Publicidade


Sexta-feira teve manhã de protesto em Afogados da Ingazeira, após morte de idoso

24 abr 2015|Postado em:Sertão

Após o atropelamento e morte de um idoso no bairro Brotas, um mototaxista teria sido acusado de causar o acidente, e o pior, sem credenciais para o trabalho, segundo denúncias.

20150424115735

“Eu digo o seguinte, eu sinto como pouca gente tá sentindo o que eu tô passando nesse momento, se a justiça, eu acho… tivesse mais cuidado, se o transito fosse regularizado e houvesse punição para as pessoas que trafegam sem documento, sem autorização, poderia evitar tantos casos desse, de se perder um idoso, um pai de família, bom pai, bom esposo, bom avô, bom sogro, uma pessoa que todo mundo da cidade sabe quem é, e conhece…por um negócio desse  que eu não quero dizer que foi uma irresponsabilidade, porque eu não estava na hora, não posso afirmar isso, mas lhe digo, a dor é muito grande, eu nem sei dizer  revolta, porque eu não gosto de falar essa palavra, porque eu sou uma pessoa altamente católica…mas é muito difícil você saber que seu esposo, antes de ontem estava vivo  e hoje está morto, acabou a alegria de uma família que vivia feliz, acabou a minha vida” declarou dona Terezinha Paiva.

IMG_5465 IMG_5470

O Secretário do POVO enviou sua equipe a residência da vítima, Geraldo Paiva, onde os familiares e amigos aguardavam a chegada do corpo.


Publicidade



Logo depois os mototaxistas que se dizem legalizados, realizaram um protesto pelas ruas de Afogados, por um momento provocando um enorme congestionamento no centro, mais especificamente na Praça Arruda Câmara, em frente ao Ministério Público.

IMG_5494

IMG_5495

O membro do governo municipal, Heleno Mariano, falou ao Secretário do POVO, disse que a intenção do governo é resolver o problema, e deverá ouvi-los na próxima terça-feira, 28.

20150424115745

“Os meninos estão insatisfeitos com algumas reivindicações, a prefeitura tem atendido algumas reivindicações, outras faltam a gente tomar as providências, mas já estamos começando a tomar essas providências, e pedimos para que eles formassem uma comissão, e na próxima terça-feira as nove horas, nós vamos la na secretária de educação, e se Deus quiser a gente chega no bom senso e resolve essa situação” falou Heleno Mariano.

Os mototaxistas exigem a placa vermelha e a legalização de fato, por outro lado, muitos mototaxistas não utilizam o colete numerado, dizem que o calor é insuportável e ainda pior com o colete.

“A prefeitura está deixando a desejar, ela cobra muito da gente e a parte dela, ela não está fazendo, ela tinha que colocar a fiscalização, não vê aí as placas vermelhas, que infelizmente tem companheiros que tem placas vermelha e outros não tem, a gente tamo sofrido, faz dois anos que nós não tamo pagando alvará,  e ninguém  tá olhando pra nós” disse Júnior Mototaxi.

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*