Publicidade


Saiba como a fisioterapia pode auxiliar no tratamento da enxaqueca

5 set 2020|Postado em:Artigo

 

Crises podem ser desencadeadas por maus hábitos posturais e desequilíbrios musculares do pescoço e da face

Ninguém suporta uma enxaqueca, não é mesmo? É uma dor pulsátil, de forte intensidade, que pode ser acompanhada de náuseas e vômitos, e/ou intolerância à luz ou ao som. Na maioria dos casos, é unilateral e as crises podem durar de quatro a 72 horas. Os fatores desencadeantes mais comuns das crises são alguns alimentos, bebida alcoólica, privação de sono, tensão emocional, menstruação e alguns medicamentos vasodilatadores.

Mas você sabia que a fisioterapia é uma forte aliada na redução das crises? “As crises também podem ser desencadeadas por dores musculares, causadas por maus hábitos posturais e desequilíbrios musculares do pescoço e da face. A fisioterapia ajuda na diminuição da frequência, intensidade e duração”, explica a fisioterapeuta Madalena Aureliano.


Publicidade



Quando a fisioterapia atua de forma multidisciplinar, o paciente tem uma evolução bastante favorável. Geralmente, o tratamento fisioterapêutico especializado consiste em terapia manual, educação do paciente sobre dor e os fatores desencadeantes das crises e movimentos específicos individualizados para cada quadro de enxaqueca.

“O tratamento da enxaqueca é feito com medicamentos para as crises agudas; preventivos para pacientes que tenham muitas crises; e orientação comportamental quanto aos fatores desencadeantes. Dentre os procedimentos, destaco o agulhamento a seco, que é indico para diversos tipos de dor de cabeça”, detalha Madalena.

A FisioSerra, que fica em Serra Talhada/PE, conta com a fisioterapeuta Madalena Aureliano e outras profissionais da área, além de ser credenciada como uma das melhores clínicas de fisioterapia do Brasil. Para agendar uma avaliação e cuidar da enxaqueca, basta entrar em contato pelo telefone (87) 98837-0156.

 

Att,

ASCOM

Deixar uma resposta


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*