Publicidade


Embaixador de Israel no Brasil visita projetos de irrigação da Codevasf em Petrolina

7 maio 2021|Postado em:Sertão

 

 

Embaixador de Israel no Brasil visita projetos de irrigação da Codevasf — Foto: Reprodução TV Grande Rio

O encontro reuniu representantes da Codevasf, da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e autoridades políticas.

O Embaixador de Israel no Brasil, Shmulik Bass e o Especialista em Agricultura da Embaixada, Ari Fisher estiveram nesta quinta-feira (6) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Os dois conheceram projetos públicos de irrigação implantados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevaf).

“A ideia é pegar pessoas do Vale do São Francisco para Israel, para que eles vejam comunidades, porque essa região tem muito de lucros, de sucesso em que eles podem ganhar através desse estreitamento de cooperação entre o nosso país e a área do Vale do São Francisco”, ressaltou o Embaixador.

“Eles começaram a procurar água no deserto através de engenheiro, depois começamos a trazer água do rio, depois fizeram a adutora nacional e atualmente nós temos cinco plantas de dessalinização e tudo isso coordenado pelo governo. Não está nas mãos de várias empresas, é o governo que controla. O prelo da água é o governo que define e isso foi uma definição que fez a gente ter o sucesso no controle hídrico”, avaliou Ari Fisher.


Publicidade



Esta foi a primeira vez que a região do Vale do São Francisco recebeu a visita da Embaixada Israelense. O encontro reuniu representantes da Codevasf, da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e autoridades políticas.

Durante o dia, a comitiva esteve na Codevasf e nas áreas onde os projetos são desenvolvidos. A Embaixada conheceu a produção de uva do Vale, as condições favoráveis, tecnologia empregada e os desafios da fruticultura irrigada.

Israel é líder mundial em agricultura em condições áridas. O Vale do São Francisco já aprendeu muito com o país, adotando a irrigação por gotejamento e agora a região busca a implantação da tecnologia 4.0.

“O que a gente precisa agora é integrar o agronegócio e Israel está craque nisso. São informações, nós precisamos de informação de solo, clima, umidade, temperatura, previsão de colheita, pragas, doenças. Isso que Israel poderá nos trazer cada vez mais e nós melhorarmos nosso desempenho aqui na fruticultura do Vale do São Francisco”, explicou o presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho.

Fonte: G1 Petrolina

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*