Publicidade


Agenda do governador no São Francisco alavanca a economia local

14 ago 2021|Postado em:Notícias, Sertão

 

Foto: Hélia Scheppa/SEI

Durante visita de dois dias ao Sertão, Paulo Câmara realizou ações nas áreas de infraestrutura, educação, rodovias e incentivo aos arranjos produtivos locais

 

Na visita ao Sertão do São Francisco, o governador Paulo Câmara deu continuidade ao Plano Retomada e contemplou diversas áreas. Na quinta-feira (12.08), ele esteve em Afrânio, onde entregou a reconstrução dos 33 quilômetros de extensão da PE-635, que liga os municípios de Afrânio e Dormentes. A intervenção, que faz parte do Programa Caminhos de Pernambuco, recebeu investimentos da ordem de R$ 25 milhões e vai facilitar a logística para o escoamento da produção da ovinocultura para outras cidades pernambucanas e para os Estados do Piauí, Maranhão e Pará.

Ainda no município, o governador autorizou o início do processo de contratação da empresa encarregada das obras de implantação da 2ª etapa de melhoria do Sistema de Abastecimento de Água Integrado Maria Tereza, que vai contemplar 120 mil pessoas. Nessa ação, o investimento é de R$ 1,7 milhão. Finalizando a passagem pela cidade, ele celebrou convênio do Programa Força Local, beneficiando cerca de 225 sócios, com um aporte total de mais de R$ 205 mil.

Em Petrolina, o governador assinou o projeto de lei de Anistia e Remissão de Créditos Tributários de proprietários de motocicletas e motonetas de até 150 cilindradas, vencidos até 31 de dezembro de 2020, além do parcelamento e prorrogação de prazo de recolhimento do IPVA e taxas. A iniciativa visa oferecer estímulo a milhares de pernambucanos que se utilizam desse transporte para o trabalho, e foram prejudicados pelo cenário econômico decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Finalizando o primeiro dia, Paulo Câmara esteve no município de Dormentes, onde também assinou o termo de entrega de convênio do projeto de apoio à implantação e modernização de agroindústria familiar (cozinha industrial), para produção de alimentos com derivados de mandioca, dentro do Programa Força Local. O investimento é superior a R$ 120 mil, beneficiando 50 mulheres sócias e suas famílias. Ele ainda autorizou um convênio entre a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos e a prefeitura, para pavimentação da Rua Jacob Vieira de Carvalho, no valor de quase R$ 1,5 milhão.

Paulo Câmara ressaltou que a série de compromissos no Sertão faz parte do Programa de Retomada, que tem como foco principal a geração de emprego e renda para a população de Pernambuco. “Foram meses muito pesados, nos dedicando quase que exclusivamente à pandemia, mas tivemos tempo para planejar essa retomada da forma que está sendo feita. Estamos acelerando obras que já estavam em andamento, adiantando ordens de serviço para dar início a obras novas e tocando outros projetos importantes. Vamos continuar olhando todas as oportunidades possíveis para seguir fazendo o que o momento exige”, pontuou.


Publicidade



EDUCAÇÃO – Na área de educação, o governador vistoriou as obras da Escola Técnica Estadual (ETE) Professora Maria Amélia de Freitas Araújo, no município de Cabrobó. Com um aporte de mais de R$ 11 milhões, esta será a 51ª ETE da rede estadual. A previsão é de que a unidade seja entregue à população no primeiro semestre de 2022. Ele visitou também a obra de revitalização e ampliação da Escola Municipal Evandro Ferreira dos Santos. A reforma, por meio do programa Educação Integrada, tem investimento na ordem de R$ 1,1 milhão e previsão de ser concluída ainda este ano. Assinou ainda a ordem de serviço para construção da quadra coberta da Escola Indígena Acilon Ciriaco da Luz – Povo Truká, também em Cabrobó. O projeto representa um investimento de R$ 607 mil e a obra deve durar 180 dias.

Paulo Câmara também anunciou novos investimentos para ampliação da oferta de água aos municípios de Cabrobó e Santa Maria da Boa Vista. Ao todo, são investidos R$ 2,9 milhões para melhorar a qualidade de vida de mais de 35 mil pessoas.

Em Petrolina, na quinta-feira (12.08), o governador já havia anunciado a construção de duas quadras dentro do Programa Quadra Viva. A primeira, na Escola Padre Maurílio Sampaio, em Santa Maria da Boa Vista, cuja obra tem duração prevista de 120 dias. A segunda, na Escola Dom Malan, em Petrolina, com duração de 180 dias. Juntos, os dois projetos representam um investimento superior a R$ 1 milhão.

No mesmo município, Paulo Câmara visitou o terreno onde será construído um centro de distribuição do Grupo Mateus. O empreendimento, no modelo BTS (built to suit), vai gerar 250 empregos durante as obras e outros 400 quando estiver em operação. Ao todo, o grupo pretende investir em Pernambuco cerca de R$ 1,7 bilhão. Além deste CD, a empresa pretende construir outro centro (com local ainda a definir) e expandir os negócios com a criação de 41 unidades de varejo para a comercialização de produtos das marcas Mateus, Mix, Eletro e Camino. O prazo estimado para o desenvolvimento do projeto é de cinco anos, sendo as primeiras unidades previstas ainda para 2021, com a criação de 14 mil empregos diretos e indiretos.

Encerrando as agendas no Sertão do São Francisco, Paulo Câmara visitou obras em andamento e anunciou mais duas intervenções fundamentais para o fortalecimento socioeconômico da região. Uma delas é a implantação da PE-499, também chamada de Estrada da Cebola, entre Terra Nova e Cabrobó, que concederá mais competitividade aos produtores do município e dos arredores. Com extensão de 31,96 quilômetros, a obra tem duração prevista de 12 meses, e trará agilidade nas viagens, conforto e segurança para 45 mil habitantes. O investimento é de R$ 48,5 milhões.

O governador também autorizou o início da recuperação e adequação de capacidade da rodovia PE-574, conhecida como Estrada da Uva e do Vinho, entre Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. A intervenção, com extensão de 62,1 quilômetros, beneficiará uma população de 67,5 mil habitantes, contará com investimento de aproximadamente R$ 23 milhões e duração prevista de 12 meses. A recuperação da estrada é fundamental para o escoamento da produção de uva e vinho da região, que gera 10 mil empregos e produz, anualmente, cerca de 20,5 milhões de quilos de uva e sete milhões de litros de vinho, exportados para outros Estados e países.

Por fim, Paulo Câmara visitou obras em andamento, como os serviços na PE-550, que abrangem uma extensão de 46,5 quilômetros, com investimento de R$ 26,6 milhões, e já atingiram o percentual de 40% de execução, devendo estar totalmente concluídos em janeiro de 2022. A requalificação do trecho está beneficiando diretamente mais de 85,5 mil habitantes daquela região, responsável por parte significativa da produção de frutas em Pernambuco.

 

ASCOM

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*