set 25

25 setembro 2020

Cabine de desinfecção substitui as barreiras sanitárias em Afogados

Pelo menos o que se observa é que as barreiras sanitárias antes vista próximo ao Pajeú Autosserviçoes  sumiram, muita gente se perguntando, populares acreditam que houve uma troca de ação, saindo as barreiras e entrando os túneis de desinfecção localizada na Praça Arruda Câmara.

A curiosidade dos populares gira em torno das eleições, acreditam que aos poucos tudo será normalizado em benefício das campanhas eleitorais, ou seja, flexibilização das ações da Covid-19 na região.


Postado em Sertão | Por

set 25

25 setembro 2020

Operação tapa buraco entre Afogados e Carnaíba causa alívio aos condutores

Alívio para os condutores que trafegam pela PE-320 entre Afogados e Carnaíba com a presença da equipe tapa buraco do governo de Pernambuco, pelo menos estão solucionando o problema dos buracos no principal acesso as cidades do Pajeú.

Uma ação importante, por outro lado, a recuperação da via também sinaliza a vinda do Governador Paulo Câmara a região, só o tempo dirá, época de campanha eleitoral e não é muita novidade que venha ao Pajeú visitar os redutos eleitorais e seus aliados de primeira hora.


Postado em Sertão | Por

set 25

25 setembro 2020

No Dia Mundial do Coração, especialista explica como prevenir a insuficiência cardíaca

Image by Andrea Petra Fogas from Pixabay

Nos últimos três meses, 7627 pessoas morreram no Brasil por problemas cardiovasculares não específicos, 1195 óbitos a mais que no mesmo período do ano passado

No Dia Mundial do Coração cardiologista explica como prevenir a  Insuficiência Cardíaca

 Nos últimos três meses, 7627 pessoas morreram por problemas cardiovasculares não específicos, 1195 óbitos a mais que no mesmo período do ano passado

            No dia 29 de setembro é celebrado o Dia Mundial do Coração, uma data importante e que tem por objetivo promover a conscientização sobre problemas cardiovasculares, fatores de risco para a doença, além de incentivar a adoção de um estilo de vida mais saudável. Por esta razão, o mês de Setembro foi escolhido para tratar de campanhas de conscientização para os cuidados com o coração – Setembro Vermelho. O Cardiômetro – indicador do número de mortes por doenças cardiovasculares criado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) – mostra que de janeiro a setembro deste ano, mais de 292 mil pessoas morreram por problemas cardíacos no Brasil. Outros dados da SBC informam que, com a pandemia, a procura por atendimento médico diminuiu, o que fez com que o Brasil apresentasse aumento de 50% de mortes por doenças cardíacas em relação ao mesmo período do ano passado.

            Uma das grandes preocupações apontadas pelo cardiologista Augusto Vilela, membro da SBC e do Departamento de Cardiologia da Rede Mater Dei, é a grande incidência de casos de Insuficiência Cardíaca no país. Segundo o Ministério da Saúde, a doença é a  mais tem casos fatais no mundo, matando mais que o diabetes. “A insuficiência cardíaca é uma doença grave, é quando o coração não consegue mais bombear sangue suficiente para o resto do corpo. Um único fator de risco pode causar a insuficiência cardíaca, mas o principal deles é a pressão alta”, afirma o médico. Só no Brasil, estima-se que mais de 3 milhões de pessoas sofrem com este problema. Dados recentes da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil), mostram que de julho a setembro de 2020, ocorreram 7.627 mortes por causas cardiovasculares inespecíficas. São 1.195 óbitos a mais que as registradas no mesmo período do ano passado.

               A prevenção é sempre o melhor remédio, principalmente se considerarmos que outros problemas de saúde como colesterol alto, diabetes e outras enfermidades do coração podem influenciar no surgimento da insuficiência cardíaca. Sedentarismo, depressão e consumo excessivo de álcool também favorecem o aparecimento da doença. “É muito importante ter hábitos saudáveis como controle de peso, baixa ingestão de sal e gorduras, além da prática regular de atividades físicas, controle da pressão arterial e do colesterol. Outras atitudes fundamentais para a saúde e prevenção de doenças são: conhecer o histórico familiar e manter uma rotina regular de avaliação médica”, ressalta o cardiologista.

              O especialista alerta para a importância de pacientes com doenças preexistentes continuarem com o tratamento regular e para que a população não tenha medo de procurar atendimento médico em caso de necessidade. “Os tratamentos de saúde que requer acompanhamento médico periodicamente não devem ser suspensos por conta da pandemia. É importante lembrar que manter a saúde em dia também é um mecanismo de prevenção contra o Coronavírus. Quando falamos de doenças cardiovasculares, como a insuficiência cardíaca, por exemplo, o paciente deve ter os cuidados médicos redobrados, pois estas são doenças preexistentes que podem agravar o estado de saúde da pessoa que contrair o Covid-19”, finaliza.

Colaboração de Kátia Soares


Postado em Artigo | Por

set 25

25 setembro 2020

Adagro alerta produtores sobre sementes recebidas pelos correios vindas de outros países

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário, alerta todos os pernambucanos quanto ao risco de receberem material vegetal, como sementes, vindas pelos correios de países como a China, sem terem sido solicitadas e sem a autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

No Brasil já houve relatos em cinco estados quanto ao recebimento de pacotes com sementes sem nenhum tipo de solicitação. Pessoas dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná já relataram a chegada dessas sementes.

As embalagens recebidas pelos Correios não devem ser abertas, para que sejam preservadas e para que o material não circule no ambiente, pois podem veicular pragas ou doenças de importância econômica que não existem no país.  A entrada de sementes no Brasil só é permitida por países com os quais o Mapa tenha estabelecido os requisitos fitossanitários. É necessário que o material seja certificado pelas autoridades fitossanitárias do país exportador.

O Ministério, antes de autorizar a importação da semente de determinado país, realiza análise de risco para identificar quais pragas podem ser introduzidas por aquelas sementes. A partir disso, ficam estabelecidas medidas fitossanitárias a serem cumpridas no país de origem para minimizar o risco de introdução de novas pragas no Brasil por meio da importação desse material.

Quem receber esse tipo de pacote deve procurar a Adagro ou a Superintendência do Ministério da Agricultura aqui no Estado para que as embalagens sejam enviadas para análise no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária – LFDA/GO.

ASCOM


Postado em RECIFE | Por

set 25

25 setembro 2020

Obra do pátio da feira com previsão para novembro segue parado em Afogados

O novo pátio da feira que está sendo construído na antiga estação ferroviária está em fase de conclusão e deverá sofrer atraso, moradores próximos ao local dizem que a obra está parada, mesmo assim encontramos alguns trabalhadores no local.

A previsão é para novembro deste ano, uma obra que promete mudar o aspecto do centro da cidade, a mudança da feira tem recebido algumas críticas, muitos aguardam ansiosos pela mudança, muito embora a obra provavelmente não seja concluída ainda este ano.


Postado em Notícias, Sertão | Por