set 17

17 setembro 2015

Apenas um município do Pajeú está em dias com o Garantia Safra

Garantia-Safra-2015-2016-postarHoje o Programa Rádio Vivo destacou que o único município em dias com o Garantia Safra, é o de Santa Terezinha, isso em relação a região do Pajeú.


Publicidade



Os demais municípios estão em débito com o Garantia Safra, essa informação tem como fonte o Ministério do Desenvolvimento Agrário.

 


Postado em Sertão | Por

set 16

16 setembro 2015

Lucas Ramos participa de entrega de escolas no Araripe

Lucas_Ramos_Araripe_140915 (3)

Ao lado do governador Paulo Câmara, prefeitos da região e secretários, deputado esteve presente na inauguração de duas unidades educacionais em Bodocó e Moreilândia

Lucas_Ramos_Araripe_140915 (2) 

Os municípios de Bodocó e Moreilândia, no Sertão do Araripe, receberam na última segunda-feira (14/9) duas novas unidades escolares. No distrito de Sipaúba, em Bodocó, o Governo do Estado entregou a escola Luiz Gomes Diniz e em Moreilândia foi inaugurada a Escola de Referência em Ensino Médio Presidente Médici. As duas juntas representam um investimento de R$ 6,3 milhões na região.

 Lucas_Ramos_Araripe_140915 (1)

O assunto foi levantado pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB) durante discurso nesta quarta-feira (14/9) no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco. “É uma alegria imensa participar desse momento, especialmente em Moreilândia. Agora os alunos que vivem na região não precisam deixar Pernambuco para fazer o Ensino Médio”, comemorou o deputado Lucas Ramos, que integrou a comitiva do governador durante as inaugurações. A Escola Presidente Médici já atende a 500 estudantes. “O compromisso do governo com a rede pública de ensino também fica evidente quando vemos duas escolas do estado entre as três melhores na etapa regional da Olimpíada de Robótica”, acrescentou o parlamentar. destacando o feito das escolas estaduais José de Alencar (Paulista) e Erem Professora Benedita Morais Guerra (Macaparana), primeiro e terceiro lugares respectivamente.

O governador Paulo Câmara reafirmou o objetivo de universalizar o acesso ao ensino integral em Pernambuco: “a educação é a melhor herança que podemos deixar para os nossos jovens. Contudo, precisamos fazer mais e o caminho das escolas integrais é um caminho que veio para ficar”, disse.

INFRAESTRUTURA – Também no Araripe o Governo do Estado entregou, por meio do Programa Pernambuco Mais Produtivo, 570 cisternas de caráter produtivo e consumo animal que vão favorecer toda a região. Os equipamentos beneficiam agricultores familiares na manutenção de suas plantações e na criação de animais em Araripina (120), Santa Cruz do Capibaribe (120), Exu (60), Ipubi (60), Ouricuri (110) e Bodocó (100). O mesmo convênio ainda prevê a construção de outros nove mil equipamentos em todo Pernambuco, com recursos na ordem de R$ 120 milhões.

Em Trindade, a comitiva governamental vistoriou o início da requalificação da Avenida Otacílio Leocádio da Silva e assinou ordem de serviço para a contratação da empresa especializada que fará o projeto básico/executivo das obras de recapeamento asfáltico do trecho de 1,70 quilômetros (entroncamento com a BR-316).

Felipe Salgado
Assessor de Imprensa
Gabinete do deputado Lucas Ramos
Assembleia Legislativa de Pernambuco

Postado em Política | Por

set 16

16 setembro 2015

IF Sertão-PE continua com inscrições abertas para Processo Seletivo 2016

Com recente implantação em Serra Talhada, o Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) continua com inscrições abertas para o Processo Seletivo 2016 que visa o preenchimento de 1.470 vagas, distribuídas entre os campi Petrolina, Petrolina Zona Rural, Floresta, Salgueiro, Ouricuri, Serra Talhada e Santa Maria da Boa Vista. Em Serra Talhada, são oferecidas 245 vagas, em dois cursos distintos: Técnico em Logística e Técnico em Refrigeração e Climatização, porém, em diferentes modalidades de ingresso.

O Campus Serra Talhada está com 245 vagas abertas para os cursos: Técnico em Logística e Técnico em Refrigeração e Climatização

O Campus Serra Talhada está com 245 vagas abertas para os cursos: Técnico em Logística e Técnico em Refrigeração e Climatização

Modalidades de ingresso:

Médio Integrado – Para essa modalidade estão sendo oferecidas em Serra Talhada 70 vagas. Somente podem concorrer a essas vagas, alunos que estão terminando o 9º ano do ensino fundamental e desejam estudar juntamente ao Ensino Médio, o curso técnico oferecido pelo Instituto. O turno de aulas é integral, ou seja, o estudante passa o dia inteiro no campus e num turno tem aulas com disciplinas comuns do Ensino Médio e no outro, tem aulas o curso técnico escolhido no ato da inscrição. O diferencial desse aluno se dará porque ao final dos 3º ano, ele obterá o diploma também do ensino técnico.

IF Sertão é referência na qualidade do ensino nas cidades onde está presente. Na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), todos os campus do IF Sertão-PE que já oferecem a modalidade médio integrado, estiveram  entre as escolas com melhor desempenho na edição 2014 em Pernambuco. As notas obtidas pelos estudantes renderam ao Instituto, além do destaque estadual, a liderança entre instituições de ensino dos municípios da região. A expectativa é que em Serra Talhada não seja diferente. O Campus Serra Talhada pretende, através da excelência de sua qualidade de ensino, levar a toda a região, mais oportunidades de qualificação e capacitação gratuitas.

Subsequente – Destinado aos alunos que já terminaram o Ensino Médio. São oferecidas 140 vagas, que estão distribuídas entre os turnos matutino, vespertino e noturno, o candidato interessado deve optar no ato da inscrição o curso e turno que deseja ingressar.

Proeja – Para quem concluiu ou está concluindo o ensino fundamental ou 4ª fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA)

As inscrições poderão ser realizadas pela internet (acesse aqui) ou presencialmente, junto à comissão local de cada campus, cujos endereços poderão ser consultados no edital, bem como os procedimentos completos e documentação necessária até o próximo dia 30 de setembro.

A taxa de inscrição custa R$ 10 e deverá ser paga por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) gerada no ato da inscrição. As provas serão aplicadas no dia oito de novembro, das 13h às 17h (horário local). O conteúdo programático das provas e a quantidade de questões por disciplina estão disponíveis no edital. A previsão é que o resultado preliminar do Processo Seletivo 2016 seja divulgado no início de dezembro.

Acesse aqui o portal do Processo Seletivo.

Por André Nazário / Ascom


Postado em Sertão | Por

set 16

16 setembro 2015

Atrasos de salários em Solidão não gera diálogo

Cobrando o pagamento dos salários mês de agosto os professores da rede municipal de Solidãoaté ameaçam cruzar os braços.

O que que também deixa a categoria insatisfeita é a falta de diálogo do Governo Cida Oliveira.

Do Rádio Vivo


Postado em Sertão | Por

set 16

16 setembro 2015

Bancada de Oposição e Simepe fazem um raio X da saúde e denunciam colapso em Pernambuco

IMG_2525

Os cortes no orçamento do Estado, ainda não detalhados pelo Governo de Pernambuco, atingiram os serviços prestados à população, como a Saúde, embora o secretário da Fazenda, Márcio Stefani, incumbido da missão de anunciar a ampliação dos cortes em R$ 600 milhões, no último dia 24 de agosto, ter garantido que as áreas essenciais à população seriam preservadas.

Levantamento realizado pelo Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), recebido pela Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, faz um raio-X da saúde pública do Estado. “Segundo o relatório, 60% das cirurgias eletivas estão sendo suspensas por falta de fios, materiais cirúrgicos e antibióticos. Isso reforça a necessidade urgente de se encontrar saída para a área de saúde”, destacou líder da Bancada de Oposição, Silvio Costa Filho (PTB).

O parlamentar ocupou, na tarde desta terça-feira (15), mais uma vez a tribuna do plenário da Alepe para denunciar o descaso do Governo com a saúde do Estado e cobrar a apresentação de medidas concretas para solucionar a situação enfrentada pela população. “Diante desse quadro, não dá para apenas repassar as responsabilidades para o Governo Federal. Devemos evitar esse debate inócuo e procurar alternativas. Se é pra se corta verba, que se corte de uma obra, que pode esperar mais um ano, e não de uma cirurgia ou do atendimento à população”, criticou.

Embora o Governo do Estado atribua a crise na saúde do Estado ao corte nos repasses da União, o presidente do Simepe, Mário Jorge Lobo, afirma que não está claro se essa situação se deve, de fato, aos cortes do Governo Federal ou ao Governo do Estado. Lobo cita como exemplo o Hospital Regional de Palmares, que atrasou o pagamento aos profissionais de saúde embora os repasses da União estejam sendo feitos. “Nesse caso, o problema é a falta de repasse do Estado ao gestor do hospital, o Hospital Maria Lucinda. Quando foi para inaugurar, não faltou quem quisesse assumir a paternidade das obras. Agora, que faltam recursos, a culpa é sempre do outro”, comparou.

Para o deputado Edilson Silva (Psol), o que o relatório do Simepe deixa claro é que falta gestão política ao Governo do Estado. Área em que o governador Paulo Câmara já demostrou ser completamente inábil. “Temos exemplos de problemas em várias áreas, mas quando falamos na saúde a situação é sempre mais preocupante”, reforçou.

Os dados apresentados pelo Simepe revelam ainda demissões de médicos nas UPAs da Imbiribeira e do Cabo, além de expectativa de futuras demissões nas unidades do Torrões e Sotave, em Jaboatão. As restrições financeiras também resultaram no fechamento das pediatrias das UPAs do Cabo, Imbiribeira, Jaboatão, Olinda e Torrões.

Segundo a deputada Teresa Leitão (PT), o que chama a atenção nesses dados é o fato de o Simepe ter respaldado o programa de saúde do Estado nos dois governos de Eduardo Campos. “O fato de as críticas terem chegado a esse ponto mostra que a saúde do Estado está, mesmo, a caminho da UTI”, afirmou.

O estudo também revela, como fato preocupante, o fechamento de diversas UTIs nos hospitais pernambucanos, a exemplo da UTI 2 do Hospital Getúlio Vargas; UTI Coronariana do Hospital Agamenon Magalhães; UTI 3 do Hospital Metropolitano Miguel Arraes; além de dez leitos de UTI adulta no Hospital Barão de Lucena. Vale lembrar que estes hospitais atendem à população não só do Recife e Região Metropolitana, mas também de todo o interior do Estado.

No Hospital Miguel Arraes, uma das marcas do Governo Eduardo Campos, houve ainda a demissão de sete radiologistas do plantão noturno e redução do plantão desses profissionais de 24 horas para 12 horas diurnas. “Infelizmente estamos assistido a uma situação de calamidade e, se nada for feito, até o fim do ano vamos sofrer com o colapso da saúde do Estado. Além de não apresentar nada novo, o governador Paulo Câmara não está conseguindo sequer, manter os serviços herdados de seu padrinho político”, avaliou Costa Filho.

Principais pontos destacados pelo levantamento do Simepe:

 

Unidade                                           Problema

 

Hosp. Getúlio Vargas                   * Fechamento da UTI 2, restando duas em funcionamento.

 

 

Hosp. Agamenon Magalhães     * Fechamento da UTI Coronariana

 

 

Hosp. Miguel Arraes                     * Fechamento da UTI 3

                                                           * Desativação de enfermaria de Cirurgia Geral

                                                           * Fechamento de 30 leitos de Ortopedia

                                                           * Redução de plantão dos radiologistas

                                                           * Demissão de sete radiologistas

                                                           * Fechamento de 30 leitos de traumato-ortopedia

 

Hosp. Barão de Lucena              * Fechamento de 15 leitos de clínica médica

                                                           * Fechamento de 5 leitos  de clínica cirúrgica

                                                           * Fechamento de 10 leitos de UTI adulta

                                                           * Fechamento de 8 leitos de enfermaria pediátrica

 

 

UPAs                                        

(Cabo, Imbiribeira,                          * Fechamento da Pediatria

Jaboatão, Olinda e Torrões)

 

IMIP                                                   * Fechamento da reprodução humana e do bloquinho

                                                           * Escala da emergência pediátrica desfalcada

                                                           * Atraso de salários de anestesistas, que estão há cinco meses sem receber

 

Hosp. Maria Lucinda                    * Fechamento de oito leitos da UTI Pediátrica e de um leito de enfermaria pediátrica

 

Fonte: Simepe

 

Assessoria de Imprensa

Pedro Ivo Bernardes


Postado em Notícias | Por