Publicidade


maio 17

17 maio 2020

Empresário Roberto Diniz vai doar equipamentos para higienização de Santa Cruz da Baixa Verde por 30 dias


Publicidade



Empresário Roberto Diniz dono da Diniz Construções teve muito trabalho junto com sua equipe, um gesto nobre que favorece o município de Santa Cruz da Baixa Verde nesse período de pandemia gerado pela Covid-19.

“Enquanto as famílias se protegia em suas casas, desta pandemia que tanto assusta todos nós. A Diniz Construções fazia a higienização da entrada da cidade de Santa Cruz da baixa Verde.

Das Ruas do centro, praça da matriz, pátio de Eventos e dos acessos próximos a Lotérica e agência do Bradesco, ação que a partir de segunda-feira sera feito pelo prefeito da cidade.

Iremos doar todo produto de sanitarizacao, EPIS, para higienização da cidade durante trinta dias. Esta foi uma maneira que A Diniz Construções encontrou para proteger toda a população que tanto contribuiu com nosso crescimento”, disse Roberto Diniz.


Postado em Notícias | Por

maio 17

17 maio 2020

Municípios que abrangem o decreto recebem ações sociais, sanitárias e fiscalização em Pernambuco

Foto: Heudes Regis/SEI – Data: 16-05-2020 – Covid-19 – Ações sociasi e fiscalizaçãodurante a vigência do Decretoda Qarentena

 
No primeiro dia da Operação Quarentena, Governo do Estado promove ações sanitárias, sociais e de fiscalização nos municípios abrangidos pelo decreto
 
 
Foram realizados serviços de sanitização de ruas e avenidas, distribuídas máscaras, cestas básicas e kits de higiene. Equipes de saúde também fizeram a aferição da temperatura da população
 
No primeiro dia em vigor do decreto que determina a quarentena nos municípios do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata, o Governo do Pernambuco contemplou essas localidades com ações sociais, sanitárias, de saúde e fiscalização. Estão envolvidos profissionais das Secretarias de Saúde, Defesa Social, Prevenção, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Urbano, Planejamento e Infraestrutura.
 
À tarde, o governador Paulo Câmara, depois de receber relatórios e fazer o acompanhamento das ações fez uma reunião, presencial e por videoconferência com o secretariado, para avaliar as primeiras medida da Operação Quarentena. Participaram os secretários André Longo, da Saúde, Antonio de Pádua, Defesa Social; Alexendre Rebêlo, Planejamento; Desenvolvimento Social, Sileno Gudes; e Prevenção, Cloves Benevides.
 
Em parceria com as Prefeituras, a Operação Quarentena distribuiu 4 mil máscaras, 640 kits de higiene e fez a aferição de temperatura em 612 pessoas nos municípios de Camaragibe e São Lourenço da Mata. As equipes ainda fizeram o trabalho de sanitização de ruas, praças e avenidas, utilizando 1.600 litros de produtos destinados a desinfecção de superfícies que possam ter sido contaminadas pelo covid-19. Cerca de 2 mil pessoas nas duas cidades receberam orientações sobre higiene e limpeza, bem como procedimentos durante o período de quarentena.
 
A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) se juntou às secretarias municipais de Assistência Social do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata para conscientizar comerciantes informais sobre a importância do isolamento social para o combate ao novo coronavírus. Nos cincos municípios, que iniciam neste sábado (16) medidas mais rígidas de isolamento social, os profissionais fizeram abordagens em supermercados, feiras e pontos de venda que geram aglomerações, informando sobre os cuidados de higiene, a obrigatoriedade da máscara e a necessidade de evitar concentração de pessoas. Buscando contribuir com a redução dos impactos provocados pela paralisação das atividades, o Governo de Pernambuco também iniciou a distribuição de cestas básicas para os comerciantes informais nesses municípios.
 
A distribuição de cestas básicas começou em Camaragibe para as famílias previamente cadastradas pela prefeitura. Na cidade, estão sendo entregues cerca de mil cestas durante o final de semana. A ação de sanitização foi realizada na região da Rua Elisa Cabral de Souza, um dos principais polos comerciais da cidade. 
 
Em São Lourenço da Mata, município com um número maior de profissionais informais, a entrega das cestas básicas acontece até a segunda-feira (18), no Centro Social Urbano Tito Pereira. Além das ações sociais, a Operação Quarentena conta ainda com atuações sanitárias e de fiscalização. O perímetro comercial da Avenida Dr. Francisco Correia, em São Lourenço da Mata foi beneficiado com a aplicação de produtos de limpeza nas ruas.
 
Foram entregues 320 kits de higiene pessoal e limpeza na comunidade Pixete, em São Lourenço da Mata. Em Camaragibe, o Governo do Estado promoveu a entrega de 320 kits. Cada bolsa contém máscaras de pano e cartilhas da Cufa-PE com informações sobre a necessidade de isolamento social, proporções de uso de água sanitária em caso de comunidade com baixa oferta de água encanada e dicas sobre o uso correto da máscara de proteção de boca e nariz.
 
A Secretaria de Defesa Social montou 35 pontos de bloqueio e fiscalização, com apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais nos cinco municípios elencados pelo decreto.  A quarentena nessas cinco cidades estabelece que, até o dia 31 de maio, a população só poderá sair de casa para atividades essenciais, como ir ao supermercado, padaria, farmácia ou para atendimento médico. No caso de o deslocamento ser feito utilizando veículo, será preciso respeitar um rodízio: placas terminadas em número par só podem circular em dias pares. As terminadas em número ímpar, só podem circular em dias ímpares. 
 
Para os trabalhadores enquadrados nas 38 categorias de serviços essenciais listadas no decreto a circulação será permitida durante a quarentena, obedecendo aos dias de rodízio, com exceção de profissionais de saúde, segurança, bancários, funcionários de supermercados, padarias, farmácias, postos de gasolina, empresas de transporte rodoviário e metroviário, além de trabalhadores em vigilância e zeladoria. Esses poderão utilizar veículos próprios sem restrições.
 
Link com as imagens: https://we.tl/t-n4X8LUB1H7
 
Fotos: Heudes Regis /SEI
Colaboração da Assessoria 

Publicidade


Postado em Notícias | Por

maio 17

17 maio 2020

Governo de Pernambuco diz que atingiu maior índice de isolamento social do país

Gráfico divulgação

No primeiro dia de quarentena mais rígida, Pernambuco atinge maior índice de isolamento social do País

Média geral do Estado ficou em 53,8%, e nos municípios abrangidos pelo decreto, índice médio de isolamento chegou a 60%

 

Pernambuco atingiu o maior índice de isolamento social do Brasil no último sábado (16), primeiro dia da quarentena decretada nos municípios do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Camaragibe. Em média, 53,8% da população do Estado permaneceu em casa no sábado. Segundo georreferenciamento feito pela Inloco – empresa  com escritórios no Brasil e nos EUA – nas primeiras 24 horas de vigência do decreto de intensificação do isolamento social, nas cinco cidades submetidas a regras mais rígidas de controle de circulação, o índice médio de isolamento atingiu 60%, um percentual bem superior aos 48% registrados no sábado anterior (09).

O levantamento da Inloco revelou que o isolamento em Pernambuco ficou acima do Ceará (52,7%), Amapá (52,7%) e Pará (51%), quatro únicos estados brasileiros a superar os 50% de distanciamento social. Entre as cidades, o maior destaque ficou com o Recife, que atingiu 62,1% de isolamento no índice levantado pela InLoco. Foi o maior percentual entre as capitais brasileiras. Olinda registrou 61%, Camaragibe 59% e Jaboatão e São Lourenço da Mata atingiram 58% no total de pessoas em casa neste sábado.

“Quero agradecer à população pernambucana que está consciente da importância do isolamento social no enfrentamento da Covid-19. São números animadores que mostram que temos condições de chegar ao índice ideal, que é de 70% da população em casa, para frear a aceleração da doença”, afirmou o governador Paulo Câmara, que na manhã deste domingo (17) comandou uma reunião por videoconferência com todo o secretariado estadual para avaliar os resultados do primeiro dia da Operação Quarentena.

O governador reiterou que ainda há 14 dias pela frente nesse esforço da quarentena, e que sair de casa, só para uma compra essencial, ou para atendimento médico. “Quanto menos contato com outras pessoas, menor a possibilidade de se contrair o novo coronavírus ou de contaminar os outros, caso você esteja doente”, reforçou Paulo Câmara, em pronunciamento à população nas redes sociais.

Publicidade


AÇÕES NAS RUAS – Neste período da Operação Quarentena, a Secretaria de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas manterá, diariamente, ações nos Pontos de Cuidado, voltados para o atendimento à população em situação de rua no Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Paulista, realizando em média 720 atendimentos por dia. Os pontos servem ainda para pesquisar informações sobre sintomas da doença nessa faixa da população, além de repassar a ela instruções sobre as medidas de prevenção em linguagem adequada, considerando os hábitos da população.

A secretaria também promove a distribuição de quentinhas, totalizando mil almoços e mil jantares, todos os dias, garantindo segurança alimentar e equilíbrio nutricional com o padrão de qualidade das cozinhas do Senac. A logística é do Governo de Pernambuco, com o apoio de mais de 40 coletivos e instituições de atendimento à população em situação de rua para a distribuição dos alimentos no Grande Recife.

FISCALIZAÇÃO AMPLIADA – Nas 24 horas do sábado, foram montados 35 pontos de blitzes para fiscalizar o fluxo de veículos nas cinco cidades da RMR. Ao todo, 1.728 veículos foram abordados nos pontos de bloqueio. A Operação Quarentena, que envolve um efetivo de mil profissionais da segurança, também atuou nas fiscalizações a pedestres e estabelecimentos sem autorização para funcionar. Houve abordagens a 2.794 pessoas que circulavam nas cinco cidades e foram orientadas a retornar para suas casas. Foram fechados 749 estabelecimentos, entre lojas, restaurantes, bares e outros.

“Estamos observando o aumento da colaboração da sociedade no isolamento. Isso vem sendo visto na prática em locais que antes tinham grande movimentação, e também está sendo aferido por meio do georreferenciamento. Nas blitzes, a população tem colaborado com o rodízio, apresentado documentos e retornando quando é orientada. Nosso efetivo vem recebendo bastante apoio e incentivo, é importante ressaltar”, afirmou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, acrescentando que neste domingo (17) a SDS ampliou para 43 o número de pontos de bloqueio de veículos e reforçou ações de fiscalização de medidas sanitárias.

Link do pronunciamento do governador: https://we.tl/t-KeSyQElOe0

Link da videoconferência: https://we.tl/t-cV5NAL0RZK

 

Colaboração da Assessoria 


Postado em Notícias | Por

maio 16

16 maio 2020

Ouvidoria estadual amplia serviço de atendimento para dúvidas sobre quarentena

Para orientar e esclarecer todas as dúvidas da população sobre o Decreto Estadual 49.017/2020 – que intensifica as medidas restritivas adotadas no combate ao novo coronavírus nos municípios do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata –, a Ouvidoria-Geral do Governo do Estado iniciou a ampliação no seu atendimento. Já a partir de hoje (14), o telefone 162 (ligação gratuita de telefone fixo ou celular) funcionará das 7h às 19h, de domingo a domingo. Além disso, o cidadão ainda poderá realizar sua manifestação por meio do site (www.ouvidoria.pe.gov.br) ou e-mail (ouvidoria@ouvidoria.pe.gov.br). A determinação é que todas as demandas sejam respondidas num prazo de até 24 horas.

“Entendemos que esse é um momento de unir esforços para nortear as pessoas sobre as novas determinações do governo. Os próximos dias serão cruciais para tentarmos reduzir a curva de contágio das pessoas atingidas pela Covid-19. Esse trabalho da Ouvidoria do Estado vem para somar esforços a tudo que o Governo Paulo Câmara está fazendo para conter a disseminação da pandemia em Pernambuco”, comentou a secretária da Controladoria-Geral e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet.

A secretária reforça que essa ampliação da ouvidoria é voltada, exclusivamente, para atender pessoas que ainda estão em dúvida sobre a quarentena, que se inicia do próximo sábado (16) e segue até o final do mês de maio. “O uso obrigatório das máscaras, o rodízio de veículos, o funcionamento das atividades autorizadas e dos serviços essenciais, além da fiscalização que será realizada pelo governo, serão a nossa prioridade nesse momento. As demais manifestações seguem com o prazo normal previsto em lei, que é de 20 dias”, explicou.

O site oficial www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, que já possui uma área específica com perguntas e respostas sobre as ações da administração estadual, inseriu uma barra – caso as informações ali inseridas não sejam suficientes – onde os usuários podem clicar e serem direcionados até a página da ouvidoria para o cadastro das manifestações.

NÚMEROS – Entre março e maio, a Ouvidoria-Geral do Estado recebeu quase 1.773 manifestações relacionadas ao novo coronavírus. De acordo com levantamento realizado pela coordenação da Rede, esse número representa perto de 10% do total de manifestações recebidas nesse período, que somou 18.694. Fazendo um recorde dos meses, as demandas praticamente dobraram, passando de 490 em março para 965 no mês seguinte. Em termos percentuais, o total de manifestações referentes à Covid-19 subiu de 5% para 16% do total de contatos recebidos pela rede.

Assessoria de Imprensa


Postado em RECIFE | Por

maio 16

16 maio 2020

Cada vez mais médicos migram vínculo empregatício e passam a atuar em cooperativas

Imagem de Sasin Tipchai de Pixabay

 

Vice -diretora da Solidare, cooperativa da área da saúde, explica o movimento dos profissionais para essa modalidade de trabalho

A crise no sistema de saúde provocada pelo coronavírus é algo extremamente novo para todos, inclusive para os profissionais da área que, por conta da situação, passam a realizar uma mudança de hábito e até mesmo de vínculo empregatício. Desde o início da pandemia, muitos profissionais da saúde optaram por fazer parte de cooperativas que atuam na área para que sejam facilmente alocados com menor burocracia.

Izabeli Lopes, vice-diretora da Solidare, cooperativa que atua na área da saúde, explica que há muitos benefícios para os médicos que escolhem um caminho diferente da Pessoa Jurídica (maneira mais comum de contratação no setor). “Trabalhar por meio de uma cooperativa faz com que o profissional deixe de se preocupar com burocracias, taxas e responsabilidades impostas pela abertura de uma empresa e passe a exercer sua profissão com maior liberdade e tranquilidade”, relata.

Trata-se, de forma geral, de oferecer aos trabalhadores ainda mais flexibilidade para escolher por esse e também outros vínculos, além da vantagem de contar com uma boa remuneração, uma vez que não há qualquer desconto como acontece com a  CLT, e o pagamento é baseado em produtividade. Outro fator importante é que nesse caso, não há recolhimento de tributos ou despesas administrativas relacionadas a empresas, como contadores.

O trabalho das cooperativas é excelente tanto para os profissionais da saúde, como também as empresas que contratam esses serviços. Nesse momento, há uma grande demanda dos serviços médicos e de toda a equipe funcional de clínicas e hospitais. Por isso, a diretora destaca que a contratação de cooperativas é uma via de duas mãos. “Por um lado, trabalhamos para melhorar condições de trabalho de cooperados, atuando diretamente em negociações salariais que beneficiam ambos os lados. Por outro, conseguimos fazer com que a empresa reduza custos e aumente o quadro de funcionários”, Izabeli conta.

Uma das questões que envolvem o cooperativismo é que contratações podem ser vinculadas a setores públicos e privados e, portanto, esses profissionais podem ser alocados em ambos, a depender do contrato. Isso significa que o governo também pode optar por essas facilidades sem se preocupar com greves ou qualquer tipo de situação que impeça o trabalho.

“A realidade hoje está direcionando para que as cooperativas sejam a melhor saída na contratação de serviços da saúde pois vai de encontro a tudo que se busca para melhor oferta desses serviços que é a economia, capacitação permanente da mão de obra ofertada e desburocratização na contratação”, a diretora finaliza.

Sobre a Solidare

A cooperativa, da área da saúde, atua no desenvolvimento do trabalho com benefício comum entre cooperados. Promove também o incremento econômico e social, cultivando parcerias, sempre com responsabilidade e valorizando as pessoas. Ao mesmo tempo, entrega aos contratantes soluções inovadoras no atendimento aos clientes e pacientes. A parceria com o  Instituto Paulista Educacional Social de Projetos e  Pesquisas- IPESPP, organização que há mais de 18 anos atua com programas e projetos de capacitação e treinamento com foco no desenvolvimento profissional, permite a Solidare apresentar uma equipe  qualificada, principalmente no que diz respeito a cultura da humanização em Hospitais Públicos e Privados, o que evita rotatividade do profissional. Para mais informações, acesse

https://www.facebook.com/solidare.cooperativa.9?epa=SEARCH_BOX ou entre em contato pelo  (13) 99771-0078 ou (11) 99910-1663 .

Assessoria de Imprensa


Postado em Ciência e Tecnologia | Por