Publicidade


nov 24

24 novembro 2015

Barragem de Ingazeira e Adutora do Pajeú na visita do diretor do DNOCS ao Pajeú


Publicidade



scale-750x750-7Em contato com o Prefeito de Ingazeira Luciano Torres, o novo Coordenador Estadual do Dnocs em Pernambuco, Emílio Duarte de Souza e Silva, confirmou para os próximos dias duas visitas a região.

Na sexta-feira estará na área da Barragem da Ingazeira para supervisionar a obra e tratar das indenizações ainda pendentes.

Em contato com a produção do Rádio Vivo, o gestor Ingazeirense revelou que na próxima semana Dr. Emilio voltará a região para cuidar da obra da Adutora do Pajeu que abreviada solucionará o abastecimento de água das cidades de São Jose do Egito, Tuparetama, Ingazeira e Iguaracy.

Do Rádio Vivo com Anchieta Santos


Postado em Sertão | Por

nov 23

23 novembro 2015

Tadeu Alencar reforça campanha contra a flexibilização do Estatuto do Desarmamento

FOTO1
“Estamos iniciando por Pernambuco uma cruzada contra uma temeridade. A flexibilização do Estatuto do Desarmamento é uma tentativa de desmontar o esforço de muita gente que se empenhou nesse país para promover uma cultura de paz”. A advertência foi feita pelo deputado Tadeu Alencar (PSB), nesta segunda-feira (23), ao discursar durante o ato suprapartidário pela preservação e fortalecimento do Estatuto do Desarmamento, realizado no Palácio do Campo das Princesas e já batizado de “Movimento menos armas, mais vida”.

Comandado pelo governador Paulo Câmara, o evento contou com a participação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, do presidente do Senado, Renan Calheiros, vários parlamentares federais e estaduais de diversos partidos, além de especialistas em segurança pública e representantes da sociedade civil. Todos tendo em comum a preocupação de evitar a aprovação do projeto de lei, em tramitação no Congresso Nacional, que permite às pessoas andarem armadas nas ruas.

ROBERTOPEREIRA1
Esse projeto, de acordo com o deputado socialista, faz parte de uma agenda conservadora que vem sendo equivocadamente debatida por alguns parlamentares no Congresso. “Essa agenda conservadora nos preocupa. Não podemos continuar discutindo retrocessos, a exemplo de propostas como a redução da maioridade penal, da precarização das relações de trabalho ou do projeto do presidente da Câmara que dificulta a punição de agressores de mulheres vítimas de estupro. São absurdos que sequer deveriam ter sido colocados em pauta”, afirmou Tadeu Alencar.

Publicidade


Em sua fala, o parlamentar lembrou que esteve ao lado do ex-governador Eduardo Campos quando teve início a construção do Pacto pela Vida em Pernambuco, um programa de combate à violência que serviu de exemplo para todo o Brasil. “Faz todo sentido que hoje estejamos novamente iniciando por Pernambuco essa nova cruzada. Nosso Estado tem uma tradição libertária e insurgente, e vamos mostrar ao País que segurança pública não é apenas assunto de polícia”, disse Tadeu, defendendo a implementação de políticas públicas modernas de combate à violência. “Precisamos é fortalecer o Estatuto do Desarmamento. Que esse ato de hoje sirva de exemplo para o Brasil”, completou.

Por sua vez, o governador Paulo Câmara reforçou que o Estatuto do Desarmamento dialoga diretamente com as políticas de segurança do Estado. Segundo ele, o Pacto pela Vida tem atuado incessantemente na redução de homicídios e, sobretudo, na preservação de vidas. “Este foi o pontapé inicial de uma discussão que já vinha sendo feita no Brasil, mas que, nos últimos meses, temos aprofundado. Diante do desafio que é fazer segurança pública no Brasil, Pernambuco sabe que a flexibilização do estatuto precisa ser combatida incansavelmente”, defendeu o governador.

Para o ministro José Eduardo Cardozo, o projeto em tramitação é um retrocesso, e que o ato suprapartidário desta segunda-feira é a chance de dialogar contra essa possibilidade de recuo nas políticas públicas contra a violência. “Armas não são instrumentos de defesa. Armas são instrumentos de ataque”, resumiu.
O presidente do Senado Renan Calheiros afirmou que não há como ter certeza de que a matéria será aprovada pelo Congresso, mas prometeu combate-la. “A mobilização social vai influir diretamente, tanto na Câmara quanto no Senado. A flexibilização é um retrocesso e o parlamento não pode se associar com esses mercadores de vida”, concluiu.

Considerado uma das maiores autoridades na área no País, o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, participou do ato e defendeu a aplicação de uma pena mais dura para quem faz uso de armas de fogo. “O cidadão comum não quer andar armado. Ele tem vergonha de ter que portar uma arma. Ele pode dizer que não tem segurança. Então, vamos canalizar os esforços para melhorar a segurança”, afirmou.

Da Assessoria de Imprensa do deputado federal Tadeu Alencar


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

Conab descumpre decisão judicial por não empossar aprovados em concurso

Condenada pela justiça em ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está obrigada a convocar os candidatos aprovados para o cargo de Analista/Direito, ainda que em cadastro de reserva. No entanto, a companhia teve o prazo de 30 dias para cumprir a decisão judicial, mas não tomou as providências. Diante do descumprimento, nesta quinta (19), o MPT solicitou ao judiciário a aplicação de multa.

A multa prevista na sentença pelo descumprimento é de cinco mil reais por candidato não convocado, reversíveis ao Fundo de Amparo ao Trabalhador. De acordo com a procuradora do Trabalho à frente do caso e autora da ação, Lívia Viana de Arruda, a entidade possui contrato com escritório de advocacia para realização dos serviços jurídicos quando há candidatos aprovados em certame público aguardando, desde dezembro de 2014, nomeação para o cargo.

A procuradora reforça que a prática do órgão não é um ato isolado. “Há vários anos, a Conab vem se utilizando da contratação de escritórios de advocacia terceirizados, o que já foi, inclusive, objeto de censura pelo Tribunal de Contas da União e pela Controladoria-Geral da União”, diz.

Entenda o caso

A Conab realizou concurso público no ano de 2014 visando ao preenchimento de uma vaga de Analista/Direito e formação de cadastro de reserva. O certame foi concluído em dezembro de 2014 e apenas dois candidatos foram empossados. Em março deste ano, o MPT recebeu denúncia de que o órgão possui contrato de prestação de serviços com sociedade de advogados enquanto os aprovados aguardam nomeação.

Durante a investigação, o MPT verificou que a Conab estava promovendo novo cadastramento de sociedades de advogados em detrimento da nomeação dos candidatos do cadastro de reserva. Diante disso, a procuradora responsável pelo inquérito decidiu ajuizar ação civil pública. No dia 16 de outubro deste ano, a justiça do trabalho condenou a empresa a empossar os aprovados no prazo de 30 dias, além de extinguir os contratos com sociedades de advogados em 60 dias.

Cadastro de reserva

Lívia lembra que o candidato aprovado em cadastro de reserva deve ser nomeado quando houver terceirização da função para a qual ele fez concurso, ou seja, se houver preterição. “O concorrente aprovado em cadastro de reserva tem o direito subjetivo de ser nomeado para cargo ou emprego público quando a Adminsitração Pública deixar de convocá-lo porque promoveu a contratação temporária de terceiros para a mesma atividade, como aconteceu com a Conab”.

Assessoria de Comunicação

Mariana Banja

Publicidade


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

Congresso aprecia veto de Dilma aos efeitos da PEC da Bengala para todos os servidores públicos

Bonecos - Desembargador 034

O Congresso Nacional deve apreciar nesta terça-feira (24), em sessão conjunta, vetos da presidente Dilma Rousseff. Dentre esses vetos está o projeto de autoria do senador José Serra (PSDB), que estende os efeitos da “PEC da Bengala” para todos os servidores públicos. O presidente da Associação Nacional dos Desembargadores, o pernambucano Bartolomeu Bueno, que há anos vem encampando essa luta a favor da extensão da PEC para todo o funcionalismo público, afirmou que vai acompanhar a votação de perto.

Bartolomeu Bueno vem se articulando com as principais lideranças da Câmara e do Senado Federal em prol da rejeição ao veto da chefe do poder executivo. A sessão marcada para às 19h depende da presença da maioria absoluta dos deputados e senadores.

Segundo o desembargador, essa proposta além de contribuir com o atual momento de crise financeira nacional, gerando uma economia da ordem de R$ 1,5 bilhão, por ano, também traria o benefício de reter a experiência profissional desses servidores em prol da melhoria dos serviços públicos.

“Considerando que a presidenta Dilma Rousseff sancionou, recentemente, a Lei 13.183, que institui nova regra para aposentadoria que varia progressivamente de acordo com a expectativa de vida da população brasileira, entendemos que o veto mostra-se incoerente com a finalidade social e econômica da referida Lei”, acrescentou Bartolomeu Bueno.

PEC da Bengala – Emenda Constitucional que altera de 70 para 75 anos de idade a aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e de outros Tribunais Superiores.

Assessoria de Imprensa

Associação Nacional dos Desembargadores


Publicidade


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

Paulo lidera ato suprapartidário contra a flexibilização do Estatuto do Desarmamento

Pernambuco inicia discussão nacional sobre a preservação da vida e o fortalecimento da regulamentação

Sob a liderança do governador Paulo Câmara, parlamentares, especialistas em segurança pública e representantes da sociedade civil reuniram-se no Palácio do Campo das Princesas, nesta segunda-feira (23/11), em um ato suprapartidário pela preservação e fortalecimento do Estatuto do Desarmamento. O movimento – pioneiro no Brasil – é uma resposta ao risco de forte retrocesso nas políticas de controle da violência com a possibilidade da aprovação do projeto de lei, em tramitação no Congresso Nacional, que permite às pessoas andarem armadas nas ruas.

O chefe do Executivo estadual afirmou que fortalecimento do Estatuto dialoga diretamente com as políticas de segurança do Estado, que, através do Pacto pela Vida, tem atuado incessantemente na redução de homicídios e, sobretudo, na preservação de vidas. Desde 2004, Pernambuco já recolheu mais de 10 mil armas.

“Esse foi o pontapé inicial de uma discussão que já vinha sendo feita no Brasil. Mas que, nos últimos meses, temos nos aprofundado. Pernambuco, diante do desafio que é fazer segurança pública no Brasil, sabe que a flexibilização do Estatuto do Desarmamento precisa ser combatida incansavelmente”, defendeu o governador.

Em concordância com as palavras de Paulo, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ressaltou que o projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional é um retrocesso e que o ato suprapartidário é uma chance de dialogar contra essa possibilidade de recuo nas políticas públicas contra a violência. “Armas não são instrumentos de defesa. Armas são instrumentos de ataque”, resumiu o ministro.

Para o presidente do Senado, Renan Calheiros, não há como ter certeza de que a matéria será aprovada pelo Congresso Nacional, mas assegurou que a sociedade vai se mobilizar para fortalecer o Estatuto do Desarmamento e se unir em prol de políticas de segurança. “A mobilização social vai influir diretamente, tanto na Câmara, quanto no Senado. A flexibilização é um retrocesso e o parlamento não pode se associar com esses mercadores de vida”, argumentou.

Considerado uma das maiores autoridades na área no País, o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, defendeu ainda a aplicação de uma pena mais dura para quem faz uso de armas de fogo. “O cidadão comum não quer andar armado. Ele tem vergonha de ter que portar uma arma. Ele pode dizer que não tem segurança. Então, vamos canalizar os esforços para melhorar”, argumentou, assegurando que o ato é uma clara demonstração da vontade de boa parte dos cidadãos.

O deputado federal Raul Jungmann pontuou ainda que a flexibilização do estatuto é impulsionada pela industria bélica brasileira, que é segunda maior do Hemisfério Sul. “A industria bélica financia esse propósito, visando apenas desregulamentação do mercado. Essa desregulamentação pode aumentar os lucros, mas vai aumentar também as mortes”, alertou o parlamentar.

REPACTUAÇÃO – Destacando que as estratégias e custos com as políticas de segurança pública no Brasil recaem para os Estados, o ministro José Eduardo Cardozo defendeu uma repactuação das obrigações entre entes da federação. “É fato que o Brasil é um país violento. É fato que nós temos que estar juntos para enfrentar essa violência. É fato que hoje o Governo Federal pretende dialogar com os Estados na formação de um pacto de redução de homicídios, onde vários elementos foram aqui trabalhados em Pernambuco, com o Pacto pela Vida, lançado pelo ex-governador Eduardo Campos”, salientou o ministro.

Paulo Câmara frisou que os avanços conquistados pelo Pacto pela Vida em Pernambuco nos últimos anos contribuem para um amplo debate nacional sobre a segurança pública. “Esse não é um tema só de Pernambuco. É um tema para todos os Estados e para o Governo Federal. Precisamos ter um trabalho cada vez maior em nossas fronteiras e ver uma forma de estarmos mais interligados, utilizando nossas inteligências em favor da vida”, sacramentou o governador.

Fotos: Roberto Pereira/SEI


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

Sem dinheiro para aquisição de remédios vereador denuncia Secretaria de Saúde de Tabira por gastar alto com lanches e almoço

farra-com-o-dinheiro-do-povo-79954Na 1ª quinzena de novembro o vereador Zé de Bira, falando a Rádio Cidade FM criticou a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Tabira que mesmo sem dinheiro para a aquisição de remédios, fez a contratação da empresa Andrezza Albertina Guimaraes e Silva Torres, pagando por R$ 78.964,00 para qualificação dos profissionais do Programa de Saúde da Família.

E agora surge para a imprensa o alto valor cobrado pela alimentação durante o curso. Lanche custa R$ 20,00 e almoço R$ 30,00.

Ao saber dos valores outro vereador se surpreendeu e emendou: “Nossa, com esse preço então o pessoal tá comendo no Spettus”?

Por Anchieta Santos


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

Derrotado em Serra Talhada o Afogados tem a obrigação de golear no próximo jogo no Carneirão

escudo_afogados4×2 foi o placar a favor do Vitória na 1ª partida da semifinal do Campeonato Pernambucano Sub-23, similar a 2ª sobre o Afogados FC. Josi 3 e Silas anotaram os gols do Vitória, enquanto o garoto Nem que entrou na fase de complemento descontou com 2 gols para o Afogados.

A renda no estádio Pereirão em Serra Talhada foi de R$ 1.390,00 para um público 173 expectadores.

Com a derrota de 4 a 2 o Afogados para garantir vaga na 1ª divisão precisará da vitória com diferença de 3 gols no jogo que acontece 4ª feira 8 da noite no estádio Carneirão.

Do Rádio Vivo


Postado em Notícias | Por

nov 23

23 novembro 2015

SÃO JOSÉ DO BELMONTE//Deputado Rogério Leão e o prefeito Marcelo Pereira lançam Dr.Vital pré-candidato a prefeito

80Depois de vários campanhas sem sucesso em Belmonte contra o grupo político do deputado Rogério Leão (PR), o médico Dr.Vital (PSD) agora segue como pré-candidato a prefeito em união com o prefeito Marcelo Pereira e o deputado Rogério Leão.

70Segundo o Tribuna Belmontense foi um pedido do governador Paulo Câmara para que o Dr.Vital represente o PSB em 2016, onde teve a aceitação e o apoio de nomes como Adé Feitosa, o deputado Rogério Leão e secretário dos transportes Sebastião Oliveira.

A expectativa é que muitos nomes devem acompanhar Dr.Vital após essa aliança histórica em São José do Belmonte.

Fotos:Tribuna Belmontense

 


Postado em Política | Por

nov 22

22 novembro 2015

Lucas Ramos: alterar o Estatuto do Desarmamento é ir contra a vida‏

Arte - Lucas Ramos em defesa da vidaDeputado estadual convoca população a se manifestar contra o projeto de lei que facilita o acesso, o porte e a posse de armas de fogo

Sob o comando do governador Paulo Câmara (PSB), autoridades locais e nacionais participam de ato em apoio ao Estatuto do Desarmamento nesta segunda-feira (23) no Palácio do Campo das Princesas. O movimento vai reforçar a posição contrária dos líderes pernambucanos em relação ao Projeto de Lei Nº 3722/2012, que altera as regras de acesso, porte e posse de armas de fogo em todo o território nacional. O tema está em discussão no Congresso Nacional e foi aprovado no final do mês passado pela Comissão Especial responsável pela sua análise.

O deputado estadual Lucas Ramos (PSB), primeiro a posicionar-se, na Assembleia Legislativa, contra a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, estará presente no ato. Ele utilizou as redes sociais para convocar a sociedade. “Não podemos dar um passo para trás nas políticas de segurança pública permitindo, por exemplo, que jovens de 21 anos possam comprar até nove armas”, cita um dos trechos da postagem na página oficial do parlamentar. “Nossa posição é a favor da vida. Armar a sociedade civil não é a solução para combatermos a violência”, afirma Lucas Ramos na publicação.

Um dos pontos mais criticados pelo parlamentar é a liberação de armas para pessoas com antecedentes criminais, respondendo a inquérito policial ou a processo criminal. “Estaríamos dando aval para que pessoas criminosas ou em conflito com a sociedade possam andar armadas. Isso é inadmissível. A simples existência do Projeto de Lei é uma vergonha para o Brasil”, declara.

O ato será realizado às 10h na sede do Governo do Estado e é aberto ao público. Será o pontapé inicial de um movimento que pretende espalhar-se pelo Brasil contando com o apoio de lideranças políticas e sociais. Já confirmaram presença o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), o ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, e a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki. O governador Paulo Câmara convidou todos os governadores do Nordeste, além das bancadas federal e estadual de Pernambuco. Também estarão presentes representantes de organizações sociais como a Rede Desarma Brasil, o Movimento Vida em Paz e Associação Nacional de Praças Policiais e Bombeiros Militares.

Sugestão de legenda para a arte:

Publicação do parlamentar no Facebook convoca a população para o ato em favor do Estatuto do Desarmamento

Felipe Salgado
Assessor de Imprensa
Barto Bittencourt
Jornalista


Postado em Notícias | Por

nov 22

22 novembro 2015

Hora de conferir o resultado do Serra da Sorte, 22 de novembro de 2015


Como sempre vários ganhadores fazem a festa no Serra da Sorte, todo domingo tem prêmios valiosos.

As cartelas para o próximo sorteio estão a venda nos pontos e vendedores autorizados, boa sorte !


Postado em Sertão | Por

Página 507 de 753« Primeira...102030...505506507508509...520530540...Última »