out 14

14 outubro 2017

CTTU prepara esquema de trânsito para Sport x Atlético-MG

Efetivo de cerca de 20 agentes de trânsito foi destacado para realizar os trabalhos de monitoramento e fiscalização no entorno da Ilha do Retiro

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) montou um esquema especial de monitoramento para o jogo entre Sport x Atlético-MG, que acontece neste domingo (15), às 17h, na Ilha do Retiro. A operação terá início às 13h e será montada no entorno do estádio Adelmar da Costa Carvalho com o objetivo de garantir o deslocamento seguro dos pedestres, assim como a fluidez do tráfego. Uma equipe de cerca de 20 agentes de trânsito, dispostos em pontos fixos ou em motos e viaturas, foi destacada para atuar no local até a dispersão total do público, prevista para acontecer por volta das 19h.


Publicidade



Os agentes da Autarquia vão monitorar pontos como a Avenida Engenheiro Abdias de Carvalho, Estrada dos Remédios, Túnel Chico Science e o cruzamento entre Avenida Governador Agamenon Magalhães e a Rua Paissandú. Inicialmente, apenas a Rua Tabaiares, que dá acesso ao estádio, será bloqueada. No entanto, os bloqueios poderão ser ampliados a depender da necessidade.

ORIENTAÇÕES – A CTTU aconselha o torcedor a chegar cedo ao estádio para evitar retenções e corre-corre. Os condutores também devem estar atentos à sinalização que proíbe estacionamento. A fiscalização será rigorosa e o veículo flagrado sobre calçadas ou em fila dupla corre o risco de ser rebocado. Já o motorista pode receber multas entre leve, média e grave, no valor de R$ 88,38 (três pontos na CNH), R$ 130,16 (quatro pontos na CNH) ou 195,23 (cinco pontos na CNH).

Marcela Pinilla

Nahyara Batista

Laís Reis

CTTU

Assessoria de Imprensa


Postado em Notícias | Por

out 14

14 outubro 2017

Escolas municipais da RMR participam da II Edição do Prêmio Missão Ambiental

Fotos: Divulgação/Compesa

Iniciativa da Compesa estimula alunos e professores a criarem projetos com a temática sustentável para envolvimento da comunidade onde a escola está inserida

Diante da carência de espaços na escola para se organizar uma biblioteca literária, alunos do Centro Comunitário Antão Soares, em Abreu Lima, Região Metropolitana do Recife, encontraram uma solução viável e ao mesmo tempo sustentável: adaptar uma geladeira antiga para abrigar os livros, batizada de “Geladeiroteca”. Estimular ações como esta, que provocam o engajamento de toda a comunidade escolar para a educação socioambiental, é o objetivo do Prêmio Missão Ambiental, uma iniciativa do Programa Cidade Saneada, parceria público-privada entre a Compesa e a BRK Ambiental. O projeto da geladeira que virou biblioteca foi o vencedor de 2016. Neste ano, acontece a segunda edição do prêmio com a participação de sete escolas da RMR localizadas nos municípios de Abreu e Lima, Olinda, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes e São Lourenço da Mata.

Na próxima segunda-feira (16) termina o prazo para os estabelecimentos de ensino concorrentes entregarem os projetos elaborados. Ao todo, participam do concurso 210 estudantes do Ensino Fundamental (6 a 11 anos) e 16 professores (gestores) das escolas municipais Jaboatão dos Guararapes, Vereador Otávio Miranda e Orlando Breno, em Jaboatão dos Guararapes;São José, em Camaragibe; Professora Isabel Burity, em Olinda; Carlos Patrício de Lima, em Abreu e Lima; e Rosina Labanca, em São Lourenço da Mata. Ao longo de 2017, essas escolas receberam ações do Programa Missão Ambiental, que propõe a educação ambiental e o engajamento social dos estudantes e professores com as comunidades onde estão inseridos, por meio de palestras, oficinas, apresentação de filmes e jogos educativos.

A proposta do prêmio é que as escolas desenvolvam projetos com a temática sustentável dos 5Rs – repensar, recusar, reduzir, reutilizar e reciclar – abordando os impactos e benefícios dessas ações para a escola e a comunidade. “A intenção de voltarmos às escolas e comunidades nas quais já atuamos é motivar as crianças a colocarem em prática os conhecimentos adquiridos com o programa”, explica Antônio Augusto, assessor de Articulação Socioambiental da Compesa. “Buscamos estimular a geração de conhecimento sobre temas relacionados à sustentabilidade e sensibilizar as escolas a se tornarem protagonistas dentro das suas realidades nas mudanças de atitudes relacionadas ao meio ambiente”, acrescenta Karine Mourato, coordenadora de Responsabilidade Socioambiental da BRK Ambiental em Pernambuco.

Na próxima fase da competição, a comissão julgadora fará visitas presenciais, durante o mês de novembro, para conhecer os projetos realizados pelas escolas. A comissão é formada por representantes da Compesa e da BRK Ambiental. A escola vencedora será anunciada no final de novembro. A premiação será dividida entre a escola (ecobaú com livros e filmes com temas relacionados à sustentabilidade e educação ambiental), o professor (um leitor de livros digitais) e os alunos participantes (tablet, kit Missão e passeio a um hotel fazenda).

 

Assessoria de Imprensa da Compesa


Postado em Notícias | Por

out 14

14 outubro 2017

Maior Encontro de Forró questionado pelo termo de horário de encerramento em Afogados da Ingazeira

Por que o Maior encontro de forró do Brasil em Afogados não respeita o TAC? – Em Afogados da Ingazeira existe o TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, celebrado entre MP, PM e Prefeitura indicando horário para a conclusão das festas. O TAC é respeitado por Expoagro, Arerê e outros grandes eventos. No último dia 11 de outubro, o empresário Wilton Confecções reuniu em Afogados da Ingazeira na festa chamada “Maior encontro de forró do Brasil” grandes atrações como Batista Lima, ex-Limão com Mel, Arreio de Ouro e Mala Sem Alça no Aplausos Shows. Ponto pra Wilton.

Mas os questionamentos chegam a produção do Rádio Vivo sobre o horário que a festa acabou na manhã do feriado de 12 de outubro, quase 6hs da manhã. Bem diferente do que reza o TAC, 2hs da manhã. Dai fica uma perguntinha que não quer calar: Por que o Maior encontro de forró do Brasil em Afogados não respeita o TAC? – perguntar não ofende.

Por Anchieta Santos


Postado em Notícias | Por

out 14

14 outubro 2017

Jejum intermitente aumenta tempo de vida e ajuda a prevenir doenças

*Por Flaviane Calônego

A crescente popularidade do jejum intermitente tem levantado muitas dúvidas sobre seus efeitos no organismo. Um dos fatores que trouxe o assunto à tona foi o sucesso do documentário “Coma, jejue e viva por mais tempo” e do livro “A dieta dos dois dias”, que foi best-seller no Brasil em 2013, ambos do jornalista britânico Michael Mosley. Ele experimentou o jejum intermitente e em suas obras informa os resultados.

Jejuar é uma prática milenar e suas motivações passam pela purificação espiritual, busca por emagrecimento e a autodisciplina. Com o aumento de reportagens acerca do tema e do número de celebridades que aprovaram a dieta, houve um retorno dessa prática.  Apesar de parecer moda, essa dieta é bem mais séria do que se imagina. O novo jejum intermitente é um tipo de jejum programado que surge com o intuito de melhorar a saúde e não a estética. Ele pode ser definido pela privação parcial ou total de alimentos em intervalos.

Sua vantagem é fazer com que a pessoa encare melhor a reeducação alimentar sem que ela ao menos perceba que já está realizando. Segundo pesquisadores americanos do National Institute of Health e da University of Southern Califórnia, esse jejum promove ainda uma maior longevidade, pois reprograma o metabolismo e suas vias de resistência. Seus reais benefícios à saúde são a maior oxidação ou queima de gordura, a diminuição de colesterol ruim (LDL), a redução dos níveis de insulina, a redução do estresse oxidativo, a melhoria da motilidade intestinal, a diminuição da frequência cardíaca e pressão arterial e a redução de apetite e desejos por doces. Além disso, a dieta retarda o envelhecimento e previne doenças como a obesidade.

Diferente do que muitos acreditam, o jejum intermitente não causa anorexia nem perda de massa muscular, se orientado por um profissional capacitado. Ele pode, pelo contrário, aumentar o nível de massa magra do corpo, melhorando a composição corporal, uma vez que eleva a produção de hormônios do crescimento (gH). Porém, nem todos organismos se adaptam bem à dieta. Em alguns casos, ela pode estimular a compulsão alimentar em pessoas com histórico de anorexia ou bulimia, por exemplo. Grávidas, lactantes, crianças, pessoas com diabetes ou insulino dependentes, pessoas em circunstância de alto estresse e esportistas de alta performance também não são indicados para esse tipo de dieta.

Os principais modelos do jejum intermitente que têm base científica são o protocolo Leangains ou 16/8, com janela de alimentação de oito horas e período de jejum de dezesseis horas; o protocolo Eat- Stop- Eat (Coma-Pare-Coma), que envolve 24 horas ou até 36 horas de jejuns, uma ou duas vezes por semana e a 5:2, que permite que você coma normalmente cinco dias da semana com uma alimentação saudável, enquanto restringe o consumo de calorias para 500-600 durante os outros dois dias. É importante deixar claro que para cada paciente há uma orientação médica correta das janelas de alimentação, dependendo de seu hábito alimentar, rotina e perfil genético.

*Flaviane Calônego é nutricionista clínica especializada em metabolismo humano pelo Hospital das Clínicas (RS). Seu trabalho tem foco em emagrecimento, nutrição esportiva, longevidade e hipertrofia. Hoje atua na Soulleve Fitness- Clínica do bem estar, em São Paulo-SP.

Érika Yukari

Assessoria

 


Postado em Notícias | Por

out 14

14 outubro 2017

Tadeu Alencar participa de missão oficial à China

O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) participa, até o próximo dia 21 de outubro, de uma missão oficial à China, a convite do Departamento Internacional do Comitê Central do Partido Comunista.

O objetivo da missão é promover o intercâmbio de experiências de governança do País e fortalecer cooperações entre o partido comunista chinês e os partidos políticos brasileiros. No País, Tadeu participará de encontros oficiais e visitará projetos governamentais nas províncias de Guangdong e Shaanxi e na cidade de Shangai, a maior da China.

“O Brasil é hoje um dos parceiros comerciais mais importantes desta que é a segunda maior economia do mundo. Em 2016, a China foi o principal destino de nossas exportações. Nesta missão, teremos a oportunidade de conversar sobre como intensificar uma agenda de desenvolvimento, não apenas na economia, mas também nas relações sociais e culturais entre Brasil e China”, afirma Tadeu, ao explicar a agenda que cumprirá no País.

Membro titular da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Tadeu Alencar não poderá participar da votação do relatório no colegiado, mas diz que será substituído por um parlamentar do PSB alinhado com o seu posicionamento e o do partido, que é o do prosseguimento das investigações contra o presidente Michel Temer (PMDB).

“Em função da viagem, não votarei na CCJ, mas participarei da votação em plenário, reiterando a posição que tive desde a primeira denúncia, quando votei pelo prosseguimento das investigações”, garante Tadeu.

A missão oficial dos parlamentares brasileiros está sendo toda custeada pelos anfitriões chineses.

Crédito da foto: Chico Ferreira/PSB na Câmara dos Deputados


Postado em Notícias | Por