Publicidade


Família de mulheres trabalham na foice e na enxada para manter o Aeroporto de Afogados da Ingazeira limpo

7 ago 2020|Postado em:Sertão, Vídeo

O Aeroporto de Afogados da Ingazeira não está funcionado, fechado, não existe condições alguma de receber voos, pista cheia de mato, estava pior, mas, graça a uma senhora aposentada e suas filhas o local está sendo limpo, doente, ela passa o dia sob o sol cortando mato a beira da pista de pouso.

Nossa reportagem foi chamada a residência de Dona Josemar dos Santos, popularmente conhecida por “Rose”, sua casa fica beirando a pista do aeroporto de Afogados da Ingazeira,  dentro da área pertencente ao estado.

O “Bar do Boiadeiro” está fechado, além da aposentadoria era o único meio de renda, seu depoimento impressiona ao relatar as dificuldades e os problemas de saúde, com a perna “seca”, um cisto na coluna e vários remédios que chegam a custar R$ 600 reais por mês.

Dona Rose ainda adotou cães de rua deixados no matadouro de Afogados, segundo ela não aguentou ver tantos cães serem mortos na frente de sua casa às margens da PE-320, faz um apelo a quem poder colaborar com ração.

A residência pegou fogo e o poste de energia ao lado da casa está prestes a cair, assista ao vídeo, o espaço pertence a um órgão público, mas, segundo ela não recebe nenhum apoio do poder público para manter o aeroporto de Afogados. 

Enquanto em Serra Talhada aguarda o funcionamento do aeroporto, Afogados segue outra linha, afinal, o aeroporto serve ou não para a população ? Lembro que já algum tempo havia um helicóptero naquele local vindo de Recife, outro dia um avião de resgate pousou por lá, e agora como está a situação? Segundo informações o espaço não foi homologado, a responsabilidade é de quem ? Essa senhora precisa da ajuda e da visita das autoridades, acredito que a partir desse momento ela seja reconhecida por seu esforço apesar da idade e dos problemas de saúde.

 


Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*