Publicidade


Pelo visto resta uma esperança para o Brasil com o Papai Noel

22 dez 2014|Postado em:Comunidade

papai-noel-cartas

O Brasil adormeceu na imundície dos escândalos, a corrupção manchou definitivamente a raiz da formação social do Brasil, não é ficção, tudo isso é real, duro de acreditar.

Estava lendo uma matéria em que a presidente Dilma Roussef, atribuiu o desmantelamento da quadrilha que agia na Petrobras ao seu governo, e o mais interessante é que segundo a matéria de Josias de Souza, uma pergunta deixou a presidente sem firmeza nas palavras, como por exemplo, seu partido é protagonista de todo esse escândalo e a presidente tinha o poder na estatal.

Segundo Dilma, o problema da PETROBRAS está no passado, em outros governos, o seu partido jamais, pelo visto todos estão surdos como diz a música.

O que enoja uma pequena parcela da população brasileira são esses protestos com partidos promovendo os movimentos, um jogo “fila da mãe”, o danado é que o exemplo deixado por esse governo será seguido por outros que vieram, e vão dizer, o Lula e a Dilma não fizeram isso e aquilo, porque nós não podemos ? 

Esse gigante apenas levantou pra urinar, na cabeça dos otários como esse blogueiro aqui, é só bagaceira, o país tá dominado, já era, quem disse que vai melhorar, são os otimistas que vendem esse pacote de sucesso, justamente os que estão mais encrencados, pois devem promover um novo perfil, longe do caos que vive a nação.

Toda culpa é do povo, não há ninguém mais responsável por essa imoralidade do que uma parcela da população, é sabido, tá na lei, “todo poder emana do povo” quando elege seus representantes, é um conjunto, isso no Brasil virou moda, é um estilo e está se perpetuando, vejo que isso tudo será sempre o mesmo, o Brasil parou em tudo, só nos resta o Papai Noel, e olhe que o bom velhinho é apenas uma criação que corrompe nossa memória, ele não existe, então estamos ferrados.

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*