jan 13

13 janeiro 2015

Promotor esclarece abate de animais de Tabira: reunião de Comissão quarta tratará de possíveis falhas no matadouro em Afogados

Um protesto de marchantes interditou a PE 320, na altura da comunidade de Riacho do Gado, município de Tabira. Eles protestaram alegando que o acordo feito com o MP para abate de carne bovina no Abatedouro Regional de Afogados da Ingazeira, que começou no último dia 9, estaria causando prejuízos e deixando de ser cumprido integralmente pelo Matadouro.

Mais cedo, eles já haviam demonstrado revolta com a qualidade de peças de carne recebidas dos animais abatidos no matadouro de Afogados da Ingazeira. Segundo relatos dos próprios comerciantes, as carnes vieram estragadas a ponto de causar mau cheiro. Carne azulada e peças sem  o tratamento devido estiveram entre as reclamações mais comum.

Os marchantes exigiram a presença do promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto no local para renegociar o abate. O promotor esteve no local e pouco após o fim do protesto ele, representantes dos marchantes, da Câmara de Vereadores a exemplo de Sebastião Ribeiro e Edmundo Barros e o prefeito Sebastião Dias acompanhado de parte  do Secretariado tiraram encaminhamentos. Os marchantes conseguiram a retomada provisória do abate em Tabira,  sob algumas condições impostas pelo MP.  

Marchantes comemoraram a decisão após o encontro. Também deverá ser apurada a condição de transporte da prefeitura da Tabira a Afogados. Há relatos de má vontade o corpo mole para o transporte, piorando a situação. O promotor falou ao blog do Nill e esclareceu o acordo.

“Fui determinado a manter o abate em Afogados. Mas os marchantes me mostraram fotos com a carne recebida em parte estragada e não tínhamos interesse nisso, já que a prioridade era a carne ter mais qualidade. Nesta terça já viriam 60 bois pra Afogados.

Se com 16 já houve dificuldades, como seria com 60?” Ele esclareceu que foi criada uma comissão com representantes de Câmara, Prefeitura, MP, marchantes e abatedouro. Essa comissão se reúne quarta (14) para  fechar  a análise da condição de abate. “O abate de Tabira é o maior da região, chegando a 600 animais em determinados meses.

Talvez o abatedouro não tenha se preparado pra tanto. Falaram na questão do motorista, só que aparentemente não foi só isso”. Ele deixou claro que se Tabira conseguir construir um abatedouro com qualificações técnicas e sanitárias pode assumir o abate.

Mas deixou claro que a decisão atual é provisória e que quarta, novo encaminhamento, como a volta do abate a Afogados com critérios mais claros não está descartada.

Do Rádio Vivo com Anchieta Santos


Postado em Sertão | Por

jan 13

13 janeiro 2015

SERRA TALHADA//Carlos Evandro diz que UPA24 horas é mais uma obra do governo federal que vai ficar parada

Está sendo anunciado pelo governo do município o início de mais uma obra com recursos federais. Ainda esta semana o prefeito Luciano Duque vai dar a ordem de serviço para início da construção da UPA 24 horas, para Evandro é mais uma obra que vai começar e vai ficar parada e lembra “dessas obras todas que deixei só a Creche foi inaugurada… não é o município não, é a União que não libera as verbas”.

“Carlão” fez questão de lembrar que no seu governo ele utilizou muito os “recursos próprios” do município “Eu não sei o que é que tá acontecendo que não tem recursos próprios. Eu tinha arrecadação, agora não tem”, questionou e foi mais além “eu não sei o que é que ele tá fazendo com o IPTU, ISS, as taxas…” e ponderou: “essas obras tem que todas ter contra partida… todas. Quebra o município. Não sei onde é que ele vai arranjar dinheiro…”

 

Leia mais no Caderno1


Postado em Política | Por

jan 13

13 janeiro 2015

Em visita ao TJPE, governador defende integração entre os poderes‏

Paulo Câmara propôs afinidade de valores em prol do povo de Pernambuco

O governador Paulo Câmara realizou, nesta segunda-feira (12), uma visita institucional ao presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Frederico Neves. Na presença de secretários estaduais e dos desembargadores que formam o Tribunal Pleno da instituição, o Chefe do Executivo afirmou ter “clara consciência” do desafio de melhorar o serviço público e destacou a importância da união entre os poderes para alcançar esse objetivo.

“O desafio de governar Pernambuco passa pelo olhar para aqueles que mais precisam. Também passa, principalmente, por ter instituições que funcionem em favor do povo e para o povo. E não se faz isso sozinho; não se faz apenas com o Poder Executivo. Se faz com a união de todos os poderes, de todas as instituições e da sociedade civil”, argumentou Paulo Câmara. Na visita, o governador estava acompanhado da primeira-dama do Estado, Ana Luíza Câmara, que é juíza.

O Chefe do Executivo Estadual assegurou que todo o seu staff foi “incumbido” e “orientado” a atuar de maneira integrada com os poderes. “Para que haja nessa harmonia e nessa forma de tratar com transparência apoio e integração. Além da clara convicção de que esse é o caminho para atingir os objetivos de fazer um Pernambuco melhor, mais ativo, crescendo cada vez mais; sendo mais justo, mais solidário e mais humano”, ressaltou Paulo.

Para reforçar a sua disposição, o gestor levou ao encontro os secretários Antônio Figueira (Casa Civil), Pedro Eurico (Justiça e Direitos Humanos), Ennio Benning (Imprensa), José Neto (Chefe da Assessoria Especial) e César Caúla (Procurador-geral do Estado).

Paulo Câmara ressaltou, ainda, que o Executivo terá uma profunda convivência com o Judiciário. “O intuito é manter a unidade e a autonomia. Mas, acima de tudo, a afinidade dos valores; e que isso chegue ao público. Falo de valores como a Justiça, que é tão importante e um anseio da nossa população”, defendeu.

Presidente do TJPE, o desembargador Frederico Neves elogiou a iniciativa de Paulo Câmara, que escolheu ao Poder Judiciário para realizar sua primeira visita institucional como governador. “Isso revela clara e inequivocamente sua preocupação em manter uma independência harmoniosa entre os poderes do Estado”, pontuou.

Fonte: Secretaria de Imprensa de Pernambuco

Foto: Roberto Pereira/SEI

Secretaria da Casa Civil de Pernambuco

Núcleo de Jornalismo


Postado em Notícias | Por

jan 12

12 janeiro 2015

Olavo de Andrade Lima Neto – Novo presidente do Porto do Recife

O engenheiro e administrador de empresas Olavo de Andrade Lima Neto é o novo presidente do Porto do Recife. O engenheiro confessa que o grande desafio, no seu primeiro cargo público, será dar continuidade ao processo de renovação da empresa e conquistar novos negócios para o ancoradouro recifense. Olavo substitui Schebna Machado que estava como interino desde a saída de Rogério Leão.

Manuela Leimig

Porto do Recife

Coordenadoria de Comunicação e Imprensa do Porto do Recife

Manuela Leimig | Coordenadora de Comunicação e Imprensa


Postado em Notícias | Por

jan 12

12 janeiro 2015

SERRA TALHADA//Ex-prefeito Carlos Evandro diz que governo municipal não vai conseguir honrar compromissos

Segundo Carlos Evandro o maior montante de recursos que entra no município é o FPM e, seguindo a matemática que vem sendo praticada pelo Governo Federal, o município não terá condição de cumprir com seus compromissos. “o piso dos professores aumento para mais de 1.900 reais e o salário mínimo foi para R$ 788, quero ver como ele vai pagar… como vai pagar o piso dos professores?… Não paga… Não paga”, afirma Carlos e alerta, “o que vem no dia 20 não paga a Câmara de Vereadores… Vai atrasar salários… os prefeitos tão mortos, mas ele (Luciano Duque), tá caladinho porque a presidente é Dilma”.

Para Carlos o prefeito tem que defender os interesses do município, independente do governo federal ou estadual ser aliado ou não “se não, quem pago o pato é o prefeito”, diz ele.

Analisando as medidas econômicas da presidente Dilma, o ex-prefeito prevê dias negros para os municípios, e este “arrojo”, ele deixa a entender, deverá atingir em cheio a administração do Governo Duque. “Até onde eu sei, a receita do FPM este ano vai ser muito pior do que a do ano passado”, disse Carlos e lembrou que vai ficar difícil para o prefeito cumprir os compromissos políticos que vem assumindo.

“Quero ver como ele vai cumprir com Márcio e com outros que ele vem se comprometendo”, desafiou Carlão e alertou, “da maneira que ela (Dilma) tá fazendo, prefeito nenhum vai cumprir com os 25% da educação nem com os 15% da saúde, e muito menos para estas obras que estão todas paradas. Se ela está tirando dinheiro da educação, imagine de obra”.

Leia mais no Caderno1


Postado em Política | Por