Publicidade


Webinário orienta sobre financiamento e responsabilidades do Programa Criança Feliz

10 maio 2022|Postado em:Notícias


Publicidade

Ação tem como público-alvo trabalhadores do programa e dos Fundos de Assistência Social nos municípios pernambucanos

 

Um webinário promovido nesta terça (10) e quarta (11), às 10h, vai fornecer orientações sobre possibilidades de financiamento e a responsabilidade dos municípios na execução das ações do Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS)/Programa Criança Feliz. A programação será promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) de Pernambuco em conjunto com o Centro de Desenvolvimento e Cidadania (CDC), executor do programa no Estado.

 

A palestrante dos dois dias será Catia Cilene, coordenadora de Acompanhamento e Gestão das Transferências Fundo a Fundo da Secretaria Executiva de Assistência Social, vinculada à SDSCJ. Nesta terça, o webinário terá como público-alvo profissionais que atuam no Programa Criança Feliz no Agreste Central, no Agreste Meridional e no Sertão. Já na quarta, será a vez dos profissionais da Região Metropolitana do Recife, da Zona da Mata e do Agreste. A transmissão ao vivo ocorrerá no canal da SDSCJ no YouTube (www.youtube.com/secdesenvolvimentosocial) e também estará à disposição do público em geral.


Publicidade



Conforme a coordenadora do Programa Criança Feliz em Pernambuco, Bernadeth Gondim, a realização de encontros como esses, que ocorrem virtualmente de forma complementar às atividades presenciais nos municípios, contribuem com o aperfeiçoamento do trabalho de gestores, supervisores e visitadores do programa. “Tivemos um webinário em março, com sucesso de público, e novamente esperamos promover para gestores e trabalhadores dos Fundos Municipais de Assistência Social e do Programa Primeira Infância no SUAS um momento de ouvir orientações e tirar dúvidas que impactam o trabalho nos municípios”, explica.

 

PROGRAMA – O Programa Primeira Infância no SUAS/Programa Criança Feliz tem como público-alvo gestantes e crianças de até três anos inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e crianças de até seis anos e suas famílias inseridas no Benefício de Prestação Continuada (BPC), que estejam no CadÚnico ou afastadas do convívio familiar por aplicação de medida de proteção ou que tenham perdido um de seus responsáveis familiares, independentemente da causa de morte, durante a pandemia da Covid-19. O programa atua com visitas domiciliares periódicas feitas por profissional capacitado.

 

 

Ascom SDSCJ

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*