo, saneamento, isso tem uma interface na área de meio ambiente. Portanto, você colocar essa área dentro do Ministério da Agricultura é algo que me parece extravagante, não tem realmente sentido”.

Fusões sem redução de gastos

“Essas reduções de ministérios, elas se apoiam em uma premissa que se revela ao final falsa, que é de que isso vai produzir uma grande economia na máquina pública. Na realidade, vão mudar as caixas. Essas estruturas dos ministérios que vão ser incorporados se transformam em secretarias, a estrutura permanece, e ao final essa economia não se confirma. Então, o que se faz é uma ação simplificadora que não resulta em ganhos de eficiência e desempenho da máquina pública”.

 
Assessoria de Imprensa do senador Armando Monteiro (PTB)


Postado em Política | Por

out 31

31 outubro 2018

Presidente Bolsonaro em vídeo promete ir a Serra Talhada


A Capital do Xaxado tornou-se rota dos presidentes, após as visitas de Dilma, agora é a vez de Bolsonaro que promete visitar  Serra Talhada, uma declaração em vídeo quando aguardava a hora do voo comercial.


Postado em Política, Sertão, Vídeo | Por

out 31

31 outubro 2018

Miguel Coelho sanciona lei para criar novas escolas em tempo integral

Foto:Ascom

Com a meta inicial de criar dez escolas até 2020, o projeto que institui o Programa Municipal de Educação Integral (ProMEI) foi sancionado pelo prefeito Miguel Coelho nesta segunda-feira (29). A iniciativa visa criar uma política pública permanente para manter as crianças por mais tempo nas salas de aula, com mais qualidade no aprendizado e redução na evasão escolar.
A Lei Municipal 3.108 estipula nessas novas escolas uma carga horária de 9 horas, divididas em aulas de 50 minutos, além dos períodos para refeição e descanso. O conteúdo de ensino seguirá a Base Nacional Comum Curricular. O ProMEI ainda pretende adotar nas salas de aulas novos métodos para facilitar o ensino com uso de tecnologia.
Segundo Miguel Coelho, a Prefeitura de Petrolina já deve implantar as duas primeiras escolas em tempo integral no próximo ano. “Já temos a melhor educação de Pernambuco entre as cidades com mais de 100 mil habitantes. Mas o petrolinense sempre exige mais e queremos ser referência nacional. Acredito que com esse programa municipal vamos avançar ainda mais, com duas escolas já no próximo ano e até 2020, dez unidades em vários bairros de Petrolina”, destaca o prefeito.
Atualmente, a rede municipal conta com 80 unidades escolares do ensino fundamental. Apenas uma delas é integral, a Escola Domingos Sávio, no bairro Gercino Coelho, que foi criada ainda gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra.
Junior Vilela
Assessor de Imprensa do prefeito Miguel Coelho

Postado em Sertão | Por

out 31

31 outubro 2018

Cemitérios de Sertânia passam por serviços de manutenção

Foto:Ascom

Centenas de pessoas deverão comparecer aos cemitérios do município de Sertânia na próxima sexta-feira, dia 02 de novembro, Dia de Finados. Por isso o Governo Municipal, através das Secretarias de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana e Infraestrutura e Projetos Especiais, realizou trabalhos que promoveram melhorias nos cemitérios da sede, distritos e povoados.

Os locais receberam serviços de limpeza e pintura, as comunidades beneficiadas foram: Umburanas, Várzea Velha, Caroalina, Rio da Barra, Albuquerque Né, Algodões, Moderna, Cruzeiro do Nordeste, Henrique Dias e Maniçoba.

No cemitério de Umburanas está sendo implantado sistema de iluminação e nos cemitérios de Moderna, Henrique Dias e Pernambuquinho estão sendo feitas melhorias na rede de luz já existente. Os locais passam regularmente por trabalhos de preservação.

Colaboração da Assessoria de Imprensa


Postado em Sertão | Por

Página 20 de 1.051« Primeira...10...1819202122...304050...Última »