Publicidade


jul 21

21 julho 2018

Afogados da Ingazeira poderá ganhar primeira clínica de recuperação de viciados em droga

Publicidade


Essa é uma ideia do renomado médico, empresário e ex-deputado Edson Moura, quando em sua página no Facebook colocou uma pesquisa entre os seguidores sobre a criação de uma clínica de recuperação de viciados em drogas, o local seria o Recanto dos Moura, área verde enorme às margens da PE-292 no Sertão do Pajeú.

Edson Moura é visionário, trouxe a primeira casa de saúde para Afogados da Ingazeira, hoje referência no alto Pajeú, homem de sucesso e muito experiente, não há quem duvide dessa empreitada.


Postado em Sertão | Por

jul 21

21 julho 2018

Criança desaparece em Jabitacá

Por volta do meio dia deste sábado recebemos uma ligação de uma fonte, onde uma criança teria sumido daquela localidade, usaram um termo “roubaram uma criança”, vários veículos de polícia estavam no local, até o momento não temos ainda informações se a suposta criança teria sido encontrada.

Colaboração de Eduardo


Publicidade


Postado em Sertão | Por

jul 21

21 julho 2018

Dia de homenagens em São José do Egito

Empresário incentivador da Cultura Popular será homenageado hoje pela Câmara de São J. do Egito – Em sessão solene que acontece hoje a Câmara de Vereadores de São Jose do Egito concede o Titulo de Cidadão Egipciense a João Claudino Fernandes empresário que é dono dos Armazéns Paraíba. Seu João é amante da poesia popular, apoia festivais de cantadores, patrocina gravações dos poetas e tem grande admiração no meio cultural. A Casa Dr. Arlindo Leite Lopes presidida pelo vereador Antônio Andrade promove a sessão solene hoje ás 19h.

Colaboração de Anchieta Santos


Postado em Sertão | Por

jul 20

20 julho 2018

Ações de acesso à terra para beneficiar famílias rurais de Petrolândia são pauta de reunião no Iterpe

Nesta quinta-feira (19/07), a equipe do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco (SARA), discutiu a execução das ações de acesso à terra do assentamento estadual Januário Moreira, localizado na zona rural do município de Petrolândia. A reunião foi realizada na sede do órgão, junto com a prefeita, Janielma Souza e representantes do assentamento, Lindaci Gomes, Fábio Leite e João Francisco de Alcântara.

Publicidade

Com o objetivo de titular mais de 190 famílias rurais que vivem no Januário Moreira, a reunião visou dialogar as estratégias necessárias para avançar com as ações de Reordenamento Agrário, que tem entre alguns dos resultados, a entrega do título de concessão de direito real de uso da terra. A partir do documento em mãos, as mulheres e homens do campo podem acessar créditos rurais junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), bem como instituições financeiras, e às políticas públicas de desenvolvimento da produção.

 “O Iterpe está disponível para continuar as ações de acesso à terra em Petrolândia e vamos trabalhar para que os agricultores do Assentamento Januário Moreira recebam o título de concessão de direito real de uso da terra até a primeira quinzena de setembro”, afirmou o presidente do Iterpe, André Negromonte.

A ocasião contou também com a participação da equipe gestora do Iterpe, do deputado federal, Augusto Coutinho; do deputado estadual Alberto Feitosa; do superintende do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Bruno Medrado; do secretário de Agricultura de Petrolândia, Rogério Viana; e o vereador da cidade, Sílvio Rogério.

 

Mirthis Novaes


Postado em Notícias | Por

jul 20

20 julho 2018

Acidente envolvendo o deputado Ricardo Teobaldo

URGENTE!!!

Deputado Federal Ricardo Teobaldo sofre acidente na BR 232 em Moreno, segundo informações repassadas pelo próprio deputado, o veículo capotou devido as chuvas. Estavam com ele o ex-vereador Júnior de Moisés e o motorista. Todos tiveram ferimentos leves.

Colaboração de Paulo Pinto (Radialista)


Postado em Notícias | Por

jul 20

20 julho 2018

Tadeu Alencar sai em defesa dos agentes comunitários de saúde e de combate às Endemias: “São a vanguarda da saúde pública no Brasil”

BRASÍLIA – O deputado federal Tadeu Alencar (PSB), líder do partido na Câmara, apresentou à Câmara Federal junto com mais oito parlamentares um projeto que susta a portaria que prevê formação técnica em enfermagem para agentes de saúde e de combate às endemias, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Para os deputados, os agentes comunitários de saúde e os de combate às endemias desempenham atividades completamente diferentes daquelas dos técnicos de enfermagem, justificando, assim, a inconstitucionalidade da portaria.

“Os agentes de saúde têm o papel de conscientizar a população das necessidades ligadas à saúde, bem como realizar consultas e exames, tomar as vacinas anuais e identificar sintomas, encaminhando possíveis pacientes para as Unidades de Saúde. Não há necessidade de burocratizar a formação desses profissionais que já desempenham uma função tão importante”, opina Tadeu.

Segundo a Câmara dos Deputados, o pedido de sustação através do Projeto de Decreto Legislativo 919/18 será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votado pelo Plenário.

Tadeu Alencar já havia levantado outra bandeira dos Agentes Comunitários de Saúde e de combate às endemias durante o mandato. Em março de 2018, participou do Encontro Metropolitano de Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias, em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, onde garantiu apoio à aprovação da MP 827/18, que corrige o congelamento do piso nacional da categoria desde 2014.

Votada no dia 11 de julho, a MP foi aprovada com o apoio de Tadeu. “A MP 827 corrige a injustiça de ter o piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Agentes de Endemias congelados desde 2014. São eles que abrem as portas da prevenção e que representam a vanguarda da saúde pública no Brasil. Uma noite memorável que queremos celebrar com essa relevante categoria do serviço público”, comemorou o parlamentar nas suas redes sociais na noite da votação.

SAÚDE NA PAUTA – Tadeu também contribuiu com a saúde de Pernambuco através de emendas parlamentares em junho de 2018. Só na Região Metropolitana do Recife, foram destinados R$ 600 mil – R$ 100 mil para a Santa Casa de Misericórdia, R$ 200 mil para o Hospital do Câncer e R$ 300 mil para o IMIP. Já no Agreste, foram liberados R$ 500 mil para quatro Unidades de Saúde da Família (PSFs) em Altinho, totalizando R$ 1,1 milhões em emendas liberadas.

Colaboração da Assessoria


Postado em Política | Por

jul 19

19 julho 2018

Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira esclarece vídeo de suposto cachorro executado em praça pública

Um vídeo rodou a internet mostrando um agente da Vigilância Sanitária com um animal desacordado na Praça Arruda Câmara, o rapaz que filmou dizia que o animal estava sendo executado ali mesmo na frente do público, fato que gerou revolta nas redes sociais, por outro lado, uma nova versão surgiu e resolvemos averiguar para entender o que realmente aconteceu, veja agora o vídeo que esclarece de fato o acontecido ou o mal entendido.


Postado em Sertão, Vídeo | Por

jul 19

19 julho 2018

Espetáculo “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião” será apresentado em Serra Talhada

Fotos: Manu. 

O público de Serra Talhada vai conferir o maior espetáculo ao ar livre do Sertão nordestino, “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião”,entre os dias 25 e 29 de julho, sempre às 20h, na Estação do Forró (antiga Estação Ferroviária).O texto é de Anildomá Willans de Souza e a direção é de José Pimentel

Há 80 anos o terrível encontro entre militares do Governo Getulista e cangaceiros liderados por Lampião e sua esposa, Maria Bonita, praticamente pôs fim à chamada Era do Cangaço. Essa história é contada em detalhes no espetáculo “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião”. A peça com texto de Anildomá Willans de Souza e direção de José Pimentel será encenada entre os dias 25 e 29 de julho, sempre às 20h, na Estação do Forró (antiga Estação Ferroviária), em Serra Talhada, como parte da programação do “Tributo a Virgolino – A Celebração do Cangaço”, evento promovido pela Fundação Cabras de Lampião para recordar os 80 anos da morte do cangaceiro mais famoso.

Numa realização da Fundação Cultural Cabras de Lampião, com patrocínio do FUNCULTURA/Secretaria de Cultura/Governo do Estado de Pernambuco e Prefeitura Municipal de Serra Talhada, além de diversas empresas locais, a montagem, que teve sua estreia em julho de 2012, com absoluto sucesso, deve reunir mais de 50 mil pessoas nesses cinco dias da temporada. A entrada é franca.

São 50 atores e 70 figurantes, além de 40 profissionais na equipe técnica e administrativa. No elenco, atores da própria Serra Talhada, mas também do Recife e de Olinda, além da atriz e cantora Roberta Aureliano, que interpreta Maria Bonita e é natural de Maceió (AL) mas passou toda a infância em Serra Talhada.

O ator e dançarino Karl Marx, 27 anos, vive o protagonista. Integrante do Grupo de Xaxado Cabras de Lampião, ele comemora 13 anos à frente do mesmo papel, em outras montagens: “a responsabilidade é grande porque se trata de um personagem que mexe com a imaginação das pessoas, que influenciou a cultura popular sertaneja, os valores morais e até o modo de viver do nosso povo”. Para ele, é um orgulho revelar o lado humano de Lampião. “Este trabalho é mais do que um desafio profissional. É quase uma missão de vida, ainda mais quando se trata de Cangaço, tema polêmico que gera divergências, contradições e até preconceitos”, conta.

A história – “O Massacre de Angico – A Morte de Lampião” reconta a vida do Rei do Cangaço, Lampião, desde o desentendimento inicial de sua família com o vizinho fazendeiro, Zé Saturnino, ainda em Serra Talhada. Para evitar uma tragédia iminente, seu pai, Zé Ferreira, fugiu com os filhos para Alagoas, mas acabou sendo assassinado por vingança. Revoltados e querendo fazer justiça com as próprias mãos, Virgolino Ferreira da Silva e seus irmãos entregaram-se ao Cangaço, movimento que deixou muito político, coronel e fazendeiro apavorado nas décadas de 1920 e 1930 no Nordeste. Temidos por uns e idolatrados por outros, os cangaceiros serviram como denunciantes das péssimas condições sociais daquela época.

A peça conta a história de Lampião no cangaço até o trágico momento de sua morte. É que na madrugada do dia 28 de julho de 1938, na grota de Angico, em Sergipe, onze integrantes do bando de cangaceiros, inclusive os já então famosos líderes Lampião e Maria Bonita, foram mortos e tiveram suas cabeças decepadas pelos militares.

O “molho” que rege toda a história da peça é o perfil apresentado deste homem, símbolo do Cangaço, visto por um outro viés, mais humano. “Mostraremos ao público um Lampião apaixonado, que sentia medo e que era afetuoso. Vamos apresentar não somente a sua postura diante da guerra travada contra os coronéis e fazendeiros, contra a polícia e toda a estrutura de poder, mas também a postura de um homem que amava as poesias e sua gente”, revela Anildomá.

Ambientada em cima de uma ribanceira de terra batida, durante uma hora e meia, a encenação acontece, contando com uma arrojada trilha sonora – além das vozes gravadas dos intérpretes, inclui obras de Chico Science a Amelinha, além de músicas do cancioneiro popular como Mulher Rendeira e a canção Se Eu Soubesse, na voz da atriz e cantora Roberta Aureliano, intérprete da Maria Bonita. A iluminação é detalhista e há efeitos especiais que são assinados, assim como os cenários, pelo mago da cenografia pernambucana Octávio Catanho (Tibi), parceiro de José Pimentel em todos os seus outros trabalhos.

 

OUTRAS INFORMAÇÕES:

MUSEU DO CANGAÇO / FUNDAÇÃO CULTURAL CABRAS DE LAMPIÃO

CLEONICE MARIA / ANILDOMÁ WILLANS DE SOUZA / KARL MARX

(87) 3831 3860  / (87) 99938 6035 / (87) 99918 5533 / (87) 99615 3656

E-mail: cabrasdelampiao@gmail.com

Valeska Araújo
Jornalista


Postado em Sertão | Por

jul 19

19 julho 2018

Santa Maria da Boa Vista firma acordo judicial com o MPT para combater trabalho infantil em lixão

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco conseguiu que o município de Santa Maria da Boa Vista firmasse acordo judicial voltado para proteção da infância e adolescência. O documento, celebrado em 5 de julho passado, está vinculado à ação civil pública movida em 2016, de autoria da procuradora do MPT Vanessa Patriota, que evidenciava casos de trabalho precoce no lixão da cidade.

Entre as obrigações assumidas pelo município, destaca-se o melhor controle no sistema de limpeza urbana, o que inclui murar o lixão, gerenciar o acesso ao local, proibir a entrada de crianças e adolescentes, bem como de cadastrar os adultos que trabalham na catação de resíduos, etc. Caso as obrigações não sejam cumpridas, o município será multado, por dia, no valor de R$ 1,5 mil, por obrigação violada e por criança, adolescente e catador prejudicado.

O acordo também prevê que o município reverta no mínimo dois por cento da receita tributária líquida anual para a promoção eficaz de políticas públicas de combate ao trabalho infantil e profissionalização de adolescentes; a inclusão dos filhos dos catadores de materiais recicláveis em programas sociais, em especial em períodos de recesso escolar e nos horários compatíveis com o horário de trabalho dos pais, e a inscrição de catadores e familiares no cadastro único do Governo Federal.

De acordo com a procuradora Vanessa Patriota, ao município já foi determinado o pagamento de multa no valor de R$ 100 mil, pelos danos já causados à população. A quantia será revertida para o Fundo da Criança e do Adolescente do Estado de Pernambuco (FIA/Estadual) ou para o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos. Para esses mesmos fundos, serão também direcionados os valores dos futuros descumprimentos, caso ocorram.

 

Trabalho infantil e pobreza

Quatro em cada 10 crianças vivem em situação de pobreza. Tal situação de vulnerabilidade as expõe ao trabalho infantil. O Brasil tinha até 2016 a meta de erradicar as piores formas de trabalho infantil, o que inclui o trabalho em lixões, mas ela não foi atingida. A mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que no Brasil há 2,672 milhões de crianças e adolescente em situação de trabalho entre 5 e 17 anos.

Em Pernambuco, inclusive, houve aumento nos números, cerca de 12%. Antes, eram 109.000. Atualmente, são 123 mil. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), 85 milhões de crianças no mundo estão enquadradas nas piores formas. Esse número corresponde a 51% do total do trabalho infantil no mundo.

 

Legislação

Segundo a Constituição Federal, em regra, o trabalho só está permitido, em todas as modalidades, a partir dos 18 anos. No entanto, é possível que ocorra desde os 16 anos, mas não poderá ser em atividades noturnas, perigosas, insalubres e penosas. Há ainda a possibilidade do trabalho adolescente, na condição de aprendiz, que é um contrato especial, a partir dos 14 anos.

 

Denúncias

Quem quiser denunciar casos de trabalho precoce, pode ligar para o Disque 100, que tem ligação gratuita, ou mesmo informar ao Ministério Público do Trabalho, pelo site.

Ação: ACP 0000002-72.2018.5.06.0413

Colaboração de Mariana Banja
Assessoria

Postado em Notícias | Por

jul 19

19 julho 2018

Roberto Tavares  tem mandato  prorrogado na  presidência  da Aesbe

                                   

O presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento-Aesbe, o pernambucano Roberto Tavares,  foi  reconduzido  a  liderança  da entidade,  que representa  25 companhias estaduais de saneamento. A eleição  foi realizada, hoje (18), na sede da entidade em Brasília, durante a  Assembleia Geral  da  associação, que decidiu estender o mandato do atual presidente, que já lidera a entidade por duas gestões consecutivas. Roberto Tavares, que também é presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), teve o seu nome aclamado por unanimidade para gerir a Aesbe até março de 2019.

“Sinto-me muito honrado por continuar presidindo a Aesbe  e sei da responsabilidade de conduzir a instituição nesse difícil momento do Saneamento no país. Eu espero que, nesta reta final, possamos ficar cada vez mais unidos, principalmente neste cenário atual preocupante, onde temos uma Medida Provisória que pode desestruturar totalmente o setor.

Vamos unir esforços em defesa do saneamento”, enfatizou Tavares. A Assembleia elegeu ainda três novos vice-presidentes, sendo eles: Rogério Cedraz (Embasa/BA), Karla Bertocco (Sabesp /SP) e Jorge Luis Costa Melo (Corsan/RS), referentes às regiões Nordeste II, Sudeste e Sul, respectivamente. De acordo com o Estatuto, o presidente da Aesbe tem a prerrogativa de escolher o líder para ocupar o cargo de vice-presidente, função que será assumida  por Karla Bertocco, da Sabesp, a Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo.

 

Colaboração da Assossoria


Postado em Notícias | Por

Página 1 de 1.00212345...102030...Última »