Publicidade


Nádia Maia, Quinteto Violado e Geraldinho Lins lotam penúltima noite do 2.º Festival Cultura da Juventude da Pedra

16 jul 2018|Postado em:Sertão

Foto: Amannda Oliveira

Uma multidão acompanhou o penúltimo dia do 2.º Festival Cultural da Juventude da Pedra neste sábado. O evento começou as 14h com um festival de quadrilhas juninas na quadra Poliesportiva que seguiu até a noite por volta das 19h. Em seguida, o Polo Teatro do Sesc recebeu as apresentações do grupo do Reisado São José, o Siriri Horizonte Alegre e a Orquestra Zezé Correia. O prefeito Osório Filho, destacou que o festival vem chamar cada vez mais a atenção dos pedrenses a importância da valorização da cultura local e estadual. “Ano passado, começamos com o evento , trazendo uma proposta totalmente inovadora do que havia sido feito na cidade. E esse ano, percebemos a integração ainda maior dos jovens através das gincanas , apresentações através da coordenadoria das juventudes e a presença nas apresentações. Sem esquecer a importância da presença das famílias”.

Comandado pelo mestre Dedera com suas músicas, versos e toadas como: Parea Boa e Jacaré Bebe Água, o Siriri do Horizonte Alegre patrimônio imaterial cultural da Pedra colocou o público para dançar com a ciranda que vai convidando o público a integrar a roda.

A Orquestra Zezé Correia trouxe um desfile pernambucanos ao palco com muita ciranda, frevo e maracatu, animando o público. A cantora Nádia Maia abriu as apresentações do Polo Multicultural trazendo ao palco muito forró e axé.

Na estrada há 47 anos, o grupo Quinteto Violado formado por Marcelo Melo (voz, violão e viola), Dudu Alves (voz e teclado), Roberto Menescal (voz e bateria), Sandro Lins (baixo) Ciano Alves e João Alves (percussão) , trouxe ao palco sucessos da música regional, como Asa Branca (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga), Disparada (Geraldo Vandré e Théo de Barros), Algodão (Luiz Gonzaga), Xote das Meninas (Luiz Gonzaga), Acauã (Luiz Gonzaga) e Sete Meninas (Dominguinhos e Toninho Alves).

O cantor e compositor Geraldinho Lins encerrou a noite. O forrozeiro trouxe ao palco do festival o seu mais novo trabalho ” Tudo e mais um pouco” que traz composições autorais como ” Um Grande Amor” e ” Tô Feliz”, além de regravações como ” Leilão”, ” Acabou acabou” e Tudo o que eu queria agora”.

Amanhã , quem encerra a programação do festival é o cantor André Rio e convidados com o show ” Viva Pernambuco ” que recebe Luciano Magno, Cezzinha do Acordeon, Carla Rio e Thiago Kherle

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*