Publicidade


jan 13

13 janeiro 2017

Filiados do PSB que não fizerem recadastramento terão suspensas atividades partidárias


Publicidade





PSB de Pernambuco discute recadastramento nacional dos seus filiados

 

Com o intuito de discutir o processo de recadastramento nacional dos seus filiados, integrantes da Executiva estadual do PSB se reuniram, na manhã desta sexta-feira (13), para alinhar ações que visam a dar mais agilidade ao processo. Durante o encontro, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, destacou a importância da interação de toda a Executiva e dos presidentes municipais, que vão participar ativamente do processo.

O recadastramento nacional dos filiados tem início no dia 21 de janeiro e segue até 20 de março de 2017. A atualização de dados permitirá que o partido crie estratégias modernas de comunicação para a efetiva participação dos filiados nas questões de interesse da legenda, fortalecendo a comunicação intrapartidária.

“O recadastramento vai tornar o partido mais próximo dos seus filiados, que poderão receber informações com maior facilidade. Precisamos estimular os companheiros do Interior do Estado a participar desse processo. Além do apoio direto dos presidentes municipais, que serão responsáveis por conduzir o recadastramento do seu município, é fundamental o envolvimento de todos os segmentos partidários”, afirmou Sileno Guedes.

O PSB de Pernambuco já deu início ao contato com os presidentes municipais para repassar informações relativas ao processo. No próximo dia 20 de janeiro, às 19h, o presidente nacional Carlos Siqueira realiza bate-papo online para esclarecer dúvidas referentes ao processo.

De acordo com a resolução, o filiado que não fizer o recadastramento no período até 20 de março será suspenso de suas atividades partidárias por seis meses. Após o fim desse prazo, o integrante do partido terá sua filiação cancelada.

Fotos: Roberto Pereira/PSB

Assessoria de Imprensa

Jumariana Oliveira


Postado em Política | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Galeria São José apresenta em vídeo os novos serviços da loja

A equipe da SAMBURÁ FILMES esteve realizando mais um trabalho solicitado pelo empresário Walter Henrique da Galeria São José em Afogados da Ingazeira, dessa vez mostrando o potencial e o histórico da empresa aos clientes.

Publicidade


O trabalho está sendo distribuído em toda rede social para conhecimento do público, a empresa existe a 56 anos atuando de início com vidros, agora com esquadrias, molduras e material de construção,  Walter é um empreendedor juntamente com seu tio Ivanildo, teve inicio com seu avô e seu pai.

 

VT GALERIA SÃO JOSÉ ENTREVISTA from SAMBURÁ FILMES on Vimeo.


Postado em Vídeo | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Compesa encontra furto de água na Adutora do Prata durante conserto de vazamento

Irregularidade foi identificada durante conserto de um vazamento. Ação prejudicou 115 mil pessoas

 

 Os técnicos da Companhia Pernambucana de Saneamento-Compesa identificaram  hoje (12)  uma ligação clandestina em um trecho da Adutora do Prata, localizado no KM 76, da BR-104, durante a execução de um estouramento   que , incialmente, se pensava que  trava-se de um acidente. Foram encontrados  barreiros na área, alimentando carros-pipa particulares,  com  água desviada da Compesa e que era destinada à população de Caruaru., que enfrenta um rigoroso regime de  racionamento  em virtude da seca na região.

A Compesa percebeu   ontem á noite (11)  a redução de uma vazão  de 50 litros/segundo do Sistema do Prata. “Fomos investigar as causas  e encontramos o  vazamento. Para a nossa surpresa o vazamento foi ocasionado pelo desacoplamento da  ligação irregular que estava conectada a adutora”, revela Andréa Porto, gerente de Unidade de Negócios da Compesa, em Caruaru.

A irregularidade  provocou a falta  de água em localidades da Zona Oeste de Caruaru ,além dos bairros  de Santa Rosa e  parte do Vassoural. Os serviços de reparo  já foram concluidos  A retomada da distribuição  ocorrerá de forma gradativa e seguirá o calendário  de abastecimento. O furto de  água  prejudicou  115  mil  pessoas da cidade de Caruaru.

                                              

Após perceber   o desvio da água, a Compesa  acionou as  Policias Civil e Militar  na tentativa de flagrar e prender os autores da irregularidade. Quando chegarem ao local, os policiais não encontraram as  pessoas que estavam furtando a água da  Compesa, pois as mesmas já  haviam fugido do local. A investigação irá  prosseguir.

Publicidade


Postado em Notícias | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Final de semana tem Maciel Melo em Tabira

Maciel Melo será a grande atração do Projeto Canção na Moenda domingo em Tabira – Depois de Flávio Leandro em novembro/16, o Projeto Canção na Moenda, idealizado pelo cantor e compositor Paulo Matricó anuncia em sua 2ª edição o show imperdível de Maciel Melo. Será neste domingo 15 de janeiro no chamado Engenho do Poeta no sitio Fazenda Nova. Antes de Maciel poetas, prosadores, cantores, e o próprio Paulo Matricó estarão se apresentando. Ingressos e mesas estão à venda.

Do Cidade Alerta 


Postado em Sertão | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Arerê começa hoje em Afogados da Ingazeira

Festa em Afogados da Ingazeira – carnaval fora de época começa hoje – Começa hoje em Afogados da Ingazeira a 19ª edição do Arerê, Carnaval fora de época. O cantor Alexandre Peixe e banda abrirão a grande festa que invade as ruas centrais da cidade esta noite. Amanhã a festa será comandada pela famosa Banda Cheiro de Amor e no domingo tem a banda Selva Branca. Este ano o Folião compra a camisa no cartão pagando em até 10 vezes.

 

Do Rádio Vivo


Postado em Sertão | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Terceirizados do Hospital Regional de Afogados querem direitos trabalhistas, carteira assinada e salários em dia

Terceirizados do Hospital Regional em Afogados vivem drama semelhante aos funcionários do Barão de Lucena no Recife – O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco recebeu uma denúncia que funcionários terceirizados do Hospital Barão de Lucena, vinculados à Secretaria de Saúde do Estado, estão desde agosto de 2015 sem carteira assinada e, ainda, que “recebem o salário com atraso de mais de dois meses, e não recebem 13º salário, férias, adicional noturno, FGTS, PIS e vale transporte”.

Denúncias que chegam a produção dos Programas Rádio Vivo e Cidade Alerta dão conta de que na mesma situação estão os terceirizados do Hospital Regional Emília Câmara em Afogados da Ingazeira.

A denúncia virou um procedimento na Procuradoria da República em Pernambuco e foi analisada pela procuradora Mabel Seixas Menge. O MPF considerou que a apuração da denúncia cabia ao Ministério Público do Estado (MPPE), por não haver repercussão da questão na situação financeira da União. 

O processo segue agora para as Promotorias de Patrimônio Público da Capital, onde será distribuído a um dos promotores do MPPE. São recorrentes os protestos de terceirizados da Secretaria Estadual de Saúde por atrasos de salários. A única diferença entre os terceirizados do Hospital Regional em Afogados e o Barão de Lucena no Recife, está na ausência de denúncia dos sertanejos.

Do Rádio Vivo com Anchieta Santos


Postado em Sertão | Por

jan 13

13 janeiro 2017

Sebrae e Prefeitura de Bodocó juntas para o desenvolvimento

Prefeitura de Bodocó e Sebrae articulam parcerias para geração de novas fontes de renda

Discutir ações voltadas para o desenvolvimento de Bodocó e geração de novas fontes de renda, esse foi o tema da reunião que aconteceu nesta quinta-feira (12) na Prefeitura de Bodocó.

Participaram da reunião, o prefeito Túlio Alves, o vice-prefeito, Edmilson Alencar, os secretários municipais Carlos Ferreira (Educação), Lusimar Lima (Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), Renato Lócio (Cultura, Esportes, Juventude e Turismo) e membros da equipe técnica do Sebrae – Unidade Sertão do Araripe, a analista Rossana Webster e os consultores Luís Cesar Pivovar e Shalana Paiva.

 O principal objetivo da parceria é contribuir com o município na definição de prioridades estratégicas e planos de ação para o desenvolvimento local, considerando-se ações nas áreas de políticas públicas, agricultura, turismo, artesanato, gastronomia, produção da agricultura local, bem como ações educativas voltadas para o empreendedorismo.

Entre os assuntos abordados, a formalização de empresas e microempreendedores individuais, criação de uma Sala do Empreendedor, gerando assim, novas fontes de renda para o município.

Agricultura e Educação – A parceria visa o desenvolvimento local sustentável através do Programa de Alimentação Escolar – PNAE para o fortalecimento dos agricultores familiares do município. O PNAE financia a aquisição de gêneros alimentícios oriundos da agricultura familiar para a alimentação dos alunos matriculados na rede pública de ensino. Além de contribuir para o desenvolvimento local, o programa também incentiva as práticas saudáveis de alimentação.

O agricultor familiar que fornece a sua produção para a alimentação escolar contribui para o desenvolvimento econômico local, a valorização dos produtos familiares, incentiva a organização, cooperação, formalização e a inclusão social e econômica do homem do campo.

Cultura e Turismo – As ações visam provocar a integração entre o turismo, a cultura, a gastronomia e o artesanato, de modo a fortalecê-los como atrativos turísticos de Bodocó.

Para o prefeito Túlio, a parceria entre o governo municipal e o Sebrae trará benefícios para Bodocó, a exemplo da geração de renda para os produtores locais e a formalização para microempreendedores individuais. “Estamos no início do nosso governo, mas já estamos buscando ações que priorizem o desenvolvimento local. A parceria com o Sebrae trará boas oportunidades de crescimento e fortalecimento para nosso município”, afirmou.

Assessoria de Comunicação | Prefeitura Municipal de Bodocó


Postado em Sertão | Por

jan 12

12 janeiro 2017

Fiscalizar prefeituras com tecnologia é a novidade do encontro do Tribunal de Pernambuco

 TCE lança nova ferramenta para ajudar na fiscalização

 

Prefeitos e assessores dos municípios pernambucanos que participaram do seminário de novos gestores, nesta terça-feira (10), puderam conhecer uma ferramenta pioneira lançada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco para auxiliar o trabalho de fiscalização do órgão.

O Índice de Convergência Contábil dos Municípios Pernambucanos, o ICCpe , foi apresentado ao público pelo chefe de gabinete da presidência e auditor das contas públicas, João Eudes Bezerra Filho, na primeira palestra do evento, que reuniu mais de 160 dos 184 prefeitos do Estado, além de assessores.

 Trata-se de um estudo realizado pelo TCE para verificar o cumprimento, por parte das prefeituras, das regras e normas contábeis exigidas pela nova contabilidade pública brasileira. O envio das demonstrações contábeis das prefeituras aos órgãos de fiscalização é uma obrigatoriedade prevista no artigo 51 da Lei de Responsabilidade Fiscal, havendo inclusive sanções legais no caso de descumprimento dos prazos estabelecidos.

O ICCpe tem o intuito de atestar o nível de consistência das informações registradas nos demonstrativos contábeis e nas prestações de contas enviados pelas unidades gestoras ao TCE. “Esse estudo é uma importante contribuição do TCE para a melhoria da transparência nos órgãos públicos, pois permite a garantia da fidelidade dos dados orçamentários, financeiros e patrimoniais das transações das unidades gestoras e zela pela qualidade das informações disponibilizadas ao controle externo e à sociedade”, afirmou João Eudes.

CRITÉRIOS – A elaboração do ICCpe tomou como base os demonstrativos contábeis das prestações de contas de 2015 enviadas ao TCE. Para isto, foram adotados critérios como estrutura e forma de apresentação do balanço orçamentário, de balanço financeiro, balanço patrimonial, de fluxo de caixa, demonstração das variações patrimonias e notas explicativas além de consistências nos saldos de balanços e entre as informações prestadas ao e-TCEPE e o sistema SICONFI -Secretaria do Tesouro Nacional.

Para cada prestação de contas foi calculado o ICCpe, que variou entre zero e 194 pontos. De acordo com o valor obtido, os municípios foram classificados em 5 níveis de Convergência e Consistência Contábil, sendo eles DESEJADO, ACEITÁVEL, MODERADO, INSUFICIENTE e CRÍTICO.

RANKING – Após apuração do ICCpe, ficou constatado que nenhum município pernambucano atendeu ao nível DESEJADO ou ACEITÁVEL e que a maioria das prefeituras encontra-se no nível MODERADO (77,17%). O estudo mostrou ainda que 19,57% dos municípios atingiu o nível INSUFICIENTE e que 3,26% encontram-se no nível CRÍTICO de convergência e consistência contábil.

O município de Canhotinho, junto com Cupira, lidera o ranking do TCE com um dos maiores índices de convergência contábil do estado (89,95%), atingindo o nível MODERADO.  Em última posição, de acordo com o estudo, ficaram as cidades de Brejinho e Paudalho, ambas com 25,52% de convergência, no nível CRÍTICO.

As informações relativas a cada prefeitura serão anexadas aos processos de prestação de contas de governo de 2015, e serão consideradas por ocasião da análise e julgamento dos referidos processos no TCE.

“Esse estudo representa um relevante passo do Tribunal de Contas em busca de uma melhor transparência na gestão pública”, afirmou o presidente do TCE, conselheiro Carlos Porto. “Com a divulgação do ICCpe, o Tribunal passa a zelar ainda mais pela qualidade dos dados orçamentários auditados por nossa equipe e disponibilizados à sociedade, fazendo com que o cidadão possa exercer melhor sua fiscalização e seu controle sobre os gastos públicos “, afirmou.

O Tribunal lançou também um hotsite com todas as informações sobre o estudo realizado. O acesso ao ICCpe 2016 pode ser feito pelo site www.tce.pe.gov.br.

Assessoria de Imprensa do Tribunal de Contas de Pernambuco

 


Postado em Notícias | Por

jan 12

12 janeiro 2017

RECIFE//Compesa está recuperando rede coletora de esgoto no bairro Boa Vista, previsão até 31 de janeiro

Fotos: Aluísio Moreira

Obra de esgoto  no bairro da  Boa Vista será concluída  até 31 de janeiro

Em  virtude  da necessidade de desativar uma rede coletora de esgoto antiga e danificada nas ruas da Saudade e João Lira, situadas no bairro da Boa Vista, no Recife, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa)  está executando  na área  uma obra   para implantar 217 metros de novas tubulações e promover melhorias no fluxo do esgotamento sanitário da região. Para realizar a intervenção, iniciada no dia 28 de dezembro, foi preciso interditar parte das ruas e desviar o tráfego de veículos. O trabalho é feito em dois turnos e até o momento já foram assentados 40 metros de tubulações.

A obra está prevista para ser concluída dentro do prazo, no dia 31 de janeiro, mesmo diante de interferências encontradas pelas equipes na rede de drenagem das ruas, considerada atípica por apresentar dois metros de largura – normalmente essas galerias têm 80 cm de diâmetro – além da incidência alta de lençol freático. “A obra é complexa em função de dificuldades impostas por interferências da maré e do lençol freático. Aproveitamos para esclarecer que a água que escoa nessas duas ruas não é proveniente da rede de distribuição de água operada pela Compesa. A água percebida no local decorre de uma necessidade de rebaixamento do nível do lençol freático.”, esclarece Conceição Pontes, gerente de Unidade de Negócios da Compesa.

Outro empecilho encontrado foram as reclamações feitas pelos moradores da área sobre o barulho provocado pela obra no turno da noite. Por este motivo, os serviços com o uso dos equipamentos, que geram ruídos, passaram a ser executados, diariamente, até às 22h e não mais durante as 24 horas planejadas inicialmente. Após às 22h, os trabalhos continuam, mas sem a utilização desses equipamentos. As equipes de Ação Social também foram acionadas para intermediar o diálogo com a população.  A obra nas ruas da Saudade e João Lira é executada pela Odebrecht Ambiental, parceira da Compesa no Programa Cidade Saneada.

Assessoria de Imprensa da Compesa


Postado em Notícias | Por

jan 11

11 janeiro 2017

Liberados mais de R$ 47,7 milhões para o desenvolvimento rural em Pernambuco

Parceria entre Governo de Pernambuco e União destina  R$ 47.7 milhões para o desenvolvimento rural 

Beneficiando cerca de 700 mil famílias no Estado, as ações serão executadas pelo Ipa e pelo Iterpe 

O governador Paulo Câmara e o secretário especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), José Ricardo Roseno, assinaram, nesta quarta-feira (11.01), um Termo de Compromisso garantindo a liberação de R$ 47,7 milhões para ações voltadas para o desenvolvimento rural no Estado. As iniciativas serão executadas pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e pelo Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe). A parceria  beneficiará 700 mil famílias até o ano de 2018. 

“A população quer apenas trabalhar em sua terra e ter a oportunidade de criar os seus filhos, oferecer educação e saúde, cuidando daquilo que muitas vezes vem de seus pais e avós. E isso tem um valor muito importante para nós, pois representa o que a gente acredita. A gente quer conciliar desenvolvimento econômico, com a implantação de grandes indústrias, mas também garantir o acesso do pequeno produtor às políticas públicas básicas. Nós queremos fortalecer a agricultura familiar”, destacou Paulo.

Ao comentar a importância do aporte para o segmento, o governador pontuou a necessidade de impulsionar as atividades que já são fortes, trabalhando mais com os recursos que são disponibilizados. “Em momentos de crise, temos que potencializar os recursos que nós temos”, salientou Paulo. Na oportunidade, o chefe do Executivo pernambucano afirmou ainda que o aporte proporcionará melhores condições de trabalho. “Vamos fazer esses recursos chegarem para os que mais precisam”, assegurou.

Dos R$ 47,7 milhões liberados, R$ 37,7 milhões serão destinados a políticas de reordenamento agrário, ações que incluem a emissão de títulos, aquisição veículos e liberação de crédito. Outros R$ 10 milhões serão empregados pelo IPA em assistência técnica e extensão rural para famílias indígenas. O aporte marcou o lançamento oficial da segunda etapa local do Projeto Dom Helder Câmara – ação do antigo Ministério do Desenvolvimento Agrário. 

Do montante de R$ 37,7 milhões empregados no Estado, R$ 7 milhões serão destinados à emissão de 3,2 mil títulos de imóveis rurais no Agreste Meridional e no Sertão do Pajeú. Outros R$ 30 milhões serão disponibilizados através do Programa Nacional do Crédito Fundiário em Pernambuco, sendo R$ 1 milhão destinado à estruturação do programa. Além disso, R$ 700 mil serão empregados na aquisição de seis caminhonetes que vão fortalecer o trabalho de Regularização Fundiária.  

Salientando a importância da regularização fundiária no campo, o secretário especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário frisou a necessidade de avançar nessa área. “Ano passado, a nossa agricultura familiar deixou de receber R$ 4 milhões do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) por falta de documentos da terra”, alertou Roseno. O representante do Governo Federal afirmou que o projeto Dom Hélder foi concebido para ajudar os moradores de áreas rurais. “Vamos iniciar a chamada para o projeto daqui a 30 ou 60 dias e, com isso, nós vamos levar dignidade a essas famílias que dependem do Estado”, completou o secretário.  

FAMÍLIAS INDÍGENAS – Com relação aos R$ 10 milhões destinados ao IPA para execução de ações em favor de famílias indígenas, R$ 6.2 milhões serão empregados em assistência técnica. Com isso, será possível ampliar o trabalho realizado pelo Estado com os povos Fulni-ô,  Xukuru de Cimbres e Xukuru do Ororubá em Águas Belas, Itaíba, Alagoinha, Pedra, Venturosa, Pesqueira e Poção. Nesta ação, 1,6 mil famílias serão beneficiadas.

Outros R$ 219.6 mil proporcionarão a implantação do sistema de produção e estoque de forragens para alimentação de caprinos, ovinos e bovinos como alternativa de sobrevivência à estiagem. E R$ 803,8 mil vão estruturar a Unidade de Processamento de Peixe no Litoral do Estado – com a aquisição de equipamentos e dois caminhões frigoríficos.

Está previsto ainda aquisição de uma retroescavadeira e um trator de esteira destinadas às ações de infraestrutura hídrica na RMR e Mata Sul, no valor de R$ 1 milhão, e também a compra de 25 veículos e computadores para atender agricultores familiares, com recursos da ordem de R$ 1 milhão.

O secretário de Agricultura, Nilton Mota, disse que o investimento vai viabilizar uma série de ações planejadas pelo Governo de Pernambuco para minimizar os efeitos da seca. “Esse é um momento adequado para esse tipo de iniciativa. Nós vivemos seis anos de estiagem, e a gente tem a perspectiva de que, em 2017, as chuvas tenham regularidade”, ponderou o secretário.

Participaram desta solenidade os secretários Ruy Bezerra (Controladoria), João Campos (Chefia de Gabinete); além do presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel; o presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Paulo Lócio; a subsecretária de Reordenamento Agrário, Raquel Santori; o subsecretário de Desenvolvimento Rural, Marcelo Martins, o delegado federal da Sead em Pernambuco; Rodrigo Almeida; o deputado federal Augusto Coutinho; e o deputado estadual Alberto Feitosa.

Fotos: Wagner Ramos/SEI

Assessoria de Imprensa do Governo de Pernambuco 


Postado em Política | Por

Página 7 de 516« Primeira...56789...203040...Última »