Publicidade


jun 2

2 junho 2018

Grupo Móvel fiscaliza casas de farinha no interior de Pernambuco

Publicidade


Operação formada por diversos órgãos verificou as condições de trabalho nas unidades

Nesta semana, municípios pernambucanos foram alvo da fiscalização do Grupo Móvel, especializado no combate ao trabalho escravo. O objetivo da operação foi verificar as condições de trabalho nas casas de farinha. Em três dias (30, 31 de maio e 1 de junho), foram inspecionadas cinco unidades fabris, quatro delas situadas em Lajedo e uma, em Jupi. Ao todo, 94 trabalhadores se beneficiaram diretamente com a ação. Em todas as fábricas, as atividades foram suspensas, porque as máquinas foram interditadas.

O Grupo Móvel, formado por representantes do Ministério do Trabalho (MTb), Ministério Público do Trabalho (MPT), Defensoria Pública da União (DPU) e Polícia Federal (PF), encontrou diversas irregularidades nas casas. No entanto, não houve configuração de trabalho análogo ao de escravo. Segundo o coordenador da operação, o auditor do MTb, André Wagner Dourado, as condições de trabalho, mesmo sendo ruins, não configuraram a prática. Também não foram vistas crianças e adolescentes na atividade.

Os principais problemas constatados pela fiscalização se repetiram em todos os estabelecimentos visitados, a começar pela não regularidade para funcionamento. Das cinco unidades, apenas uma tinha registro de atividade (CNPJ), fato que impacta diretamente na formalização do vínculo de trabalho. A quase totalidade dos trabalhadores encontrados não tinha a carteira assinada.

As irregularidades encontradas nas etapas de produção da farinha de mandioca também foram comuns aos lugares inspecionados. De acordo com a procuradora do MPT Gabriela Maciel, integrante da equipe, as irregularidades começam logo no descasque da mandioca.

“As trabalhadoras, porque são em sua maioria mulheres, ficam sentadas em bancos de madeira, sem uma altura ou suportes adequados para mãos e braços, com os joelhos cobertos com borracha ou tecido mais grosso, onde apoiam muitas vezes a mandioca para cortarem e descascarem. Usam facas extremamente amoladas, sem luvas, num ritmo frenético”, disse.

Para se ter uma ideia, em média, em dez segundos, uma mandioca já está descascada. Para o defensor público, Haman Córdova, o que pode ser visto como habilidade, num primeiro momento, tem relação também com a necessidade pelo dinheiro, já que recebem por produção. Os trabalhadores, nessa função, recebem cerca de R$7 por 100 quilos de mandioca descascada.

Depois de descascada, a mandioca é deixada de molho, para depois ser prensada. Essa é uma outra atividade que preocupou a fiscalização, tanto que, em todas as unidades, foram interditadas todas as máquinas. Os equipamentos não seguiam as normas regulamentadoras, oferecendo riscos a quem os operava. Os principais deles são o choque elétrico, o corte e o esmagamento de partes do corpo.

Uma outra área que preocupou o Grupo Móvel foram os fornos, onde a farinha é assada. Além do calor no local, o trabalhador que fica nessa área não usa equipamentos mínimos de proteção. Tanto aqui como no trabalho de prensa o ganho é por produção. Recebem aproximadamente R$2 por saca de 60 quilos cheia.

Regularização da conduta

Após as ações de fiscalização, o desafio do Grupo Móvel é a regularização da conduta. Os auditores do MTb devem concluir a elaboração dos autos de infração. Já o MPT deve chamar as empresas para tratar dos problemas encontrados. Nas próximas segunda (4) e terça (5), haverá audiência com os representantes de cada um dos estabelecimentos na unidade do MPT em Caruaru (Rua Saldanha Marinho, 375, Maurício de Nassau). A DPU também estará presente.

Casas de farinha

No começo de maio, as casas de farinha foram alvo de fiscalização do Grupo Móvel. Dessa vez, a operação ocorreu em Alagoas, em Arapiraca. Lá, o trabalho análogo ao de escravo foi verificado, ocorrendo, inclusive, o maior resgate do Grupo Móvel desde 2012. Ao todo, 90 trabalhadores precisaram ser resgatados.

Colaboração de Mariana Banja


Postado em Notícias | Por

jun 2

2 junho 2018

Gonzaga Patriota recebe apoio de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças políticas

Em reconhecimento pela dedicação e diversos serviços prestados ao Sertão do Pajeú, nesta sexta-feira (01) o deputado federal Gonzaga Patriota recebeu oficialmente apoio de diversas lideranças políticas da região.
Em Itapetim, Gonzaga conta com o apoio do prefeito Adelmo Moura, do vice-prefeito Junio Moreira e do ex-prefeito Arquimedes Machado; também da vereadora Jordânia Siqueira e dos vereadores Carlos Nunes, Romão, Jacinto Lucena e Clodaldo Lucena.
Em Brejinho, a prefeita Tânia Maria, o vice-prefeito Manoel da Carne e os vereadores Galeguinho do Milhão, Inácio Teixeira, Naldo de Valdinho, Guera de Jacinto e Ronaldo Delfino, além do ex-prefeito José Vanderlei, reforçaram o apoio ao deputado Gonzaga Patriota.
No município de Solidão, Patriota tem o apoio do prefeito Djalma Alves, do vice-prefeito, Zé Nogueira e dos vereadores Josias de Neta, Antônio Bujão, Vitorino Melo e Genivaldo Barros.
Gonzaga Patriota realiza anualmente um trabalho voltado à população desses municípios, por meio, inclusive, de destinação de emendas parlamentares para investimentos em infraestrutura, educação, saúde, segurança, mas principalmente, para o combate à seca. “Busco proximidade com esta região do meu estado, por onde tenho muito apreço e carinho. Luto pelo desenvolvimento desta gente forte”, frisou Patriota, durante as visitas.

Deputado Federal Gonzaga Patriota
Assessoria de imprensa


Publicidade


Postado em Política | Por

jun 2

2 junho 2018

Anchieta Patriota inaugura novas instalações da Escola Joana Freire em Carnaíba Velha próxima segunda-feira (04)

Prefeito Anchieta Patriota vai inaugurar novas instalações da escola Joana Freire na 2ª feira – Na próxima 2ª feira (04) às 9h da manhã o Prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota, estará inaugurando as novas instalações da escola Joana Freire no Bairro Carnaíba Velha.

Foram investidos 73 mil reais na pintura da escola, construção de duas salas de aula com PVC, antes era gesso, piso de qualidade, banheiro, sala do professor, playground com grama sintética, murada e calçada da frente e 07 novos ar condicionados.

Publicidade

A nova escolaJoana Freire agora oferece mais conforto e comodidade para alunos e professores da rede municipal de ensino.


Postado em Notícias | Por

jun 1

1 junho 2018

Promotores do Pajeú reforçaram ações conjuntas na crise de abastecimento

Grupo tem realizado ações coordenadas em várias frentes em defesa de bandeiras da região

O grupo de Promotores do Pajeú manteve nesta crise de abastecimento de combustíveis a mesma ação coordenada de outras frentes de atuação na região. O bloco, formado por representantes de várias cidades, foi reforçado com a recente chegada de novos promotores e é tido como modelo para o Estado pela articulação de ações conjuntas, como na luta pela continuidade das obras da Adutora do Pajeú e Barragem da Ingazeira, saúde, controle das contas públicas, segurança, estradas, dentre outros eixos temáticos para a região.

Nesse período de crise de abastecimento foram varias recomendações. A última delas, para garantir o transporte de cargas que precisem de prioridade de escoamento. Polícias Civil e Militar, e demais órgãos de fiscalização, inclusive com atuação na Defesa do Meio Ambiente, no âmbito de suas respectivas atribuições foram orientados a verificar se havia paralisação de veículos transportando cargas vivas, rações destinadas às granjas e atividades pecuaristas, produtos químicos, reagentes e soluções para tratamento de água para consumo humano, medicamentos, insumos, instrumentos e equipamentos da área da saúde.

O MP levou em conta as informações obtidas a partir de mídias sociais e de atendimentos nas promotorias de justiça da 3ª Circunscrição Ministerial, no sentido de que há veículos contendo cargas vivas, principalmente aves, e também rações destinadas às granjas e atividades pecuaristas, ainda sofrendo nas estradas.

“Vários prefeitos da região vêm solicitando aos Promotores de Justiça o apoio para evitar a mortandade de aves e animais, o que resultaria em uma crise sem precedentes na agropecuária da já sacrificada região semiárida, com forte repercussão socioeconômica”, justificaram os promotores.

Antes, emitiram recomendações contra aumentos abusivos de preços de combustíveis, gêneros alimentícios, de água mineral, de gás, de remédios, entre os produtos de primeira necessidade, aproveitando-se da greve dos caminhoneiros, diante das notícias de que alguns comerciantes, elevaram os preços de seus produtos a patamares exorbitantes, alertando sobre as sanções legais. A recomendação alertou órgãos de controle e polícias para reforço na fiscalização.

No momento mais traumático da crise, os Promotores do Pajeú emitiram nota afirmando ser inegável e inalienável o direito do povo, inclusive dos caminhoneiros, de se reunir e se manifestar pacificamente em protesto contra os aumentos abusivos dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha e a atual política de preços da Petrobras. Mas alertaram para o fato de eu os fins, por mais legítimos e justos que possam ser (reduzir os preços dos combustíveis e mudar os critérios da política de preços da Petrobras), não justificam os meios, que deveriam ser igualmente legítimos, sem conduzir ao caos, ao desmantelamento dos meios de produção e a uma crise humanitária.

Integram o grupo de Promotores do Pajeú Lúcio Luiz de Almeida Neto (Afogados da Ingazeira e Iguaracy), Aurinilton Leão (São José do Egito, Tuparetama, Santa Terezinha e Ingazeira), Lorena de Medeiros Santos (Itapetim e Brejinho), Júlio César Cavalvanti Elihimas (Sertânia), Ariano Técio Silva de Aguiar (Carnaíba e Quixaba) e Eryne Ávila dos Anjos Luna (Tabira e Solidão).

Colaboração da Assessoria do MPPE


Postado em Sertão | Por

jun 1

1 junho 2018

“Mostra Orobó de Cinema” começa na próxima segunda-feira

 

A Primeira Edição da “Mostra Orobó de Cinema”, começa na próxima segunda-feira, dia quatro e vai até o dia dez de junho. O evento terá exibições de filmes, oficinas gratuitas voltadas para alunos das escolas locais, e debates. 

Ao todo, serão exibidos 31 filmes de nove Estados Brasileiros. Na programação tem filmes infanto juvenil Criancine e Cinema do Interior, além do “Acessibilidade Ver Ouvindo” e a sessão especial “Força que vem do interior”. 

O evento é gratuito e será realizado no salão de Convenções do Hotel Aguiar, em Orobó, no Agreste do Estado. Acesse o site www.cultura.pe.gov.br e veja a programação completa.

Rádio SEI 


Postado em Sertão | Por

jun 1

1 junho 2018

Presidente da Petrobras acaba de pedir demissão

Agora a pouco foi noticiado o pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras, possivelmente consequência da greve dos caminhoneiros e do arrocho que levou durante os nove dias, a queda mostra os efeitos catastróficos do mercado, ainda hoje a Petrobras anunciar um nome do presidente interino.


Postado em Notícias | Por

jun 1

1 junho 2018

Obras da rodovia vicinal de Catimbau em fase de conclusão

 
O Governo do Estado está finalizando as obras de implantação e pavimentação da rodovia vicinal VPE-280, que dá acesso ao distrito de Catimbau, com extensão de 9,44 quilômetros, em Buíque, no Agreste Meridional. A iniciativa, que contou com investimento de R$ 11 milhões, antigo pleito da comunidade local, foi autorizada pelo governador Paulo Câmara, um compromisso assumido durante sua passagem por aquela região, realizando um antigo sonho dos mais de 57 mil habitantes desse município.
 
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, está finalizando a implantação da sinalização vertical, última etapa das obras, com a instalação das placas de trânsito. Até o momento, foram finalizados 95% dos trabalhos, que contemplaram a terraplenagem, a instalação dos dispositivos de drenagem e do asfalto, além da sinalização horizontal, que consiste na pintura do asfalto. De acordo com técnicos da autarquia, a previsão é concluir todos os serviços até a sexta-feira da próxima semana, dia 08 de junho.
 
 
A antiga estrada vicinal liga Buíque à Vila do Catimbau, era de terra e não oferecia condições seguras de trafegabilidade. Com as obras, ganhou novas formas e estrutura completa, que já proporcionam uma melhoria na mobilidade das pessoas, com conforto e rapidez. Essa iniciativa vai incrementar o turismo, uma vez que a nova rodovia leva ao Sítio Arqueológico do Parque Nacional do Catimbau, o segundo maior parque natural de Pernambuco, beneficiará o comércio local, repercutindo positivamente nos aspectos socioeconômico deste municípios e de outros próximos, contribuindo para o desenvolvimento dessa região do Agreste.
 
Assessoria de Comunicação do DER-PE

Postado em Sertão | Por

jun 1

1 junho 2018

Programação cheia no São Pedro de Itapetim

Divulgadas as primeiras atrações do São Pedro de Itapetim – O prefeito de Itapetim, Adelmo Moura esteve reunido com o secretário de Cultura, Ailson Alves, para discutir as festividades do padroeiro São Pedro 2018. Ficou decidido que a festa vai acontecer de 21 a 29 de junho, trazendo uma programação diversificada, segundo nota. 

De 21 a 24 haverá foco nos chamados valores da terra: Itapetim Diverso, Festival de Calouras, Festival de Sanfona e várias apresentações culturais que irão transformar o ventre da poesia em um grande arraiá Junino.Também foram anunciadas as primeiras atrações musicais confirmadas até o momento para a grade entre os dias 27 a 29 de junho.

Entre elas, os cantores Vicente Nery, Zeca Bota Bom e Élson Vaqueiro, além de Banda Pinga Fogo, Bonde do Brasil, Ranieri e Banda e o Cantor Márcio Diniz. No dia 28 as atrações começa m às 17h em praça pública. Ailson Alves afirmou que o prefeito Adelmo Moura ainda aguarda algumas confirmações para fechar o restante da programação. Afirmou também que procurou junto ao prefeito do município trazer uma programação que agradasse a todos os gostos e todas as idades, trazendo desde o tradicional forro pé de serra ao forró estilizado, além de priorizar e apoiar os valores da nossa terra.

Do Rádio Vivo


Postado em Sertão | Por

jun 1

1 junho 2018

10º CETTR: Agricultores familiares de Pernambuco definem estratégias de luta para os próximos quatro anos

Quais caminhos de resistência e luta serão trilhados pelo Movimento Sindical Rural (MSTTR), nos próximos quatro anos, para a garantia, defesa e ampliação de direitos dos homens e mulheres do campo, em Pernambuco? Como fortalecer a agricultura familiar no estado? Qual o posicionamento do MSTTR nas eleições de 2018? Essas são algumas das principais perguntas que serão respondidas pelas centenas de delegados e delegadas sindicais de todas as regiões de Pernambuco, durante do 10 º Congresso Estadual dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CETTR). O evento, que acontecerá de 4 a 6 de junho, em Gravatá, é promovido pela FETAPE (Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Pernambuco) e seus Sindicatos filiados.

O Congresso é o momento mais importante para o Movimento Sindical Rural, pois, a partir do aprofundamento do debate sobre a atual conjuntura, esses participantes, escolhidos em Assembleias, em seus municípios, para representar o conjunto da categoria de agricultores/as familiares, definem as principais Diretrizes e Planos de Luta do MSTTR para o próximo quadriênio, atentos às demandas específicas dos diferentes sujeitos do campo (homens, mulheres, jovens, pessoas idosas).

A solenidade de abertura, na noite da segunda-feira (04/06), além dos quase 700 delegados e delegadas de base, deve reunir lideranças políticas e sindicais, nos âmbitos nacional, regional, estadual e municipais. A previsão é de que os trabalhos sejam iniciados 19h, já com o lançamento de um vídeo e uma cartilha, que contam a história de organização, luta e resistência das mulheres e jovens rurais do Movimento.

PROGRAMAÇÃO – No segundo dia (05/06), durante a manhã, uma análise de conjuntura promete gerar um importante debate sobre o posicionamento do MSTTR nas Eleições de 2018, especialmente para que possa ser revertido o atual quadro de constante ameaça aos direitos dos homens e mulheres do campo. Também está agendada a apresentação de um documento com os Eixos Políticos para um Mandato Popular defendido pelo Movimento Sindical Rural. Ainda durante a manhã, será lançado um livro sobre o início da organização sindical rural na Zona da Mata pernambucana.

No período da tarde, grupos de trabalho irão debater e votar as Diretrizes e Planos de Luta para o período 2018/2022, elaborados a partir de contribuições de agricultores e agricultoras familiares de todo estado, coletadas durante encontros regionais em preparação ao 10º CETTR, ocorridos durante os meses de março e abril.

À noite, uma confraternização marcará as comemorações do aniversário de 56 anos da FETAPE. Será um momento de celebrar uma caminhada de muita luta, mas também de muitas conquistas para os trabalhadores e trabalhadoras rurais do estado.

O último dia, será marcado por uma série de agendas relacionadas à organização do MSTTR: aprovação de alterações estatutárias e do balanço orçamentário do exercício 2017; apreciação de parcerias entre a FETAPE e outras instituições; além da plenária final de exposição e aprovação do resultado dos trabalhos de grupo ocorridos na tarde do dia anterior.

Durante a tarde da quarta-feira, acontecerá a eleição da nova Diretoria da FETAPE, para os próximos quatro anos. A chapa é única, e foi construída a partir de um processo democrático, articulado, em nível estadual, pelo atual presidente da Federação, Doriel Barros, que é pré-candidato a deputado estadual e conta com o apoio do Movimento Sindical Rural, com o objetivo de que a agricultura familiar possa retomar a sua cadeira na Assembleia Legislativa, que era ocupada por Manoel Santos, falecido em 2015.

 

Colaboração de Ana Célia Floriano

Ana Célia Floriano
Assessoria de Comunicação


Postado em Notícias | Por

maio 31

31 maio 2018

SERRA TALHADA//Alunos do Colégio de Aplicação realizam I Mostra Literária em comemoração ao Dia da Literatura Brasileira

Nos dia 30 de maio, aconteceu a I Mostra Literária do Colégio de Aplicação na cidade de Serra Talhada – PE com Tema, Puxe um verso e sinta a poesia – Uma homenagem a Mário Quintana, o poeta das coisas simples. O Evento contou com participações ilustres como a do prefeito da cidade de Serra Talhada, Luciano Duque, coordenadores pedagógicos de várias escolas públicas e privadas do Município e também da comunidade escolar.

A mostra teve como objetivo valorizar as práticas de leitura e escrita dos alunos a partir da apreciação de poemas, da visita à exposição de trabalhos de produção de texto, e da troca de experiências de aprendizado, tanto pessoais quanto coletivas.

 O evento foi organizado e conduzido pelo professor Adrielio Moreno que ministra as disciplinas de língua portuguesa, leitura e produção textual nos 6º e 7º ano na referida instituição. O evento objetivava celebrar o mês da literatura brasileira, que é o mês de maio em grande estilo. Segundo o professor, esse foi um momento privilegiado para toda a comunidade escolar. Os trabalhos foram desenvolvidos pelos alunos durante todo o primeiro bimestre letivo, porém foram expostos na conclusão da mostra. Neste momento, o espaço escolar se encheu de diversidades tanto na literatura como nas diferentes práticas pedagógicas, o professor aproveitou para trabalhar a criticidade do aluno e competências da oralidade, da escrita e da literatura.

A Mostra Literária, além de socializar com as famílias os belíssimos trabalhos produzidos pelos alunos, visou a otimização dos espaços de leituras, as ações culturais atinentes à poesia, música, artes visuais e expressão oral do aluno trabalhando aspectos didáticos para crescimento pessoal dos discentes.

A I Mostra do colégio de Aplicação ainda teve como objetivo transformar do ambiente escolar a partir das ações que promoveu o acesso à literatura, arte e cultura; realizar um trabalho interdisciplinar para a constituição de identidade e formação de valores éticos, compreendendo que suas atitudes são essenciais para o convívio em sociedade, o professor relatou que sente certa dificuldade em realizar um trabalho interdisciplinar, visto que algumas instituições ainda tem como concepção que aula só é aula quando os alunos se posicionam enfileirados e quando o quadro está cheio de texto, visão que segundo o docente é arcaica e não se aplica aos novos moldes educacionais presentes nas OTM’s, PCNs e LDB.

Segundo o docente: “A literatura, assim como a arte, é uma forma de conhecimento, de perceber o mundo e de expressar essa percepção. E como qualquer arte, a literatura é uma forma importante de conhecimento, de ver o mundo e de expressar o mundo, por meio da linguagem. ”

 

Colaboração da Assessoria


Postado em Sertão | Por

Página 50 de 1.034« Primeira...102030...4849505152...607080...Última »