Publicidade


abr 17

17 abril 2015

Travessa 07 de setembro é a rua do esgoto

Publicidade


A preocupação gerada pelo transtorno causado pela obra do saneamento é temporária, há expectativa em torno da obra que vai trazer qualidade de vida para a população.

Em uma boa parte da cidade a obra avança, muitos reclamam, outros elogiam, existe um choque de opiniões diante da desinformação, o transtorno realmente existe.

20150417155102

20150417160840

Os moradores da Travessa 07 de setembro em Afogados da Ingazeira, um ponto de referência é a Escola José Rodrigues de Brito, lá não existe o famoso projeto do saneamento, pelo menos nesse local, os moradores ainda aguardam pela empresa, mas infelizmente está fora do projeto de saneamento.

Agora todos querem um providência para acabar com um grande número de esgotos abertos, mau cheiro, mosquitos, isso incomoda.

O Secretário do POVO enviou sua equipe quando acionada por estes moradores, todos querem uma solução, estamos repassando para a Secretaria de Infraestrutrua, aguardando agora a solução, acabar com o esgoto a céu aberto.


Postado em Sertão | Por

abr 17

17 abril 2015

Pecuaristas chilenos conhecem platação de palma do IPA em Arcoverde‏

Criadores chilenos de bovinos de corte e professores da UFPE visitaram a Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em Arcoverde, na segunda-feira (13/04). O objetivo foi obter informações sobre o cultivo da palma forrageira, saber as vantagens e desvantagens frente às gramíneas, a fim de introduzir a palma na dieta dos animais das respectivas propriedades, localizadas no semiárido chileno.

DSCF4011

Publicidade

Eles obtiveram informações sobre o trabalho desenvolvido pelo IPA, por meio das publicações científicas do pesquisador Djalma Cordeiro. “O Chile planta a palma de fruto para consumo humano, mas não possui tecnologia nem tradição para produção da palma forrageira para alimentação animal”, explica Cordeiro. Além dessa visita, eles também conheceram a fazenda Várzea Alegre, em Pesqueira, acompanhados dos pesquisadores Júlio Zoé, Djalma Cordeiro, Maria da Conceição e Sérvulo Siqueira.

Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) – www.ipa.br

Núcleo de Comunicação


Postado em Notícias | Por

abr 17

17 abril 2015

A Casa de Bobô repete sax e violão clássicos com Edieck e Cacá Malaquias

Hoje o restaurante Casa de Bobô, repete a apresentação de Cacá Malaquias e Ediek José, apresentação de sax e violão clássicos.

Esse é mais um convite da empresária, Evângela Vieira, o endereço é Praça Arruda Câmara, centro de Afogados da Ingazeira.


Publicidade


Postado em Sertão | Por

abr 17

17 abril 2015

Escola Técnica de Belmonte está bem próximo de ser entregue

O trabalho de conclusão da Escola Técnica de São José do Belmonte segue a todo vapor, a obra está nos últimos momentos.

20150416104151

Uma conquista para o povo de Belmonte de mais de R$ 9 milhões, a informação é que o próprio governador, Paulo Câmara deverá inaugurar ao lado do prefeito Marcelo Pereira e do deputado estadual Rogério Leão, além de autoridades e convidados.

A data será anunciada nos próximos dias.


Postado em Sertão | Por

abr 17

17 abril 2015

Socialistas recebem Marina Silva e tribos indígenas para debater a PEC 215‏

A Liderança do PSB e a bancada socialista na Câmara receberam, nesta quarta-feira (15), a ex-senadora e candidata a presidente nas eleições 2014, Marina Silva. Em companhia dos representantes de tribos indígenas e demais autoridades do ramo, Marina alertou aos parlamentares a necessidade de avaliar a PEC 215/00, que aprova a demarcação das terras tradicionalmente ocupadas pelos índios e a ratificação das demarcações já homologadas em território nacional.

“Esse ato trata-se da primeira agenda pública para articular assuntos políticos, desde a campanha eleitoral pelo PSB. O Congresso quer revisar unidades de conservação indígenas já criadas, o que extrapola todos os limites do razoável. Esta é uma articulação transpartidária e suprapartidária, e os indígenas querem o cumprimento da constituição”, destacou Marina.

O Cacique Marcos, membro da tribo pernambucana Xucuru, frisou que o movimento indígena, como de costume, vem pautando as questões relativas aos seus interesses e às suas vidas. “Hoje contamos com a companheira Marina para essa caminhada e, nesse sentido, gostaríamos que os senhores avaliassem a PEC 215 e que pudéssemos entrar em acordo, pelo fato de dependermos daqueles territórios para nossa sobrevivência física e cultural.”

1

3

Marcos também reafirmou que os índios não são contra o crescimento do Brasil e o desenvolvimento da economia nacional. “Se aqui os senhores representam a população brasileira, nós também somos cidadãos e merecemos ser consultados a respeito desse projeto. Não somos contra o País, mas nesse cabo de guerra quem saiu perdendo fomos nós. Se hoje já é difícil demarcar terras, imagina se passarmos por uma nova avaliação de tudo que já conquistamos”, concluiu.

O deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) participou da reunião e parabenizou a atitude e o trabalho do grupo. “Gostaria de lembrar a todos que fiz parte da constituinte de 88 e lembro bem da briga que tivemos para assegurar o direito dos índios. Tenho certeza de que essa caminhada de encontro aos líderes do Congresso vai surtir efeito e essa PEC vai ‘morrer’”, disse Patriota.

Na condição de vice-líder do PSB, o deputado Paulo Foletto (ES), falou em nome da bancada e garantiu que o partido não poderia agir de outra maneira, que não fosse o interesse responsável pela causa. “Temos enorme respeito pelo nome de Marina Silva e garanto que vamos discutir o tema em reuniões de bancada, com os índios novamente, se for preciso. Vamos respeitar a opinião de todos e deliberar com toda seriedade e carinho que a matéria exige. A perda do território é um abate muito sério para população indígena. Não tenham dúvidas que boa parte da bancada já deferiu posição a favor da causa”, disse Foletto.

No encerramento da reunião, Marina Silva disse que se considera uma “irmã siamesa do PSB”. “Eu tinha sonhado que, no dia que conseguisse o registro da Rede Sustentabilidade, iríamos convidar Eduardo Campos para ser nosso filiado de honra, e que eu seria a filiada de honra do PSB, uma forma de mantermos essa aliança. Fico feliz em ouvir que o partido vai ajudar nesta questão, porque é uma causa da parcela mais frágil da sociedade brasileira, o povo indígena. Só tenho a agradecer vocês e parabenizar pela posição passada aqui hoje.”

Com informações do Portal PSB Na Câmara

Fotos: Sérgio Francês

Por Aline Benevides-jornalista


Postado em Política | Por

abr 17

17 abril 2015

Prefeitura de Afogados da Ingazeira começa a asfaltar ruas do São Braz

A equipe do Secretário do POVO flagrou na tarde desta quinta-feira,17, um trabalho realizado pela Secretaria de Infraestrutura no bairro São Braz.

Um asfalto novo deverá valorizar as residências, alterando o visual daquela comunidade.

20150416103110

A prefeitura possui uma usina de asfalto, a proposta é recuperar todas as vias, isso logo após o trabalho realizado pelo saneamento.

 


Postado em Sertão | Por

abr 17

17 abril 2015

Acusação de vereadores mostra a fragilidade na saúde em Tabira

Reclamando que vão recorrer à justiça para receber as informações das contas da saúde exercido 2013, os vereadores Djalma das Almofadas e Aldo Santana fizeram ontem na Rádio Cidade FM, graves denúncias contra os gastos da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Tabira.

Os parlamentares integram a Comissão Especial de Investigação. Mesmo com o Hospital Municipal fechado para reforma durante 10 meses de 2014, os vereadores apresentaram o demonstrativo de despesas do Fundo Municipal de Saúde totalizando R$ 10,6 milhões de reais.

Destaque para os gastos de quase R$ 4 milhões com atenção básica e R$ 6,1 milhões com Assistência Hospitalar e Ambulatorial.

E aí vem o mais grave apresentado pelos representantes da Comissão Especial: R$ 543 mil reais dos recursos da saúde foram utilizados para despesas com festas (Serviço de instalação, produção, montagem e desmontagem de estrutura para realização de eventos e festividades).

Os gastos com combustíveis em 2014 com a saúde, superaram as mesmas despesas com toda a frota da Prefeitura. A queixa de Aldo e Djalma é de que quando era feio, o hospital funcionava, agora que está reformado e bonito, não funciona mais.

A Comissão de Investigação tem até o dia 23 de abril para realizar os seus trabalhos, mais o prazo deverá ser prorrogado em virtude da falta de informações das despesas da saúde em 2013.

Do Rádio Vivo com Anchieta Santos


Postado em Sertão | Por

abr 16

16 abril 2015

Piso salarial dos professores de Flores é pago em dia, a partir do mês de janeiro e cumpre ao reajuste estipulado pelo MEC

Os professores da rede pública municipal de Flores comemoram, desde janeiro deste ano, o repasse referente ao reajuste de 13,01% sobre os salários efetuados pela Prefeitura.

Os salários dos professores com formação de nível médio (magistério), com uma jornada de 40 horas semanais e carga horária de 200 horas aulas mensais, foi aumentado em 13,01%, e ficou em R$ 1.917,78.

Os demais professores com pós-graduações (especialização, mestrado, etc.) como determina as Grades Vencimentos, tiveram seus vencimentos-base aumentado na mesma proporção, o que demonstra ação de valorização, por parte do Poder Público Municipal, ao professor de Flores.

A professora, da escola municipal Onze de Setembro, Lucineide França de Queiroz, comenta com alegrai o reconhecimento do Governo de Flores, afirmando que “todo professor, de qualquer esfera, merece o mesmo reconhecimento como valorização”. “Somos profissionais que atendem entre 35 a 45 alunos todos os dias numa sala de aula, com de dedicação plena e sem descumprir horário.”

Da Assessoria de Imprensa


Postado em Notícias | Por

abr 16

16 abril 2015

Oposição diz que se o governo não reavaliar o “Pacto pela Vida”, os homicídios devem chegar a 4 mil no fim do ano

Alerta foi feito por entidades ligadas à segurança pública em debate na Assembleia Legislativa

A participação do secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, no debate realizado pela Assembleia Legislativa sobre o Pacto pela Vida, não esclareceu pontos importantes sobre o aumento da violência em Pernambuco no último ano. Desde março de 2014, o Estado não tem cumprido com as metas do Pacto, com incrementos permanentes no número de homicídios. Até o último dia 12 de abril, foram 1.124 mortes, de acordo com levantamento apresentado pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol). Nos três primeiros meses de 2015, o aumento é de 18%, quase 200 assassinatos a mais do que o mesmo período do ano passado.

Realizado a pedido da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa, o debate reuniu além do secretário estadual e parlamentares, entidades ligadas ao setor e especialistas. Ao final, a constatação de que eixos fundamentais para o bom funcionamento do programa não têm sido atendidos, a exemplo da valorização profissional e de um choque de gestão que reúna a liderança direta do governador do Estado e o amplo engajamento de diversas secretarias estaduais e sociedade.

O líder da bancada de oposição, deputado estadual Silvio Costa Filho (PTB), lembrou que o programa foi criado em 2007 justamente para combater um índice de mais de 4 mil assassinatos que vinha se repetindo ano a ano. “A nossa preocupação é que se a violência continuar nesta proporção, este programa pode voltar à estaca zero”, constatou. Silvio acredita que o atual Governo do Estado não tem demonstrado capacidade para liderar um programa desta dimensão. “Não é apenas um secretário que vai resolver os problemas da violência. Isto precisa ser feito a partir de uma parceria muito maior. O governador precisa tratar isto como prioridade, como fez Eduardo Campos”, comparou.

Para Silvio, é preciso que se crie uma segunda etapa do Pacto pela Vida, “com ações concretas que vão desde a contratação de novos agentes da segurança pública, a valorização destes profissionais, a ampliação das parcerias com os municípios e a fiscalização das fronteiras estaduais”.

Mesmo integrando a base do governo Paulo Câmara, o deputado Joel da Harpa (PROS) fez duras críticas ao tratamento dado pela política de segurança pública estadual aos policiais civis e militares. “Precisamos criar o Pacto pela Vida dos policiais de Pernambuco. Não há uma preocupação de quantos policiais morreram nestes oito anos de programa. Quantos morreram de enfarte, por exemplo. A tropa da PM está cansada. Trabalha 12 horas e tem que trabalhar mais oito horas na folga. Eu faço parte da base do governo mas não vou tapar o sol com a peneira”, protestou.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Áureo Cisneiros, voltou a apontar as condições precárias de trabalho dos agentes, a falta de infraestrutura em delegacias e IML’s, e disse que o governador tem feito “ouvido de mercador” às reivindicações da categoria. “Não aguentamos mais esta situação. Pior salário do país, com instalações desumanas. Se tiver que paralisar a polícia civil agora em maio, vamos paralisar. Não dá mais para trabalhar assim. Estamos avisando de antemão”.

Após uma apresentação que reuniu números positivos do Pacto pela Vida, mas que não se ateve aos problemas enfrentados no último ano e nos três primeiros meses de 2015, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, afirmou que o programa é objeto permanente de avaliação por parte do Governo. Estudiosa do tema, a socióloga Ana Paula Portela afirmou que o secretário deixou de esclarecer porque o Pacto não vem dando certo. Para ela, ainda faltam medidas essenciais, como a prevenção social do crime, a falta de informações sobre projetos em andamento e falhas no processo de formação de policiais.

Crédito da foto: Bancada de Oposição/Divulgação


Postado em Notícias | Por

abr 16

16 abril 2015

Comissão especial vai discutir PEC com novos critérios para indicação de ministros do STF

O deputado Tadeu Alencar foi indicado pelo PSB para compor a Comissão Especial que vai discutir, na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional 473, que estabelece novos critérios para a escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A comissão foi instalada na última quarta-feira (15) e já começou a discutir a sistemática do trabalho, que terá um prazo de 40 sessões para que o relatório final seja apresentado para votação em plenário.

A PEC, se aprovada, estabelecerá uma alternância na escolha dos ministros do STF entre o presidente da República e o Congresso Nacional. Atualmente, a indicação cabe exclusivamente ao ocupante do Palácio do Planalto. De acordo com Tadeu Alencar, numa democracia como o Brasil, é importante que o órgão de cúpula do Judiciário possa ter seus membros escolhidos por meio de mecanismos que ofereçam as melhores salvaguardas aos seus próprios integrantes, sem deixar pontas soltas que venham a gerar questionamentos às suas decisões.

“Não é saudável à democracia deixarmos sob a responsabilidade do presidente da República – quem quer que seja ele – o direito exclusivo e imperial de escolher os ministros do Supremo Tribunal Federal”, afirmou o parlamentar, observando, no entanto, que as mudanças pretendidas nos critérios de escolha não têm a ver com a qualidade do presidente da República nem dos ministros do STF, e sim com o atual estágio de maturidade da democracia brasileira. “Por isso, devemos discutir novos critérios, fazendo um grande debate nacional no qual seja ouvida a sociedade civil, representantes do Judiciário, do Ministério Público e do Congresso Nacional”, concluiu Tadeu Alencar.

Foto: Chico Ferreira/PSB

Assessoria de Imprensa

Gabinete Deputado Tadeu Alencar


Postado em Notícias | Por

Página 921 de 1.010« Primeira...102030...919920921922923...930940950...Última »