set 21

21 setembro 2020

Aliança PMDB-PFL: uma guinada política improvável, analisada de forma madura, 25 anos depois

Repórter político com vários anos de batente, Sérgio Montenegro lança, esta semana, Queridos Rivais, livro em que conta os bastidores da união por Pernambuco, cuja história acompanhou desde o nascedouro

Em 1985, após vinte anos de polarização, Arena e MDB apararam arestas e se uniram em torno de um objetivo: pactuar uma saída institucional do regime militar e assegurar a redemocratização do País. Quase uma década depois haveria uma nova aproximação entre os partidos rivais, desta vez em Pernambuco, onde caciques do PMDB e do PFL vislumbraram a chance tomar o comando do Estado das mãos do PSB do governador Miguel Arraes, e ainda montar uma estratégia que garantisse a longevidade no poder.

Antes de mais nada, era preciso oferecer uma justificativa plausível para essa guinada política ao eleitor pernambucano, testemunha de duríssimos embates entre os dois lados, e acostumado a tomar partido de um deles. O argumento da aliança baseada no desenvolvimentismo caiu como uma luva, em um Estado carente em diversas áreas, mas, acima de tudo, na economia.

Consolidavam-se ali as bases da União por Pernambuco, brindando os ex-rivais com mais de uma década de poder. O período em que governaram juntos e afinados, sob a liderança inabalável do peemedebista Jarbas Vasconcelos, só seria interrompido em 2006 pelo neto de Arraes, Eduardo Campos, que “cobrou a fatura” ao derrotar os aliados e eleger-se governador.

Como repórter da editoria de política do Jornal do Commercio, Sérgio Montenegro acompanhou o processo de costuras da aliança desde o início, relatando o primeiro encontro público entre o então governador Joaquim Francisco, líder maior do PFL, e o prefeito do Recife à época, Jarbas Vasconcelos, chefe do PMDB.

“Quando recebi a informação sobre o acordo em curso, duvidei imediatamente. Acostumado a cobrir intermináveis confrontos entre PFL e PMDB, jamais teria imaginado a possibilidade. Eram a esquerda e a direita, óleo e água. Ainda por cima em Pernambuco, onde acirramento político é regra. Mas a fonte da informação era sólida, e decidi investigar”, conta Sérgio Montenegro, acrescentando que foi preciso vencer antes o ceticismo dos editores e colegas de redação diante daquela “pauta improvável”.

Algumas semanas depois, de fato, o repórter testemunhava pessoalmente o almoço promovido pelo então deputado federal pefelista José Mendonça, em sua fazenda na cidade de Belo Jardim, em torno dos dois caciques partidários. Estava deflagrado o processo da inacreditável aliança e, de quebra, garantido um histórico furo de reportagem para o JC. “Pouco tempo depois, pefelistas e peemedebistas já dividiam o mesmo palanque e o mesmo discurso, sobre a necessidade de conquistar o poder no Estado para soerguê-lo economicamente. O que terminaria acontecendo em poucos anos”, acrescenta o autor.

Prefaciado pelo cientista político Túlio Velho Barreto, da Fundação Joaquim Nabuco, e apresentado pelo ex-diretor de redação do Jornal do Commercio, Ivanildo Sampaio, o livro Queridos Rivais registra os bastidores dessa história, 25 anos depois do seu pontapé inicial. E analisa a trajetória dos seus personagens sob a maturidade que só o tempo concede.

Foto Heudes Regis-Divulgação

Sobre o autor:

Sérgio Montenegro é jornalista e consultor de estratégias em comunicação, pós-graduado em História Política e mestrando em Comunicação Política. Atua no jornalismo de batente há mais de três décadas, tendo exercido os cargos de repórter, colunista, articulista e editor, a maior parte no Jornal do Commercio, com passagens também pelo Diario de Pernambuco e Rádio CBN. É autor do livro Um político da cidade antiga, e coautor dos livros Na Trilha do Golpe – 1964 revisitado e A Nova República, visões da redemocratização.

Sobre o livro:

Queridos Rivais foi produzido com apoio cultural da Companhia Editora de Pernambuco (CEPE), a partir da pesquisa realizada pelo autor durante a pós-graduação em História e Jornalismo, na Unicap. A obra está à venda nas livrarias de Pernambuco e também pelo site da Amazon (amazon.com.br)

Ascom


Postado em RECIFE | Por

set 21

21 setembro 2020

Estrada do Brocotó em Triunfo foi restaurada com operação tapa buraco

A estrada do Brocotó como é conhecida no Sertão do Pajeú recebeu equipe tapa buracos para amenizar os buracos que preocupavam os visitantes e turistas que visitam a cidade, o principal acesso para os que vem de Afogados da Ingazeira na PE-320. A poucos dias mostramos os buracos e agora resolvido também fazemos questão em divulgar.


Postado em Sertão | Por

set 21

21 setembro 2020

Gonzaga Patriota cumpre agenda levando apoio a aliados nos municípios

CRÉDITO/ASCOM

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) intensificou sua agenda neste final de semana, participando ativamente de reuniões políticas, apoiando diversas candidaturas às prefeituras e câmaras municipais de Pernambuco. O socialista passou por Bonito, Serra Talhada, Salgueiro, Belém do São Francisco, Cabrobó, Orocó, Santa Maria da Boa Vista e Petrolina.

A Frente Popular de Bonito oficializou a candidatura de Gustavo Adolfo a prefeito, tendo como o vice da chapa, Som Monteiro. O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), deputado majoritário do município, esteve presente para declarar seu apoio ao atual gestor municipal que disputa à reeleição. Após, Patriota cumpriu agenda em Serra Talhada, onde se reuniu com o prefeito Luciano Duque e manifestou o seu apoio às candidaturas de Márcia Conrado e Márcio Oliveira à prefeitura da capital do xaxado.  O parlamentar também declarou apoio à renovação do mandato da vereadora Alice de Izivaldo Conrado.

Já em Salgueiro, o socialista defendeu o nome de Clebel Cordeiro, prefeito que irá disputar à reeleição e a sua candidata a vice, vereadora Paizinha Patriota. O parlamentar disse que o apoio é respaldado pelo trabalho que ambos vem realizando no município. “Nesses últimos anos, Clebel e Paizinha tiveram nosso apoio e atenderam às nossas expectativas, transformando Salgueiro em uma cidade de progresso e com qualidade de vida, por isso, vamos continuar caminhando juntos na campanha deste ano”, afirmou. Ainda em Salgueiro, Patriota defendeu as reeleições dos vereadores da sua base e dos novos candidatos ao legislativo, dentre eles, Sérgio de Alvinho.

Em Ibó, distrito de Belém do São Francisco, o socialista sertanejo participou de uma reunião com o grupo de Valdivino do Arroz. Na ocasião, Patriota se comprometeu em apoiar a reeleição dos vereadores Dorgival de Riacho Pequeno, Tadeu Adriano de Joselito Nogueira, Quinca do Ibó e de Luan de Vavá do Bode, bem como de outros pré-candidatos da base. Já em Orocó, Patriota expressou seu apoio a Hugo de Galego de Abílio, candidato à prefeito.

Em Santa Maria da Boa Vista, Gonzaga Patriota foi recebido pelo prefeito Humberto Mendes, que realizou uma reunião com o pré-candidato a vice-prefeito, padre Izidório e os pré-candidatos a vereadores ligados a Gonzaga Patriota.

O parlamentar finalizou a agenda em Petrolina se reunindo com seus correligionários em busca de votos para seus aliados, dentre eles, Geralvinho Patriota, seu irmão e ex-vereador de Petrolina.

Deputado Federal Gonzaga Patriota
Assessoria de imprensa

Postado em Política | Por

set 20

20 setembro 2020

Resultado do Serra da Sorte, domingo 20 de setembro de 2020

 

Vamos lá comemorar mais um resultado do Serra da Sorte, parabéns aos ganhadores desta semana, próximo domingo tem mais prêmios, cartelas a venda nos pontos e vendedores autorizados, parabéns a todos e boa sorte!


Postado em Sertão | Por

set 20

20 setembro 2020

Nenhum registro de COVID-19 em Afogados neste domingo

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que neste Domingo (20) não tivemos registro de nenhum caso de covid-19. Tivemos 01 caso descartado após o paciente apresentar resultado negativo para covid-19. Já são 574 pacientes recuperados (79,39%) para covid-19 em nosso município. Atualmente, 136 casos estão ativos.O município atingiu a marca de 3.819 pessoas testadas para a covid-19.

ASCOM


Postado em Sertão | Por