Publicidade


out 25

25 outubro 2017

Pensionistas sem previsão de receber em Tabira


Publicidade



Prefeitura de Tabira paga inativos e deixa pensionistas sem previsão – Somente ontem 24 de outubro a Prefeitura de Tabira pagou aos aposentados o salário referente ao mês de setembro/17. O anuncio foi feito pelo tesoureiro Jandson Menezes. O governo Sebastião Dias não faz previsão de quando pagará aos pensionistas.

Os motoristas que também estavam na fila sem receber o mês de setembro, receberam ontem. A produção do Programa Cidade Alerta chegou informações de que a Prefeitura de Tabira está a 3 meses sem pagar aos secretários. Também estariam sem receber profissionais médicos e técnicos de enfermagem.

Colaboração Anchieta Santos


Postado em Notícias | Por

out 25

25 outubro 2017

Reeleição aprovada na Câmara de Tabira

Câmara de Tabira aprova reeleição em 1º turno – Emenda à Lei Orgânica propondo a reeleição na Câmara de vereadores de Tabira foi votada em 1º turno na sessão ordinária da última 2ª feira. Para ser aprovada, a emenda de autoria do vereador Marcilio Pires precisa de 2/3 e obteve 8 votos favoráveis.

Publicidade


Falando a Rádio Cidade FM a Presidente Nely Sampaio revelou que na próxima semana a emenda será votada em 2º turno. Sobre o interesse em disputar a reeleição, Nely disse que pertence a um grupo e que está à disposição dos colegas.

Do Rádio Vivo


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

EM ALAGOAS, LUCAS RAMOS PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE PRIVATIZAÇÃO DA CHESF

A Assembleia Legislativa de Alagoas promoveu, nesta terça-feira (24), uma audiência pública para discutir o processo de privatização da Eletrobras com atenção especial para a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. A reunião também marcou a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf e do Rio São Francisco no estado, inspirada no colegiado pernambucano em atividade desde o início de setembro e sob a liderança do deputado Lucas Ramos (PSB).

A frente alagoana se juntará a outras iniciativas de casas legislativas nordestinas que pretendem promover um ambiente de análises e elaboração de propostas alternativas à venda do sistema elétrico nacional. Segundo Lucas, o estado de Alagoas dará uma contribuição importante para que sejam apresentados os riscos de venda da estatal. “O Nordeste ganha mais um fórum suprapartidário que irá garantir a ampla discussão sobre o tema junto à sociedade, ao contrário do que vem fazendo gestão Michel Temer”, afirmou.

Durante a audiência pública, o parlamentar alertou para os impactos econômicos e sociais que podem ser causados a partir da desestatização da Chesf. “No momento em que o governo federal coloca na prateleira o patrimônio de todos os brasileiros e vende, por tabela, o controle das águas do rio mais importante da região, mostramos nossa preocupação com as consequências de uma privatização que provocará o reajuste nas tarifas de energia, colocará em xeque projetos de revitalização do São Francisco e representa uma ameaça às políticas públicas de uso múltiplo de suas águas”, disse o parlamentar. “A Chesf é do Nordeste e estamos unidos pelo fortalecimento de uma Companhia que impulsiona o desenvolvimento da região”, concluiu.

A audiência pública foi solicitada pelos deputados estaduais Inácio Loiola (PSB), Ronaldo Medeiros (PMDB) e Francisco Tenório (PMN). Também participaram do debate os deputados Bruno Toledo (PSDB), Alcides Andrade (PSD), Gilvan Barros Filho (PSDB) e Tarcizo Freire (PP); os vereadores Cacau (PTN) e Jota Luiz (PMDB) das cidades de Delmiro Gouveia e Piranhas, respectivamente; o presidente da Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste, Raimundo Lucena, e o presidente do Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco, José Gomes Barbosa.

Felipe Salgado
Assessor de Imprensa
Barto Bittencourt
Jornalista
 
Gabinete do deputado Lucas Ramos
Assembleia Legislativa de Pernambuco

Publicidade


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

II Prêmio Ariano Suassuna contempla dez vencedores

 
A edição deste ano registrou 68 inscrições nos segmentos de Cultura Popular e Dramaturgia
Pelo segundo ano consecutivo disseminando e fomentando práticas culturais de raízes populares, o Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia foi entregue nesta terça-feira (24.10), em cerimônia no Teatro Arraial, que também leva o nome do homenageado da premiação. Comandada pelo governador Paulo Câmara, a solenidade bonificou dez vencedores, sendo oito no segmento de Cultura Popular, e duas no segmento de Dramaturgia. Os premiados foram agraciados com valores entre R$ 7 e R$ 15 mil, totalizando um incentivo R$ 117 mil. Na ocasião, também foi lançado o edital para a realização da 3ª edição do certame, em 2018.
 
“Ariano Suassuna deve estar muito contente por saber que o prêmio que leva seu nome está conseguindo fazer com que a cultura de Pernambuco continue cada vez mais viva, cada vez mais presente, revelando tantos talentos e, ao mesmo tempo, valorizando os talentos que já existem”, ressaltou o governador. Paulo Aproveitou a oportunidade para garantir aos artistas pernambucanos o apoio do Governo do Estado na preservação e promoção dos valores culturais. “Os desafios de fazer cultura são grandes, principalmente em momentos econômicos tão difíceis, mas vamos continuar buscando alternativas de investir e valorizar a nossa arte”, reforçou.
 
A segunda edição do prêmio registrou um total de 68 inscrições, sendo 35 para “Cultura Popular” e 33 para “Dramaturgia”. O primeiro incluiu as categorias “Mestres” e “Grupos” das quatro macrorregiões: Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão. Este segmento foi bonificado com valores de R$ 10 mil (Mestre) e R$ 15 mil (Grupos), cada. Já no segmento da Dramaturgia, foi premiada a categoria “Teatro Adulto” com R$ 10 mil (primeiro lugar) e R$ 7 mil (segundo lugar).
 
Motivada pelo inestimável legado de Ariano para a cultura brasileira, a iniciativa visa reconhecer, valorizar e incentivar práticas de transmissão de saberes e fazeres da Cultura Popular, além de estimular a escrita dramática e revelar novos dramaturgos, como explica o secretário estadual de Cultura, Marcelino Granja. “O motor permanente da arte é a inovação, mas também é a sua ligação com a sua raiz. E essa inspiração da arte popular nos garante a reprodução da arte como um todo. Por isso, nos inspiramos em Ariano para replicar esses valores tão importantes que formam a nossa cultura”, frisou.
 
O secretário executivo de Políticas para a Criança e Juventude (SEPCJ) e neto de Ariano, João Suassuna, falou em nome da família do homenageado. “Uma homenagem justa e merecida, em um local simbólico para Ariano, inaugurado por ele enquanto secretário de Cultura, em 1997. Um local que representa a resistência, assim como Ariano e todos que fazem e cultivam a cultura popular”, lembrou. A presidente da Fundarpe, Márcia Souto, também comemorou a concretização de mais uma edição do prêmio. “Esse ato é muito importante e necessário porque os nossos artistas precisam que haja esse tipo de incentivo por parte do Governo, e é isso o que a gente tem buscado fazer”, frisou.
 
Janduir Santos, de 33 anos, fundador do Grupo Bacamarteiros Batalhão 56, um dos vencedores da categoria Grupos, agradeceu a conquista do prêmio e ressaltou a importância de eventos como esse para a disseminação dos diversos segmentos populares. “É uma grande satisfação poder participar dessa iniciativa e saber que a nossa expressão da cultura popular está sendo valorizada. É a primeira vez que a gente participa e estamos muito honrados de vir do Agreste e mostrar o trabalho cultural dos bacamarteiros aqui”, celebrou. Fundado no município de Riacho das Almas, o grupo é formado por 42 integrantes.
 
COMISSÃO JULGADORA – A seleção das propostas vencedoras na área de Cultura Popular foi avalizada por uma comissão formada pelos especialistas Francisco Adriano da Costa Souza, José Bezerra de Brito Neto, Débora Fernandes Herszenhut e André Alexandre Mendes Freiras. Na área de Dramaturgia, a análise ficou por conta de Morgana Pessoa, Cristiana Gimenes e Luiz de Assis Monteiro.
 
NOVO EDITAL –  Os interessados em participar do 3º Prêmio Ariano Suassuna de Cultura Popular e Dramaturgia poderão se inscrever entre os dias 3 de novembro e 12 de janeiro de 2018. O método de inscrição varia de acordo com o segmento. Para mais detalhes, acesse: www.cultura.pe.gov.br. Para o segmento de Dramaturgia, os proponentes deverão apresentar obras inéditas nas três categorias  “Teatro Adulto”, “Teatro para Infância e Juventude” e “Teatro para Formas Animadas”. Já no segmento de Cultura Popular, grupos/comunidades/mestres e mestras deverão comprovar residência e atuação em Pernambuco há pelo menos cinco anos.
 
Também participaram da cerimônia também o deputado estadual Antônio Moraes; o secretário executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto; e o prefeito de Tabira, Sebastião Dias.
 
Fotos: Hélia Scheppa/SEI
 
 
 

Segue lista dos vencedores desta edição:

SEGMENTO CULTURA POPULAR

 

RMR – GRUPO
Cambinda Estrela: No Baque da Cidadania – Uma reflexão sobre cultura popular, saberes e fazeres (Recife)

RMR – MESTRE
Dona Glorinha do Coco (Olinda)

AGRESTE – GRUPO
Grupo Bacamarteiros Batalhão 56 (Riacho dos Almas)

AGRESTE – MESTRE
Mestre João Elias Spíndola (Poção)

ZONA DA MATA – GRUPO
Caboclinho Cahetés de Goiana

ZONA DA MATA – MESTRE
Mestre Biu Alexandre (Condado)

SERTÃO – GRUPO
Samba de Veio (Ilha do Massangano/Petrolina)

SERTÃO – MESTRE
Zé Carlos do Pajeú (Tabira)

SEGMENTO DRAMATURGIA

 

CATEGORIA TEATRO ADULTO

 

1º lugar
Texto: O Gaioleiro
Autor: Raphael Gustavo Soares Ferreira

2º lugar
Texto: Sina
Autora: Andala Quituche


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

Inscrições abertas para as Escolas Técnicas Estaduais

Apenas no Sertão do Estado são 1.170 vagas disponíveis em sete ETEs

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Educação (SEE), está com inscrições abertas para o processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (ETE), na modalidade médio-integrado 2018. Nas ETEs localizadas no Sertão do Estado são 1.170 vagas em diferentes cursos técnicos.

Os cursos ofertados são: Administração, Manutenção e Suporte em Informática, Logística, Rede de Computadores, Desenvolvimento de Sistemas, Agroecologia, Meio Ambiente, Edificações e Agropecuária. As unidades de ensino que disponibilizam as vagas estão situadas nas cidades de Araripina (180), Arcoverde (180), Carnaíba (135), São José do Belmonte (180), São José do Egito (180), Serra Talhada (135) e Sertânia (180). A lista com os cursos oferecidos por unidade de ensino e os respectivos números de vagas também estão disponíveis no link do Sisacad (https://sisacad.educacao.pe.gov.br/sissel/).

Podem participar candidatos que concluíram o Ensino Fundamental em 2017 e ter idade máxima de 16 anos no ato da matrícula. As inscrições devem ser feitas até 12 de novembro, pelo site a Secretaria Estadual de Educação (www.educacao.pe.gov.br), no banner ETE (https://sisacad.educacao.pe.gov.br/sissel/).

As provas serão aplicadas de 16 a 28 de novembro, conforme agendamento feito pelo estudante no ato da inscrição. O resultado da primeira classificação será divulgado no dia 07 de dezembro, no site da Secretaria. O início das aulas está previsto para 05 de fevereiro de 2018.

ETE – Desde 2007, o Governo de Pernambuco vem realizando a expansão da rede de escolas técnicas no estado, visando garantir não só uma melhor infraestrutura, mas uma melhor educação para os estudantes pernambucanos, com a oferta da formação profissional. Naquele ano, Pernambuco tinha apenas seis escolas técnicas e hoje conta com 37 unidades. Tudo isso para que Pernambuco continue evoluindo na qualidade da educação pública.


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

EM TEMPOS DE INTERNET, PREFEITURA DEBATE IMPORTÂNCIA DOS PAIS NAS BRINCADEIRAS DOS FILHOS

Com o avanço da tecnologia e das redes sociais nas mediações da vida moderna, as crianças dedicam cada vez mais tempo aos celulares e videogames. Cada vez menos elas interagem umas com as outras, ou com os familiares, seja nas interações dentro de casa, seja nas antigas brincadeiras de rua.

Para debater os impactos dessas transformações e avaliar o papel dos pais no controle familiar dessas ferramentas tecnológicas, a Secretaria de Educação reuniu pais, mães e responsáveis dos alunos da educação básica. O debate aconteceu na manhã desta terça (24), no Centro de Educação Infantil Maria Genedi Magalhães, que atende ao bairro Padre Pedro Pereira e às comunidades do Alto da Bela Vista e do Conjunto Residencial Miguel Arraes.

A palestra foi ministrada pela psicóloga Daysiane Liberal, que atua na Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é orientar os pais a serem mais participativos na vida dos filhos. “Os país hoje acabam esquecendo um pouco de ter aquele contato mais direto com seu filho, muitas vezes usando os aparelhos eletrônicos como uma forma de entretenimento para as crianças e acabam esquecendo o contato físico e, principalmente, aquelas brincadeiras de antigamente. A interação com outras crianças é fundamental para a educação delas,” declarou Daysiane.

A atividade integra a programação da 5ª Semana do bebê de Afogados da Ingazeira, e irá percorrer diversas outras unidades educacionais administradas pela Prefeitura de Afogados da Ingazeira.

Nasceu o bebê prefeito – e é da zona rural o primeiro bebê a nascer de parto normal em Afogados da Ingazeira, durante a semana do bebê. Ele chama-se Jonathan Emanoel e nasceu com 51 cm, saudável, e pesando 3,1kg. A família é da comunidade do Riacho da Onça. O bebê Prefeito receberá, simbolicamente, as chaves da cidade na próxima sexta, das mãos do Prefeito José Patriota, na Praça Arruda Câmara, às 16h. Na ocasião, os pais também receberão um kit com produtos para os primeiros cuidados, e um banner com uma foto ampliada do bebê, para guardar de recordação deste momento. 

 

Prefeitura de Afogados da Ingazeira
Núcleo de Comunicação Social

 


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

Senado aprova parecer de Armando que dará acesso da baixa renda ao crédito  

  
O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (24), por 59 votos e nenhum contrário, o texto principal do parecer do senador Armando Monteiro (PTB-PE) a projeto alterando a legislação do cadastro positivo, que lista os clientes em dia com suas obrigações financeiras. As mudanças permitirão a redução das taxas de juros e o acesso ao crédito de mais de 20 milhões de brasileiros de baixa renda, atualmente fora do sistema bancário, segundo o petebista. Se não houver alterações (destaques) ao texto a serem votados nesta quarta (25), o projeto seguirá ao exame da Câmara dos Deputados.
Armando explicou que, criado em 2011 com o objetivo de identificar os bons pagadores e, dessa forma, reduzir os riscos dos bancos na concessão de financiamentos, o cadastro positivo inseriu apenas 5,5 milhões de usuários, o que representa menos de 5% do seu potencial de listagem. Se tivesse funcionado a contento, teria   contribuído para diminuir no Brasil o chamado spread bancário (diferença entre o custo do dinheiro captado pelos bancos e o juro final que cobram do cliente), um dos mais altos do mundo, cuja taxa é formada em mais de 50% pelo risco de calote. Com este custo de intermediação menor, cairão também os juros finais ao tomador do empréstimo, completou ele.
MUDANÇAS – O parecer de Armando – elogiado em plenário, entre outros, pelos senadores Jorge Viana (PT-AC), Tasso Jereissati (PSDB-CE) e Simone Tebet (PMDB-MS) – remove os obstáculos ao bom funcionamento do cadastro positivo. Entre várias modificações na legislação, elimina a exigência de autorização prévia do cliente para ser incluído no banco de dados, mantendo, contudo, o direito de solicitar a exclusão do seu nome a qualquer momento.
Em mais uma alteração, Armando Monteiro incluiu como fontes de dados as empresas de luz e água e as teles, o que permitirá a inserção no cadastro positivo de ampla parcela da população atualmente sem acesso aos serviços financeiros.
“Milhares de pessoas não chegam aos bancos, mas pagam em dia suas contas de luz, água, telefone, aluguel. Esses dados, ao serem incluídos no cadastro positivo, ajudam a diminuir o desencontro de informações das instituições financeiras e permitem a universalização da concessão de crédito com qualidade”, sublinhou Armando Monteiro.
Segundo o petebista, estudo do Banco Mundial mostra que a implantação do cadastro positivo reduz em 40% o risco de calotes e é um instrumento eficiente para maior acesso ao crédito. Armando informou que, principalmente por não terem histórico prévio nas instituições financeiras, quase 15% da população – mais de 20 milhões de brasileiros de baixa renda – não consegue obter empréstimos, problema que será contornado com a inclusão de seus nomes no banco de dados.
“Este projeto de lei, de muita importância, terá impactos altamente positivos no ambiente econômico, pois a oferta de crédito é fundamental ao desenvolvimento”, concluiu Armando Monteiro.
Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

José Accioly
Assessoria de Imprensa Senador Armando Monteiro (PTB)

Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

LOA 2018 indica cenário de retomada gradual do crescimento em Pernambuco

Projeto foi apresentado no Grande Expediente Especial da Alepe nesta segunda-feira (23/10)

O secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Márcio Stefanni, compareceu nesta segunda-feira (23/10) à Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) para apresentar o Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2018. A audiência pública ocorreu durante o Grande Expediente Especial da Casa no Auditório Senador Sérgio Guerra.

O projeto de LOA para o exercício de 2018 foi enviado no dia 5 de outubro à Alepe, apresentando um aumento de 6,4% no orçamento total do Estado, quando comparado à LOA 2017. São R$ 35,31 bilhões para o próximo ano, contra R$ 33,17 bilhões da LOA de 2017, indicando a materialização da retomada gradual do crescimento por que vem passando nossa economia, ainda bastante castigada pelos efeitos da crise nacional.

Parte desse crescimento está vinculada às receitas próprias, que deverão crescer 3,3% em relação à arrecadação deste ano, com destaque para as receitas tributárias (ICMS, IPVA) e transferências constitucionais (FPE). Já as receitas oriundas de convênios e operações de crédito devem apresentar redução de 16% em relação à previsão de 2017. Como resultado dessas dinâmicas, a Receita Corrente Líquida do Estado em 2018 deverá chegar a R$ 21,9 bilhões, ou 5,7% acima do projetado na LOA 2017.

“Nosso orçamento cresce 5% entre 2015 e 2018, comparado a uma inflação de 23% nesse mesmo período. Foi preciso ter mão firme no Governo para conduzir esse momento por que passamos”, afirmou o secretário Márcio Stefanni, destacando que o principal problema enfrentado pelo Estado tem sido a redução dos recursos de convênios com a União e de operações de crédito.

Despesas – Em relação às despesas, está estimado um crescimento de 9,8% com pessoal na comparação com a LOA 2017. A maior parte desse crescimento já se reflete na execução do atual exercício, em consequência da contratação de mais professores, médicos, policiais militares e do reajuste salarial das carreiras na área de segurança. O serviço da dívida deverá se manter estável, com um crescimento de apenas 2,8% resultante do comportamento do câmbio (dívida interna) e das renegociações para o alongamento da dívida com a União. Já as outras despesas correntes do Estado têm previsão de crescimento de 5,9%, com destaque para a Saúde, Educação e Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores (Sassepe).

A LOA 2018 prevê investimentos de R$ 2,21 bilhões, valor inferior ao previsto na proposta de 2017, mas superior ao executado até o momento. Esses investimentos estão destinados principalmente às áreas de recursos hídricos (26%), educação, saúde e segurança (16%), habitação (12%), desenvolvimento econômico (11%), estradas (11%) e agricultura (9%).

Destaca-se também o crescimento que a LOA de 2018 apresenta em relação à LOA de 2017 para as secretarias de Educação (+5,4%), Saúde (+6,1%) e Defesa Social (+10,5%). A proposta prevê ainda um crescimento no duodécimo dos Outros Poderes de 3,3%.


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

Pio Guerra recebe presidente da Federação da Agricultura do Ceará

O presidente da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (FAEPE), Pio Guerra, reuniu-se nessa terça-feira (24), com o presidente da Federão da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), Flávio Saboya, no Recife. Em pauta, fortalecer o atendimento aos produtores rurais nordestinos, bem como pleitear a defesa dos interesses da categoria.

No encontro, Pio Guerra fez uma exposição sobre as frentes de atuação da Faepe e das ações de formação profissional rural e promoção social, executadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Pernambuco (Senar/PE).

Ele falou também sobre o Fórum de Convivência Produtiva com as Secas, promovido em parceria com o Sebrae, que consiste num espaço de debates sobre o tema por instituições empresariais para que sejam apresentadas aos formuladores de políticas, governos e à sociedade soluções duradouras desenvolvidas para a convivência produtiva com os períodos de forte estiagem que possam ser aplicadas em Pernambuco e também no Semiárido brasileiro. “Continuaremos juntos na busca por melhorias para o setor produtivo. Acredito no dinamismo e competência de Flávio com os agropecuaristas do Nordeste”, destacou Pio Guerra.

Assessoria de Comunicação do Sistema Faepe/Senar-PE

Marina Lima


Postado em Notícias | Por

out 24

24 outubro 2017

Exposição fotográfica alerta sobre a mielomeningocele

Por iniciativa do deputado Waldemar Borges, a Assembleia Legislativa de Pernambuco inaugura na nesta quarta-feira (25), às 10h, a exposição fotográfica organizada pelo Instituto Arthur Vinicius (IAV), que pretende lançar luz e estimular o debate em torno de um problema de saúde grave, pouco conhecido, apesar da alta incidência, e que pode ser prevenido: a mielomeningocele (espinha bífida aberta), má formação congênita do sistema nervoso causada pela carência de ácido fólico (vitamina B9) e que atinge anualmente três mil crianças que nascem no Brasil. A mielomeningocele é considerada a segunda causa de deficiência motora infantil no mundo.

A exposição será instalada no Dia Mundial de Luta contra a Espinha Bífida e ficará aberta à visitação até o dia 10 de novembro, no hall do primeiro andar do Edifício Miguel Arraes (prédio do novo plenário). As fotos que compõem a mostra também fazem parte do calendário 2018 do Instituto Arthur Vinicius, instituição sem fins lucrativos que desde 2005 apoia familiares e crianças portadoras de mielomeningocele de todo Estado.

As 12 crianças fotografadas, na faixa etária dos três aos 14 anos, são atendidas pelo IAV e foram escolhidas a partir de votação na página da entidade no Facebook. As fotos foram voluntariamente produzidas pelos fotógrafos Augusto Galdino e Dani Vieira. “Essa porta aberta pela Assembleia Legislativa é uma grande oportunidade para discutirmos a prevenção, única forma de enfrentarmos a mielomeningocele”, assegura Fabíola Maciel, presidente do instituto que leva o nome do seu filho, também portador da má formação.

Ácido fólico – A prevenção passa pelo acesso à informação; da importância do consumo do ácido fólico e de medidas que incentivem a suplementação pelo menos três meses antes da gestação. Isso porque a má formação (defeito de fechamento ósseo posterior da coluna vertebral) ocorre no primeiro mês de gestação quando muitas mulheres sequer imaginam estarem grávidas. A esse quadro, soma-se o fato de que 52% das brasileiras não planejam a gravidez, segundo a pesquisa Nascer no Brasil realizada pela Fundação Oswaldo Cruz.

A vitamina B9 é encontrada em legumes, sobretudo de folhas verdes escuras, cereais integrais, grãos, vísceras, frutas, ovos, entre outros alimentos. No Brasil, resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tornou obrigatório a fortificação de farinhas de trigo e milho com ácido fólico e ferro, mas a incidência do problema indica que a questão precisa ser amplamente discutida por todos os setores da sociedade.

Ida Comber

Assessora de Comunicação do deputado estadual Waldemar Borges


Postado em Notícias | Por

Página 40 de 837« Primeira...102030...3839404142...506070...Última »